Notícias sobre Correios - carteiro e operador de triagem

Déficit é um dos motivos de greve. Necessidade de concurso é urgente


Em greve desde o último dia 7, trabalhadores do Centro de Distribuição Domiciliária (CDD) dos Correios em Senador Camará, zona Oeste do Rio de Janeiro, chamam a atenção para as condições precárias da unidade, que incluem sobrecarga de trabalho diante do déficit de empregados, segundo a diretora regional do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos do Rio de Janeiro (Sintect-RJ), Débora Henrique. Há previsão de divulgação do edital de um novo concurso dos Correios em meados deste ano. 

Resposta da empresa não deve encerrar luta por concurso


A luta dos trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos pela realização do concurso necessário para minimizar a sobrecarga de trabalho dos atuais funcionários não deve terminar com o posicionamento da estatal sobre o assunto, esperado para até a próxima sexta-feira, dia 11. É o que afirma o presidente do Sindicato Nacional dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Rio de Janeiro (Sintect-RJ), Ronaldo Martins. (...)

Sindicato espera posição sobre concurso até dia 11


Termina em 11 de março o prazo de 15 dias úteis que a diretoria da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) propôs ao Sindicato Nacional dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Rio de Janeiro (Sintect-RJ) para responder às demandas apontadas pela entidade. E uma delas é justamente o concurso previsto para meados deste ano, segundo revelou o presidente do sindicato, Ronaldo Martins, destacando que são necessários hoje mais 900 carteiros.

Sindicato espera posição sobre concurso até o dia 11


Termina em 11 de março o prazo de 15 dias úteis que a diretoria da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) propôs ao Sindicato Nacional dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Rio de Janeiro (Sintect-RJ) para responder às demandas apontadas pela entidade. E uma delas é justamente o concurso previsto para meados deste ano, segundo revelou o presidente do sindicato, Ronaldo Martins, destacando que são necessários hoje mais 900 carteiros.  (...) #vaiterconcurso

Empresa pede 15 dias para responder sobre concurso


Um dos concursos mais aguardados para este ano é o dos Correios, cujo edital está previsto para ser publicado em meados de 2016. De acordo com o presidente do sindicato dos trabalhadores da estatal no Rio de Janeiro, Ronaldo Martins, o certame é essencial para o bom desempenho das atividades da empresa. “A diretoria pediu um prazo de 15 dias, a contar do último dia  22, para encontrar uma solução para as nossas demandas. E uma dessas solicitações é o concurso previsto para este ano”, disse Ronaldo.

Concurso para 2º grau é esperado para o meio do ano


Tendo sido suspensa temporariamente em outubro do ano passado, a realização do concurso da Empresa de Correios e Telégrafos é esperada para meados deste ano, conforme informação do diretor regional da estatal no Rio de Janeiro, Márcio Vieira. A princípio, a seleção será para agente de Correios, de nível médio, nas atividades de carteiro e operador de triagem e transbordo, com remuneração inicial de pelo menos R$2.885,37 e R$2.348,87, respectivamente. (...) #vaiterconcurso

Empresa deverá abrir seu concurso este ano. 2º grau


Com as esperanças renovadas pela virada de ano, concurseiros de todo o país devem se manter firmes na preparação visando ao novo concurso da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, que deverá finalmente ser realizado em 2016. A seleção deverá ser para agente de Correios, de nível médio, nas funções de carteiro e operador de triagem e transbordo. As remunerações iniciais são de pelo menos R$2.885,37 (carteiro) e R$2.348,87 (operador). A expectativa é que o edital seja divulgado no meio do ano.

Novo limite de pessoal permite concurso


Por meio da Portaria nº 17, publicada no Diário Oficial da União (DOU) do último dia 23, o Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest) do Ministério do Planejamento fixou o número total de funcionários no quadro de pessoal dos Correios. A publicação esclarece que a empresa está permitida a realizar a reposição de empregados que deixaram ou que venham a deixar a estatal, o que pode ser feito por meio de novo concurso ou por convocação de aprovados da seleção passada. 

Presidente da empresa quer realizar concurso, diz sindicato


Em reunião, no último dia 10, com o novo presidente dos Correios, Giovanni Queiroz, a Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores dos Correios (Findect) cobrou a realização imediata do concurso da empresa e a contratação de mais funcionários. De acordo com o presidente do sindicato do Rio de Janeiro, Ronaldo Martins, que participou da reunião, Queiroz tem consciência do déficit de trabalhadores na empresa e está inclinado a realizar o concurso, que foi suspenso temporariamente em outubro, por orientação do governo federal. Segundo Martins, ele afirmou que fará consulta à Casa Civil da Presidência da República em busca de aval para a abertura da seleção. (...) #vaiterconcurso