Notícias sobre MT - 2020 - Auditor-fiscal do trabalho

Planejamento analisa pedido de concurso para 800 vagas


O Ministério do Planejamento continua analisando pedido de concurso para 800 vagas de auditor-fiscal do trabalho, cargo de nível superior (qualquer área), com remuneração inicial de R$15.338,44, incluindo RS373 de auxílio-alimentação.

Pedido de 800 vagas está em análise. R$15.338


O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) já solicitou ao Ministério do Planejamento a autorização de concurso em 2015 para 800 vagas de auditor-fiscal do trabalho (nível superior). A intenção do ministro do Trabalho, Manoel Dias, é realizar a seleção no início de 2015 e por isso a expectativa é que a permissão seja concedida neste semestre

Auditora-fiscal destaca benefícios da carreira


Com o pedido de concurso para auditor-fiscal do trabalho em trâmite no Ministério do Planejamento, muitos candidatos já iniciaram a preparação. E para aqueles que sonham conquistar uma vaga na carreira, uma das mais valorizadas e almejadas do serviço público federal, FOLHA DIRIGIDA entrevistou a auditora do Ministério do Trabalho Lilian Bessa.

Concurso para fiscal em pauta: 800 vagas


O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) espera receber neste semestre autorização para realizar concurso de auditor-fiscal do trabalho. A pasta pediu 800 vagas ao Ministério do Planejamento, que analisa o pleito desde o fim de maio.

Diferentes entidades apontam déficit de auditores-fiscais


Os atuais 2.753 auditores-fiscais do trabalho em atividade são insuficientes para atender à demanda do país, segundo informações do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait), ratificadas, inclusive, pelo ministro do trabalho, Manoel Dias. Por isso, a autorização das 800 vagas solicitadas ao Ministério do Planejamento para o cargo de auditor-fiscal do trabalho é fundamental para o fortalecimento da inspeção do trabalho.

Fiscal do trabalho: déficit é de quase 4 mil auditores


O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) tem a expectativa de ter autorizado ainda este ano um novo concurso para auditor-fiscal do Trabalho (MTE), destinado ao preenchimento de 800 vagas.

Auditor-fiscal terá novo concurso: R$14.965


O Ministério do Planejamento já analisa pedido de novo concurso para auditor-fiscal do trabalho. O ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, solicitou o preenchimento de 800 vagas no cargo, que tem exigência de nível superior, independentemente da área de formação. Os rendimentos iniciais são de atrativos R$14.965, para a carga de 40h semanais.

800 vagas: pedido resolve apenas parte da carência


O ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, enviou nova solicitação de concurso à ministra Miriam Belchior, do Planejamento, Orçamento e Gestão. Foram pedidas 800 vagas de auditor-fiscal do trabalho. O aviso, de número 97 e datado de 21 de maio, foi enviado ao Ministério do Planejamento no dia 27 do mesmo mês.

Feito pedido de mais 800 vagas de auditor: R$14.965


O ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, enviou nova solicitação de concurso à ministra Miriam Belchior, do Planejamento, Orçamento e Gestão. Foi pedida a autorização de abertura de 800 vagas para o cargo de auditor-fiscal do trabalho. O aviso, de número 97 e datado de 21 de maio, foi enviado ao Ministério do Planejamento no dia 27 de maio. Ao pedido, foi anexada nota técnica assinada pela Secretaria de Inspeção do Trabalho e pela Coordenação-Geral de Recursos Humanos do Ministério do Trabalho, considerando imperativo que um novo concurso público seja realizado para o exercício de 2015, “para não haver prejuízo institucional” ao andamento das atividades desenvolvidas pela pasta.