Concurso BRB 2021: veja as disciplinas cobradas para analista de TI

Um novo edital de Concurso BRB para o cargo de analista de TI está previsto para ser publicado em 2021. Saiba quais disciplinas estudar!

15/04/2021 14:12 | Atualizado: 16/04/2021 15:00

15/04/2021 14:12 | Atualizado: 16/04/2021 15:00

Quem atua na área de Tecnologia da Informação vive a expectativa pela abertura do novo concurso BRB 2021. Mas a preparação para as provas da próxima seleção do Banco Regional de Brasília para a área de TI já foi iniciada?

Caso a resposta seja não, é mais do que importante começar imediatamente. O concurso tem previsão de ter oferta de 100 vagas e, segundo o banco, o BRB segue com os procedimentos para a contratação da banca organizadora.

Isso porque, de acordo com a Assessoria de Imprensa da instituição, o BRB tem a intenção de publicar edital no segundo semestre deste ano, sendo assim, a partir de julho.

Logo, com o concurso batendo à porta, o próximo passo para os candidatos deve ser começar ou dar sequência na preparação para as avaliações que serão aplicadas. Mas você sabe quais as disciplinas serão cobradas no concurso BRB 2021 TI?
 

Folha Cursos


Último edital BRB publicado para TI foi em 2019


É bem propagado que uma das principais dicas dos especialistas em preparação para avaliações de concursos públicos é se guiar pelo último edital publicado para o cargo pretendido pelo candidato.

No caso do Banco de Brasília, o último edital BRB publicado para o cargo de analista de tecnologia da informação foi em 2019. Bastante recente e bem atualizado, caso a publicação do novo edital venha a se confirmar no segundo semestre.

Para a área de TI, a avaliação de 2019 contou com provas objetiva e discursiva. Os candidatos tiveram 4h30 para concluir os exames aplicados pelo Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades).

O exame de múltipla escolha contou com 60 questões, sendo 7 de Língua Portuguesa, 3 de Raciocínio Lógico e Matemática, 3 de Governança Corporativa e Compliance e 3 Inovação.

Além de 2 de Lei Orgânica e Regime Jurídico dos Servidores do Distrito Federal, 2 de Conhecimentos sobre o DF e da Ride e, por fim, 40 de Conhecimentos Específicos em em Tecnologia da Informação.

Na prova discursiva, os candidatos precisaram responder duas questões elaborando textos dissertativos e (ou) descritivos, com extensão mínima de 20 linhas e máxima de 30 linhas.

+ Leia também →

Concurso BRB 2021: conheça a carreira de analista de TI
+ Leia também →Concurso BRB: prorrogação de validade não impede novo edital
+ Leia também → Concurso BRB tem edital com 100 vagas previsto a partir de julho

Veja abaixo o conteúdo programático cobrado para o cargo no concurso BRB 2019:
 

CONHECIMENTOS GERAIS

LÍNGUA PORTUGUESA

1. Compreensão e intelecção de textos.
2. Tipologia textual.
3. Ortografia.
4. Acentuação gráfica.
5. Emprego do sinal indicativo de crase.
6. Formação, classe e emprego de palavras.
7. Sintaxe da oração e do período.
8. Pontuação.
9. Concordância nominal e verbal.
10. Colocação pronominal.
11. Regência nominal e verbal.
12. Equivalência e transformação de estruturas.
13. Paralelismo sintático.
14 Relações de sinonímia e antonímia.

► RACIOCÍNIO LÓGICO E MATEMÁTICA

1. Operações, propriedades e aplicações (soma, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação).
2. Princípios de contagem e probabilidade.
3. Arranjos e permutações.
4. Combinações.
5. Conjuntos numéricos (números naturais, inteiros, racionais e reais) e operações com conjuntos.
6. Razões e proporções (grandezas diretamente proporcionais, grandezas inversamente proporcionais, porcentagem, regras de três simples e compostas).
7. Equações e inequações.
8. Sistemas de medidas.
9. Volumes.
10. Compreensão de estruturas lógicas.
11. Lógica de argumentação (analogias, inferências, deduções e conclusões).
12 Diagramas lógicos.

► GOVERNANÇA CORPORATIVA E COMPLIANCE

1. Noções de governança corporativa → 1.1 Gestão por processos. 1.2 Gestão de riscos. 1.3 Processos de análise e tomada de decisão. 1.4 Gerenciamento de crises.
2. Compliance: conceitos, suporte da alta administração, código de conduta, controles internos, treinamento e comunicação.
3. Legislação anticorrupção: Lei nº 12.846/2013 e Decreto no 8.420/2015.
4. Noções de Contratos →  4.1 Lei nº 13.303/2016.
5. Conduta baseada no Código de Conduta Ética do BRB (disponível no endereço eletrônico https://www.iades.com.br).

INOVAÇÃO

1. Lei nº 10.973/2004.
2. Empreendedorismo.
3. Autoconhecimento e percepção de oportunidades.
4. O processo de inovação.
5. Geração de ideias e o processo criativo.
6. Inovação x Invenção.
7. Tipos de inovação.
8. Ecossistemas complexos de informação.

 LEI ORGÂNICA DO DISTRITO FEDERAL E REGIME JURÍDICO DOS SERVIDORES DO DISTRITO FEDERAL

1. Lei Orgânica do Distrito Federal. → 1.1 Título I - Dos Fundamentos da Organização dos Poderes e do Distrito Federal. 1.2 Título II - Da Organização do Distrito Federal: Capítulos II, III, IV e V. 1.3 Título III - Da Organização dos Poderes: Capítulos I e III. 1.4 Título IV - Da Tributação e do Orçamento do Distrito Federal: Capítulos I e II. 1.5 Título V - Da Ordem Econômica do Distrito Federal: Capítulo I. Título VI - Da Ordem Social e do Meio Ambiente: Capítulos VI, VIII, IX, X e XI. 2 Lei Complementar no 840/2011 - dispõe sobre o regime jurídicos dos servidores públicos civis do Distrito Federal, das autarquias e das fundações públicas distritais.

CONHECIMENTOS SOBRE O DISTRITO FEDERAL E SOBRE A RIDE

1. Realidade étnica, social, histórica, geográfica, cultura, política e econômica do Distrito Federal e da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal (RIDE).

Novo concurso BRB está confirmado para este ano  (Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília)
Novo concurso BRB está confirmado para este ano
 (Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília)

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

GESTÃO E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

1. Balanced Scorecard (BSC).
2. Análise de ambiente interno e externo.
3. Ferramentas de análise de ambiente: análise SWOT, análise de cenários e matriz GUT.
4. Negócio, missão, visão de futuro e valores.
5. Indicadores de desempenho.

GESTÃO DE PROJETOS E GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

1. Componentes do modelo ITIL v3.
2. Processos ITIL v3.
3. Continuidade de serviços de TI.
4. Operação de serviços de TI.
5. Conceitos básicos do PMBOK - 6ª Edição.
6. Governança de TI (COBIT 5): conceitos básicos, estrutura e objetivos.

FUNDAMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS 

1. Interpretação de algoritmos.
2. Lógica de programação. 2.1 Tabela verdade. 2.2 Operações lógicas. 2.3 Estruturas de dados: vetores e matrizes, listas, pilhas, filas, árvores binárias, grafos e tabelas de hashing(tabelas de dispersão). 2.4 Estruturas de repetição. 2.5 Estruturas de decisão.
3. Programação orientada a objetos. 3.1 Fundamentos de O.O. 3.2 Construção de algoritmos. 3.3 Mapeamento objeto-relacional (ORM).
4. UML. 4.1 Conceitos gerais. 4.2 Diagramas: casos de uso, sequência, classes, estados, atividades, análise e deployment.
5. Modelagem de Dados. 5.1 Abstração e modelagem de dados e de metadados. 5.2 Normalização. 5.3 Performance. 5.4 Projeto e modelagem de banco de dados relacional. 5.5 Modelo Conceitual EntidadeRelacionamento (ER). 5.6 Modelo conceitual, lógico e físico. 5.7 Índices e chaves primárias.
6. Desenvolvimento seguro: técnicas de Security By Design, conceitos de programação em camadas e programação orientada a padrões de projetos (Design Patterns).
7. Sistemas de apoio à decisão. 7.1 Data warehouse 7.2. Aplicações OLAP e ETL.

ENGENHARIA DE SOFTWARE.

1. Ciclo de vida do software.
2. Engenharia de requisitos.
3. Metodologias de desenvolvimento de software.
4. Métricas e estimativas de software: análise por pontos de função.
5. Testes de software: unidade, integração, sistema, aceitação, regressão, desempenho e carga.
6. Qualidade de software: CMMI e MPS/BR.
7. Metodologias ágeis de desenvolvimento de sistemas: DevOps, Scrum, XP, Kanban, TDD, BDD, DDD e RUP.

BANCOS DE DADOS CORPORATIVOS

1. Fundamentos, organização de arquivos e métodos de acesso.
2. Sistemas de gerenciamento de banco de dados.
3. Linguagens de definição e manipulação de dados SQL.
4. Controle de proteção, integridade e concorrência.
5. Projeto de bancos de dados.
6. IBM DB2 → 6.1 Fundamentos, instalação de servidor e cliente, administração e configuração, performance e detecção de problemas em ambiente z/OS. 6.2 Objetos do SGBD (instâncias, partições, buffer pools, tablespaces, schemas, tabelas, índices, sequências, views, constraints). 6.3 Rotinas administrativas definidas pelo sistema DB2. 6.4 Mensagens de sistema SQL e SQLSTATE.
7. Funções e comandos SQL.
8. Movimentação de dados, utilitários de exportação, importação e carga, formatação de arquivos de carga, tipos de dados, replicação de bases, redistribuição de dados, compressão.
9. Interfaces JDBC e SQU.
10. DB2 Connect.
11. Integração com o WebSphere Application Server.
12. Modelo de segurança, autenticação, autorização, criptografia, auditoria, papéis e controle de acesso.
13. Particionamento de bancos e tabelas e DPF, tabelas multi-dimensionais (MDC).
14. Gerenciamento de concorrência e carga (WLM), otimização de planos de acesso, ajuste de performance (ferramentas e metodologia), ajuste de uso de memória.
15. Alta disponibilidade e recuperação de desastre (HADR), recuperação de dados, integração com Tivoli Storage Manager (TSM).
16. Monitoração de eventos

ARMAZENAMENTO DE DADOS E CÓPIAS DE SEGURANÇA

1. Conceitos de DAS, SAN (iSCSI, FCP) e NAS (CIFS, NFS).
2. Conceitos de RAID. 3 Desempenho: IOPS, throughput, IO sequencial e randômico, cache, prefetch.
4. SAN: zonning, multipathing, VSAN, Fabric.
5. Thin provisioning e desduplicação. 6 Conceitos de ILM.
7. Conceitos de cópias de segurança totais, incrementais e diferenciais.
8. Snapshots e backup de imagens de sistemas operacionais.
9. Noções de política de backup e gestão do ciclo de vida da informação.

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

1. Fundamentos.
2. Conceitos de segurança.
3. Mecanismos de segurança.
4. Ameaças aÌ segurança.
5. Nível de segurança.
6. Segurança lógica.
7. Políticas de segurança.
8. Noções da ISO/IEC 27002.
9. Criptografia: principais mecanismos simétricos e assimétricos, confidencialidade, integridade, autenticidade e irretratabilidade.
10. Legislação e normas internacionais sobre privacidade de dados: compreensão da GDPR e LGPD (Lei Federal nº 13.709/2018).

LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO

1. Java → 1.1 Construção de programas. 1.2 Estrutura de linguagem: anotações, coleções, serialização, reflexão e swing. 1.3 JEE: web services. 1.4 SWT. 1.5 Eclipse. 1.6 EJBQL.
2. VB.
3. Delphi.
4. XML. 4.1 Estrutura da linguagem. 4.2 Transformação XSLT. 4.3 DTD. 4.4 XML schema.
5. ASP 3.0.
6. PHP.
7. IBM Enterprise Cobol. 7.1 Estrutura da linguagem (área de numeração, área de indicação e uso de Copy Books). 7.2 Divisões e seções de um programa Cobol. 7.3 Tipos e declaração de variáveis, definição e utilização de matrizes e vetores bidimensionais/tridimensionais e dinâmicos. 7.4 Operadores e expressões aritméticas e condicionais e operadores relacionais. 7.5 Instruções aritméticas, de dados, terminadoras, de Input-Output, de desvio, de repetição e condicionais. 7.6 Manipulação e pesquisa em tabelas. 7.7 Definição e utilização de subrotinas internas. 7.8 Utilização de comandos Cobol para manipulação de arquivos sequenciais e/ou VSAM. 7.9 Utilização de comandos Cobol para manipulação de bancos de dados.
8. IBM Cobol para IBM CICS → 8.1 Estrutura dos programas. 8.2 Instruções básicas. 8.3 Variáveis de sistema. 8.4 Tratamento de erro.
9. IBM Cobol SQL para IBM DB/2. 9.1 Manipulação de cursores. 9.2 Utilização de funções e operadores. 9.3 Utilização de cláusulas SQL. 9.4 Tratamento de erros SQL.
10. Linguagem JCL (Job Control Language) e Procedure. 10.1 Interpretação de trechos de código. 10.2 Cartões JOB e PROC. 10.3 Parâmetros para cartões EXEC. 10.4 Cartão DD: parâmetros, cartões especiais, definição e utilização de arquivos sequenciais. 10.5 Cartões especiais IF, ELSE e ENDIF.

ARQUITETURA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

1. Arquitetura Java (SE 8 e EE 7) ou superior.
2. Spring Framework 4 ou superior.
3. Frontend Web: JavaScript, HTML5, CSS3, WebSocket, Angular, Json, Rest e NPM.
4. Microsserviços.
5. Conteineirs Docker / OCI (Open Container Initiative).
6. Kubernetes.
7. Padrões OpenID connect/Oauth2.
8. Servidores de aplicações Java como Jboss e Oracle Weblogic.
9. Conceitos de multitenancy.

COMPUTADORES PESSOAIS

1. Sistemas operacionais Windows 7, 8 e 10 (32-64 bits) → 1.1 Funções básicas. 1.2 Sistema de arquivos NTFS. 1.3 Gerenciamento de memória. 1.4 Instalação, configuração, manutenção e análise de desempenho. 1.5 Serviços de terminal, contas e grupos de usuários. 1.6 Compartilhamento de pastas e permissões. 1.7 Serviços de impressão. 1.8 Gerenciamento de discos.
2. Microsoft System Center Configuration Manager versão 2012. 2.1 Criação e distribuição de pacotes e aplicações de instalação automática de software. 2.2 Criação e distribuição de imagens. 2.3 Geração de relatórios de inventário de software e hardware. 2.4 Geração de relatórios de uso de software (software metering).
3. Virtualização de desktops.
4. Segurança. 4.1 Gestão de Pachts e CVE. 4.2 Controle de acesso remoto (WinRM, Firewall do Windows, RRAS).

INFRAESTRUTURA DE SERVIDORES

1. Ambiente Windows 2008 R2/2012. 1.1 Print Server. 1.2 DNS e DHCP. 1.3 Serviços de Diretório Active Directory, criação e gestão de GPO. 1.4 Windows Server Failover Clustering. 1.5 Protocolos Kerberos e NTLM. 1.6 File Server, Replicação e Desduplicação.
2. Ambiente Red Hat 6.10 e 7.5. 2.1 Sistema de arquivos EXT4, BTRFS e XFS. 2.2 Conceitos de LVM. 2.3 Gerenciamento de processos. 2.4 Superusuário: su e sudo.
3. Virtualização de servidores. 3.1 Virtualização. 3.2 VMware vSphere 6.7. 3.3 Ferramentas de alta disponibilidade (HA, FT, DRS, S-DRS, APD e PDL).
4. Infraestrutura como código. 4.1 Programação PowerShell, Shell Bash, Ansible, Python e YAML.
5. Orquestração. 5.1 VMware VRA, SpaceWalk e AWX.

REDES DE COMPUTADORES

1. Tipos e topologias de redes. 1.1 Redes locais, redes geograficamente distribuídas, topologias ponto a ponto e multiponto. 1.2 Fast Ethernet, Gigabit ethernet, 10 Gigabit Ethernet, Comutação (switching). Modelos de Referência ISO/OSI e TCP/IP. 1.3 Comutação de pacotes: Spanning tree e suas evoluções, protocolos de redundância de gateways (HSRP, VRRP).
2. Protocolos de roteamento: menor caminho, flooding, distante vector, EIGRP, OSPF, BGP, RIP.
3. Endereçamento IPv4 e IPv6.
4. DHCP.
5. UDP.
6. TCP.
7. Port-based Network Access Control (IEEE 802.1x).
8. Link Aggregation (802.1ax).
9. Cisco Performance Routing.
10. Qualidade de Serviço (QoS), Serviços integrados, Serviços diferenciados, Classe de serviço (CoS).
11. VLAN (IEEE 802.1Q).
12. Redes sem fio: padrão IEEE 802.11ab/g/n/ac.
13. Gerência de rede → 13.1 Simple Network Management Protocol (SNMP) v1,v2,v2c e v3. 5.2. 13.2 Analisador de protocolos Wireshark e tcpdump. 13.3 NetFlow, Sflow. 13.4 SDN (Software-Defined Network) com Openflow.

COLABORAÇÃO MENSAGERIA

1. Microsoft Exchange 2010.
2. Sharepoint 2010.
3. Mensageria. 3.1 Conceitos básicos e fundamentos. 3.2 Topologias e configurações server-server e server-client. 3.3 IBM WebSphere MQ 7.0 em ambiente Linux e Windows. 3.4 Objetos do gerenciador de filas e atributos. 3.5 Modelo publish subscribe. 3.6 Comandos MQSC. 3.7 Mensagens de diagnóstico AMQ.
4. Integração com WebSphere Application Server.
5. Monitoramento de eventos e de mensagens.
6. Contabilidade e mensagens de estatística.
7. Trace de aplicação.
8. Monitoração em tempo real.
9. Segurança, identificação e autenticação; controle de acesso a objetos; integridade de dados; auditoria.

APLICATIVOS MÓVEIS

1. Arquiteturas para desenvolvimento de aplicativos em dispositivos móveis.

INFRAESTRUTURA DE MAINFRAME

1. Sistema Operacional IBM z/OS versão 2.3: visão geral dos principais serviços do ambiente. 1.1 JES. 1.2 Serviço de localização de arquivos: catálogo/VTOC. 1.3 SRM WLM. 1.4 Serviços UNIX. 1.5 Serviços de comunicação: VTAM, TCP/IP, Telnet, FTP, roteamento entre redes. 1.6 Tipos de processamento: Batch (JES), Interativo (TSO), Transacional (CICS Transaction Server 5.5). 1.7 RACF e z/Secure. 1.8 Serviços de gerenciamento de storage: SMS 1.9 Instalação de componentes (SMP/E).
 


Você sabe o que faz um analista de TI do BRB?


Para concorrer a uma das vagas do edital BRB 2021 para a área de TI será preciso ter diploma, devidamente registrado, de curso de graduação na área de informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, conforme consta no edital de 2019.

Dentre as atribuições do cargo estão desenvolver e implantar sistemas informatizados, dimensionando requisitos e funcionalidades, especificando sua arquitetura, escolhendo ferramentas de desenvolvimento e codificando aplicativos.

Além disso, o nomeado também terá que administrar ambientes informatizados, prestar suporte técnico ao cliente e elaborar documentação técnica. E ainda estabelecer padrões, coordenar projetos e oferecer soluções para ambientes informatizados e pesquisas tecnológicas em informática.
 

Concurso BRB 2021 para TI está confirmado


Anunciado no início de março pelo presidente do Banco Regional de Brasília, Paulo Henrique Costa, o próximo edital deve ter 50 vagas imediatas e outras 50 para formação de um cadastro de reserva para ser aproveitado durante a validade da nova seleção.

De acordo com a instituição, o salário inicial previsto será de R$8.142 mais benefícios, como participação nos lucros e nos resultados, possibilidade de participação em plano de saúde e em plano de previdência complementar, auxílio-refeição/alimentação e auxílio cesta alimentação.

Os profissionais selecionados pelo BRB são contratados por meio do regime celetista, ou seja, regido pela Consolidação das Leis do Trabalho, com direito a uma série de benefícios garantidos pelas leis trabalhistas.

A remuneração inicial do analista de tecnologia da informação, em 2019, era de R$7.690,22, para jornada de 30 horas. No entanto, de acordo com o BRB, o salário atual previsto é de R$8.142.
 

Concorrência do concurso BRB 2019


Em 2019, o concurso BRB ofereceu 113 vagas mais formação para cadastro de reserva, em cargos dos níveis médio e superior. Ao todo, a seleção teve mais de 92 mil inscritos.

O mais concorrido foi o cargo de advogado com 2.754 candidatos para uma única oportunidade. Em seguida ficou escriturário, de nível médio. A função, que é a porta de entrada para a área Bancária, teve 84.317 inscritos para 100 oportunidades, gerando uma concorrência de 843 pessoas por vaga.

Já para a função de analista de tecnologia da informação, que contou com dez vagas, a concorrência ficou em 422 candidatos por oportunidade disponibilizada no edital.

Por fim, também foram registradas 680 inscrições para engenheiro de segurança do trabalho e 97 para médico do trabalho, tendo estes dois últimos uma vaga cada.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Sobre o concurso

Concursos abertos

BRB - 2021

DF
Até R$8142,00
Fund...
50 vagas

Carregando...