fbpx

Como vencer a procrastinação nos estudos?

A procrastinação nos estudos já aconteceu com todo mundo alguma vez na vida. Afinal, quem nunca deixou para depois uma tarefa que precisava ser cumprida naquele dia?

Muitas pessoas acham que a procrastinação é uma tendência da sociedade contemporânea, fruto da ansiedade e estresse excessivos. Mas estamos enganados, pelo menos no que diz respeito a quando ela surgiu.

“Os gregos já falavam isso, de deixar o seu trabalho para o dia seguinte”, explica o psicanalista Marcelino Viana, acostumado a ouvir pacientes se queixarem do problema.

O professor ainda completa explicando que  isso foi se tornando uma coisa muito enraizada, especialmente na nossa cultura.

Para vencer a procrastinação você precisa, antes de tudo, entender o seu cérebro, o que esse processo significa, para enfim conseguir combatê-la!

Confira nessa edição do Treine sua Mente

O que é a procrastinação?

A procrastinação é o hábito não produtivo de adiar o cumprimento de uma tarefa que precisa ser realizada. É um grande inimigo da sua rotina.

Esse adiamento vai desde atividades pequenas, como arrumar a casa, até as mais complexas, como seguir um ciclo de estudos. Com o tempo, se forma uma acúmulo de tarefas.

Para quem está estudando para concurso, o risco de cair na armadilha da procrastinação é ainda maior. Se você trabalha ou estuda – na escola, faculdade ou algo do tipo -, por exemplo, existe um chefe ou um professor cobrando para que as suas tarefas sejam cumpridas.

No caso da preparação para concursos, não: ela depende de você, de uma relação direta com as suas atitudes. A probabilidade de procrastinar, portanto, é maior ainda.

Para combater é importante entender o que ela é, como ela acontece e porque ela acontece.

Por que eu procrastino?

O cérebro trabalha com perspectivas mais concretas. Segundo Marcelino Viana, ele tem uma preferência por recompensas mais imediatas.

O cérebro tende a lutar com tarefas para vantagens futuras com esforço no presente, explica.

Por isso a procrastinação pode ser uma inimiga tão grande do futuro servidor: a recompensa, a aprovação, não acontece imediatamente após finalizados os estudos do dia.

Somado a isso, o cérebro entende que, quanto mais as tarefas são acumuladas, mais distante elas ficam de serem cumpridas. Ou seja, quanto mais você procrastinar, maior será a vontade de deixar para depois.

Como evitar a procrastinação nos estudos?

O primeiro passo é entender porque você está procrastinando. Marcelino Viana afirma que o cérebro pode se render à procrastinação se a compreensão for muito abstrata.

“Eu preciso entender qual é o meu perfil para compreender como posso melhorar a produtividade”, explica o psicanalista.

Ele aconselha você a se perguntar quando procrastina:

  • É em qualquer situação?
  • Em situações de média dificuldade?
  • É em situações simples do cotidiano?
  • Em situações desafiadoras?
  • É na substituição de uma tarefa por outra atrasada e também urgente?

Se essa compreensão está no campo consciente, você consegue encontrar o motivo que está te impedindo de ser produtivo e enfrentá-lo.

Caso contrário, se ela está no campo do inconsciente, é preciso buscar o autoconhecimento, o entendimento de si para solucionar o problema.

Nos casos em que as pessoas alegam se sentirem completamente paralisadas diante da procrastinação, Marcelino recomenda a procura de um especialista.

Mas não se acanhe! Saber quando pedir ajuda é uma das atitudes mais nobres e honestas consigo mesmo.

Organizar-se para combater a procrastinação

O professor também recomenda o Método Futuro Servidor no combate à procrastinação. Ele auxilia a entrar em um ciclo virtuoso para que sejam reduzidos os processos de procrastinação.

Este ciclo é dividido em:

  • Autoconhecimento e hábitos globais
  • Propósito
  • Rotina e organização
  • Ação e autoavaliação

O psicanalista aconselha, para quem está iniciando os estudos, começar aos poucos.

Além de hábitos bruscos serem muito mais difíceis de manter, estudar para concursos não é uma questão apenas de gerenciamento de tempo, mas também das suas próprias emoções.

Curso Método Futuro Servidor menor

Depois de criar um foco, um objetivo capaz de te mover diariamente, ele indica tentar a seguinte ordem para maior consistência e constância:

  1. Comece devagar
  2. Gerencie as emoções
  3. Nomeie a situação
  4. Permita-se praticar às vezes
  5. Amplie a visão e antecipe o imprevisto

Se você já sabe o que te distrai na hora de estudar, por exemplo, já pode manter seu ambiente de estudos longe dessas distrações.

Caso esteja vivendo um dia especialmente cansativo e tenha conseguido se manter longe da procrastinação por um bom tempo, com todas as suas tarefas em dia, procrastinar só um pouquinho também não vai fazer mal.

Mas Marcelino Viana alerta! Não confunda intervalos com a procrastinação. Esses sim são naturais e saudáveis para todo processo de estudo.

Assista as lições do Método Futuro Servidor!

Como a tecnologia pode ajudar a não procrastinar?

O senso comum afirma que a tecnologia anda de braços dados com a procrastinação nos estudos. De fato, as notificações de mensagens que chegam o tempo todo podem ser uma grande distração.

No entanto, a tecnologia também pode ser uma aliada nessa luta. O psicanalista dá algumas dicas para usar a seu favor:

  • Use aplicativos de produtividade
  • Crie bips de atenção no smartphone
  • Bloqueie distrações
  • Checklist e organização
  • Ação e acompanhamento

Na hora dos intervalos, existem diversas atividades offline que podem ajudar a refrescar a cabeça para na hora dos estudos se manter mais focado. Algumas delas são:

  • Meditação
  • Exercício físico
  • Leitura
  • Compartilhar suas aflições com as pessoas do seu convívio

Você tem conseguido se manter longe da procrastinação? Comece a planejar seus estudos para ter uma rotina mais saudável e se manter longe das pequenas armadilhas do cotidiano.

Confira a apresentação completa do professor Marcelino Viana sobre o assunto.

Como a tecnologia pode ajudar a evitar a procrastinação nos estudos

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *