Notícias sobre MT - 2020 - Auditor-fiscal do trabalho

Planejamento confirma concurso de auditor-fiscal: R$15.338


O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) irá realizar concurso para 847 vagas de auditor-fiscal do trabalho (de nível superior, com remuneração inicial de R$15.338,44), com preenchimento escalonado nos próximos três anos. A informação consta em nota técnica do Ministério do Planejamento apresentada pelo coordenador-geral de Recursos Humanos do MTE, Luiz Eduardo Lemos da Conceição, em reunião este mês com o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait), segundo divulgou o próprio sindicato.

Concurso de auditor já está autorizado, diz ministro


O ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, afirmou à FOLHA DIRIGIDA nesta segunda-feira, dia 17, que o concurso para auditor-fiscal do trabalho solicitado ao Ministério do Planejamento já foi autorizado.

Auditor: tramitação de pedido avança no Planejamento


Avançou na última terça-feira, dia 11, no Ministério do Planejamento, a tramitação do pedido de concurso para 800 vagas de auditor-fiscal do trabalho.

Pedidos de concurso para até 900 vagas. Nível superior


O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) possui pedidos de concursos em análise no Ministério do Planejamento para até 900 vagas em cargos de nível superior. Foram solicitadas 800 vagas de auditor-fiscal do trabalho e 100 de analista de Políticas Sociais.  

Ministério quer quadro com 800 novos auditores


O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) aguarda autorização do Ministério do Planejamento para promover uma recomposição efetiva do seu quadro de auditores-fiscais. 

Pedido de 800 vagas para fiscal segue em análise


O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) aguarda autorização do Ministério do Planejamento para a abertura de concurso para até 800 vagas de auditor-fiscal do Trabalho. O cargo é destinado a quem possui o ensino superior completo em qualquer área e tem remuneração inicial de R$15.338,44, incluindo RS373 de auxílio-alimentação. A partir de janeiro do ano que vem, no entanto, os ganhos iniciais passarão para R$16.116,64. A expectativa é que a permissão do Planejamento seja concedida neste semestre, uma vez que a intenção do ministro do Trabalho, Manoel Dias, é realizar o concurso no início do ano que vem. Em geral, após a autorização, o prazo para a divulgação do edital é de seis meses.

MTE: estudo de Direitos Humanos exige muita leitura


O concurso para auditor-fiscal do Trabalho ainda não foi autorizado pelo Ministério do Planejamento, mas os futuros candidatos já podemse preparar. Entre as disciplinas incluídas na prova, Direitos Humanos chama atenção pela quantidade de conteúdo cobrado. 

Ministério aguarda autorização ainda para este ano


Continua em análise no Ministério do Planejamento o pedido de autorização de concurso para 800 vagas de auditor-fiscal do trabalho. O cargo tem como requisito o ensino superior completo em qualquer área e proporciona remuneração inicial de R$15.338,44, incluindo RS373 de auxílio-alimentação.

Sindicato cobra agilidade no concurso para 800 vagas


A presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait), Rosa Jorge, se reuniu com o secretário-executivo do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Nilton Fraiberg, para discutir a realização do concurso para 800 vagas de auditor-fiscal, entre outros assuntos, na última quinta-feira, 31 de julho. Segundo o sindicato, o dirigente informou que o Ministério do Planejamento ainda não deu nenhuma resposta sobre o Aviso Ministerial enviado pelo MTE - a demora foi atribuída à proposta de Orçamento para o próximo ano, que ainda está em elaboração. Rosa Jorge ressaltou que as despesas para a contratação de novos auditores precisam estar previstas na proposta Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) 2015, que deve seguir para o Congresso até 31 de agosto.