fbpx

Vídeo currículo: 12 dicas para aprender a fazer o seu

Compartilhe o conteúdo

Você sabe o que é vídeo currículo? Um fato é que, diante dos avanços tecnológicos, esse modelo tem se tornado comum em alguns processos de seleção de empregos.

Isso porque o currículo em vídeo é uma forma mais próxima e clara do que um documento em papel para o recrutador saber melhor quem é o candidato, segundo a Assessoria de Carreira da Catho.

De acordo com a Catho, o vídeo para currículo não substitui as demais fases dos processos seletivos, como entrevistas online ou as dinâmicas de grupo, mas atua como ferramenta importante também para a escolha de quem será chamado para a etapa presencial.

É um recurso excelente para o profissional se destacar entre os demais candidatos, por isso é necessário que você saiba como fazer um vídeo currículo e evitar erros. E você está prestes a aprender com esse post.

dicas para fazer o seu vídeo currículo

Vídeo currículo é um recurso excelente para o profissional se destacar entre os demais candidatos (Foto: Freepik)

1. Faça uma preparação prévia

A primeira coisa que você deve saber é que deve ter um preparo prévio para a gravação. O que isso quer dizer? Saiba muito bem o que vai falar, onde vai gravar e a roupa que irá vestir.

Isso deve ser decidido levando em consideração o perfil da empresa que irá receber o vídeo. Ou seja, faça um levantamento sobre a companha, por exemplo, em que mercado atua e concorrentes, e dê início à montagem do seu material.

2. Estruture um roteiro para seu vídeo currículo

Você já deve ter se perguntado também sobre o que falar no vídeo currículo. Se uma boa preparação é essencial, o conteúdo incluso nela deve ter atenção redobrada. Mas, saiba que uma coisa que você não deve fazer de jeito nenhum é aparecer lendo um papel.

Demonstrar segurança ao falar sobre sua trajetória profissional e carreira é um ponto positivo nesta etapa.

Uma dica da Catho é usar o currículo apenas como roteiro ou descrever um breve resumo com os principais feitos da carreira, projetos e resultados.

Estruturar um roteiro ajuda muito o candidato a apresentar as informações sobre sua trajetória profissional de maneira estratégica, eficaz e objetiva, estimulando o recrutador a querer saber mais sobre ele, ler o seu currículo impresso, e chamá-lo para uma entrevista  presencial.

3. O vídeo currículo não deve ser muito longo

Normalmente, um recrutador tem inúmeros vídeos para assistir. Por isso, é importante não apresentar um conteúdo muito extenso.

O recomendado é que o vídeo tenha em média dois minutos de duração, com uma apresentação com informações claras e diretas.

O segredo? Estruture bem o texto para vídeo currículo e ensaie antes para que o conteúdo fique dentro desse tempo.

4. O tipo de empresa é determinante para a roupa escolhida

Certamente você já deve ter se perguntado “Que roupa eu uso?”. Antes de definir isso, você deve estar ciente de que, ao criar um vídeo sobre currículo, estará apresentando sua própria identidade ou marca pessoal.

O mais indicado, no entanto, é ter conhecimento sobre o tipo de empresa que irá receber o conteúdo  antes de prepará-lo. Pense como uma entrevista presencial, como você se apresentaria a essa empresa?

5. Atenção à forma como o vídeo é gravado

Conteúdo e preparação pessoal são as estrelas de um currículo por vídeo. Mas um ponto que não deve ser negligenciado é como você vai gravar esse material e qual o melhor tipo de ferramenta.

O candidato pode utilizar o seu próprio smartphone/webcam e programas específicos para edição disponíveis no mercado que ajudam na adequação e estruturação de um bom currículo, afirma a Assessoria da Carreira da Catho.

Mas, lembre-se de testar a câmera (ou webcam), assegurando que estará funcionando e que a captação da imagem e áudio do microfone estão adequados.

Iluminação e organização do ambiente devem ser neutros também.

Uma dica da Catho é gravar com o celular na horizontal e com a câmera normal, não a frontal. Dessa forma, o candidato evita se olhar e isso diminui o nervosismo.

6. É importante escolher um lugar adequado

Falando em ambiente, é importante que você escolha um local que seja silencioso, iluminado e adequado.

Se você divide casa com outras pessoas, certifique-se também que todos saibam que você estará gravando esse vídeo e não poderá ser interrompido naquele momento.

Notícias e vagas de empregos por todo o país no site da Folha Dirigida

7. Tenha uma boa postura no vídeo currículo

A linguagem corporal diz muito sobre o candidato. Isso porque nosso corpo transmite sinais sobre quem somos ou qual momento estamos enfrentando na vida. Sabia disso?

Por isso, mostrar-se confortável e com postura adequada é fundamental para um bom vídeo.

A postura em frente à câmera deve ser de confiança, sem se deixar intimidar pelo objeto, e com um tom de voz adequado.

O melhor recurso para isso é o treino, que ajuda você a melhorar seu desempenho, diminui o nervosismo e garante uma comunicação eficiente e objetiva.

8. Adote uma linguagem que seja pertinente ao cargo

Em qualquer tipo de apresentação, assim como no formato por vídeo, é recomendado adotar um tom pertinente ao cargo em questão.

Para isso, é fundamental mostrar naturalidade, simpatia, confiança e, principalmente, evitar erros de português, gírias e vícios de linguagem.

O objetivo é agir como se estivesse na frente do recrutador em uma entrevista. Transmita suas informações com clareza, leveza e segurança, destacando seus pontos fortes e relevantes da carreira.

Textos decorados não são recomendados, pois podem parecer artificiais.

como deve ser a linguagem em um vídeo currículo

9. Faça uma apresentação inicial que prenda a atenção

Segundo a Catho, os primeiros segundos do seu vídeo precisam ser interessantes. Afinal, é nesse momento que você deve prender a atenção do recrutador.

A dica é começar o vídeo falando seu nome completo e formação acadêmica, ou seja, fale sobre você.

O segundo passo é falar sobre seu objetivo, experiências e realizações de maneira breve. Nesse momento você pode incluir também informações e habilidades que julgue necessárias para a seleção.

“O vídeo é uma ótima maneira da empresa ver além do que está escrito no papel, facilitando a conexão entre ambos”, aponta da Assessoria.

10. Demonstre interesse pelos valores da empresa

Um trunfo pode ser conectar sua principais competências com a missão, visão e valores da empresa. Dessa forma, você vai mostrar para o selecionador que aprendeu tudo sobre a organização.

A justificativa é que isso reforçará o seu interesse de atuar naquela instituição por ter se informado previamente.

11. Finalize o vídeo currículo reforçando seu interesse

No final do vídeo, você pode concluir agradecendo a oportunidade e reforçar seu entusiasmo com a vaga.

Demonstrar o interesse em detalhar os seus conhecimentos e experiências em uma entrevista pessoal é uma boa estratégia nesse momento, pois mostra que você quer muito passar de fase.

12. Seja criativo, mas com cautela

Muitas vezes, os candidatos buscam apresentar um diferencial para encantar o recrutador. Por mostrar mais da pessoa, o vídeo acaba sendo uma ótima ferramenta para isso.

Mas é importante saber que só é indicado encaminhar esse tipo de apresentação se a empresa especificar na vaga. Todo bom currículo, independentemente da área, deve ser dinâmico e criativo, além de descrever fielmente o candidato.

O que pode mudar de um vídeo para o outro é a área de atuação, como explica a Catho:

Currículo de profissionais de Marketing podem utilizar mais recursos dinâmicos e inovadores, diferente de um profissional da área Jurídica, que normalmente se exige mais formalidade e conteúdos mais clean, finaliza.

Por isso, saber muito bem sobre a empresa e a vaga são pontos fundamentais. Informe-se bem e boa sorte!

pontos de atenção na hora de fazer um vídeo currículo


Compartilhe o conteúdo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *