Notícias sobre Especial - Noticiário

Decisão do STJ faz valer direito de candidatos


O  Superior Tribunal de Justiça (STJ) abriu precedente favorável aos concurseiros que lutam por seus direitos baseados nos editais. O órgão acatou o recurso em mandado de segurança de uma candidata em Santa Catarina, Região Sul, mesmo após a homologação do concurso, determinando que fosse atribuída nota mínima a sua redação e que ela fosse alocada no final da lista de aprovados. A decisão abre caminho para que candidatos de outros certames, que estejam em situação semelhante, também tenham seus direitos reconhecidos.  

Lei Geral dos Concursos será avaliada em abril


Segundo o deputado Paes Landim (PTB-PI), a Lei Geral dos Concursos Públicos (Projeto de Lei nº 6004/2013, do Senado) deve ser votada na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) até o fim de abril. A proposta estabelece normas gerais para a realização de concursos públicos em âmbito federal. A proposta pretende proibir a realização de concurso para cadastro de reserva, determinar o prazo mínimo de 90 dias entre o edital e a prova e estabelecer a obrigatoriedade de aplicação de provas em pelo menos uma capital por região que registre mais de 50 inscritos, entre outras medidas.

Ano começa com muitas vagas. E vêm mais por aí!


No primeiro dia útil de 2014, a FOLHA DIRIGIDA Online anunciava: 'Eleição não impede concursos, dizem especialistas'. A matéria foi publicada em 2 de janeiro. Informava aos leitores que, em anos eleitorais, existem apenas restrições de datas quanto à contratação de servidores, mas não para a abertura de novos concursos. Dito e feito. Mal o ano começou, as seleções engrenaram. Os concurseiros foram brindados com uma sequência de grandes concursos na esfera federal. Saíram, seguidamente, os editais da Caixa, dos Ministérios da Fazenda, da Agricultura e do Trabalho, Fiocruz, ICMBio, Câmara dos Deputados, Petrobrás, CNEN - só para citar alguns. A boa notícia é que os bons ventos não vão parar por aí... Continuarão a soprar oportunidades.

Orçamento 2014: a princípio, concursos escapam dos cortes


A princípio, os concursos públicos não deverão ser afetados pelo corte no orçamento da União para 2014. Ao anunciar, nesta quinta-feira, dia 20, o contingenciamento no valor de R$44 bilhões, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, afirmou que está sendo feita uma avaliação sobre o assunto.

Autorizadas 839 nomeações no IBGE, Cesipam e Fazenda


O  Ministério da Fazenda (MF), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Cesipam) receberam autorização do Ministério do Planejamento, nesta quarta, dia 19, para promoveram a chamada de aprovados em concursos.

Falso projeto de cotas para evangélicos mobiliza concurseiros


A 'notícia' não é nova, mas foi repetida à exaustão em sites e nas redes sociais nos últimos dias, gerando a reação imediata de milhares de internautas - quase sempre de indignação. Ela dava conta de que o deputado estadual capixaba Rogério Medina (PMDB) teria apresentado projeto de Lei sugerindo a reserva de 10% das vagas para evangélicos em concursos públicos realizados no estado. Tudo mentira. Tudo balela. Pegadinha.

No Rio, cotas valem até 23 de janeiro, diz secretário


O secretário da Casa Civil da Prefeitura do Rio de Janeiro, Pedro Paulo, informou nesta segunda, dia 17, que o Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) aceitou os embargos da prefeitura e decidiu que todos os cotidas providos e candidatos que fizeram concursos até o dia 23 de janeiro deste ano terão direito à tomada de posse no sitema de cotas, caso tenham sido aprovados por esse meio.  

FUP cobra abertura urgente de concurso na Petrobras


Nos últimos anos, a Petrobrás se caracterizou por uma grande quantidade de concursos realizados. Até 2010, a Petrobrás realizou em média dois concursos por ano, em 2011 e 2012, um em cada ano. No entanto, 2013 foi um ano sem concursos.  

Cotas: queda da lei não impedirá convocações


O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) considerou a Lei n° 5.401 de 2012, que estabelece cota de 20% das vagas em concursos públicos do Município do Rio de Janeiro para negros e índios, inconstitucional. No entanto, nesta quinta-feira, dia 6, a Prefeitura do Rio de Janeiro publicou no Diário Oficial do Município (DOM) um decreto que dispõe sobre a nomeação de candidatos correspondentes às vagas de negros e índios.