Edital do concurso AL RN será publicado "em breve", diz Assembleia

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte informou que o edital do seu concurso AL RN será publicado "em breve". Veja detalhes!

15/04/2021 09:41 | Atualizado: 16/04/2021 15:12

15/04/2021 09:41 | Atualizado: 16/04/2021 15:12

concurso AL RN terá seu "edital publicado em breve". A informação foi passada pela própria Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, em resposta a seguidores em suas redes sociais.

A Casa Legislativa ainda brincou com os futuros candidatos, afirmando que há "muita gente ansiosa" pelo próximo edital. Apesar da confirmação, no entanto, ainda não há uma data prevista, assim como o período, se no primeiro ou segundo semestre deste ano.

O número de vagas e os cargos que serão oferecidos ainda não foram revelados. Mas, tudo indica que as carreiras anunciadas em 2020 serão contempladas.

No ano passado, pelo menos 135 vagas estavam previstas. O quantitativo, no entanto, seria reavaliado, segundo a Casa Legislativa.

No início de 2020, estavam previstas vagas para os cargos de agente de polícia legislativa, técnico legislativo e analista legislativo.

A remuneração para o cargo de técnico legislativo, de nível médio, era de R$2.609,48, podendo chegar a R$5.781,58.

Para o cargo de analista legislativo, de nível superior, o salário inicial era de R$6.215,20 podendo chegar até R$13.770,66. Já o posto de agente, que exige graduação, não teve sua remuneração revelada na ocasião.

Concurso AL RN está previsto (Foto: Divulgação AL RN)     
Concurso AL RN terá edital "em breve"
(Foto: Divulgação AL RN)   

Concurso AL RN está previsto no orçamento

Além da previsão da Assembleia Legislativa, o orçamento, que é um dos fatores determinantes para a realização do concurso, já foi aprovado. Sancionado em março, o Quadro de Detalhamento da Despesa (QDD) traz uma reserva de R$103 mil para a abertura da seleção.

Com base na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021, o QDD traz a previsão para o novo concurso AL RN.

"Promover a realização de concursos públicos para o preenchimento de vagas existentes no Poder Legislativo", diz uma das ações do QDD para este ano.

Vale lembrar que o orçamento não é uma confirmação, mas sim um indicativo de que o concurso está nos planos da Casa Legislativa para este ano.

Em setembro do ano passado, o diretor-geral da AL RN, Augusto Carlos Viveiros, confirmou a intenção de realizar a seleção.

O processo, segundo ele, é possível porque a Assembleia conseguiu reduzir seus custos com as despesas de pessoal.

"Com esse índice estamos livres para providenciar concurso e todas as ações necessárias relativas à contratação de pessoal", disse Augusto Carlos Viveiros.

Na ocasião, o diretor informou que solicitou à Coordenadoria de Gestão de Pessoas o levantamento das vagas existentes geradas pelas recentes aposentadorias dos servidores mais antigos.

"Estamos felizes e comemorando porque é fruto do trabalho em equipe e da austeridade da gestão, norteada pelo Planejamento Estratégico", concluiu.

Prepare-se para concursos com a Folha Cursos

Folha Cursos

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (AL RN)
  • Cargos: agente de polícia legislativa, técnico legislativo e analista legislativo (previstos)
  • Vagas: a definir
  • Requisito: níveis médio e superior
  • Remuneração: entre R$2.609,48 e R$6.215,20
  • Banca: a definir
  • Status: edital em estudo 
  • Edital: previsto para 2021

Último concurso AL RN completa oito anos

último concurso AL RN foi realizado há oito anos, em 2013. Na época, foram abertas 85 vagas nos cargos de técnico legislativo (nível médio e médio/técnico), assessor técnico de controle interno e analista legislativo (ambos de nível superior).

As remunerações variaram entre R$2.609,48 e R$17.025, para jornada de 40 horas. Com a organização da Fundação Carlos Chagas (FCC), os candidatos foram avaliados por meio de uma prova objetiva.

A etapa contou com 60 questões para as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Matemática;
  • Raciocínio Lógico;
  • História do Rio Grande do Norte;
  • Constituição do Estado;
  • Legislação da Assembleia; e
  • Conhecimentos Específicos.

Para ser aprovado, era necessário atingir, no mínimo, 240 pontos na parte de Conhecimentos Gerais e 180 em Conhecimentos Específicos.

Os candidatos ao cargo de analista ainda tiveram que elaborar uma redação. Para o técnico, nas especialidades de programador, operador de som e de hardware, foi cobrado um estudo de caso.

Já para o técnico legislativo, na especialidade de taquigrafia, foi aplicada ainda uma prova prática.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...