fbpx

12 temas de Atualidades para concursos em 2020 [ATUALIZADO]

Compartilhe o conteúdo

Já viu as notícias hoje? Se você sonha em ser um futuro servidor, isso é indispensável na sua preparação. Para ajudar nessa questão, selecionamos 12 temas de Atualidades para concursos!

Manter-se informado sobre os principais acontecimentos pelo país e o mundo é determinante para o sucesso nessa prova. Inclusive, é vai cair no concurso Depen 2020, com edital divulgado em maio.

Confira os assuntos em alta que podem cair nos concursos públicos, segundo os professores de Atualidades Rebecca Guimarães e Alessander Mendes.

Antes de tudo, é preciso saber que diversos editais incluem os conteúdos de Atualidades. Normalmente, estes são cobrados em provas objetivas e, principalmente, nas provas discursivas.

atualidades pixabay

Manter-se informado sobre os principais acontecimentos no mundo é determinante para o sucesso na prova de Atualidades (Foto: Pixabay)

O que pode cair na prova de Atualidades para concursos em 2020?

  1. Coronavírus
  2. Brexit
  3. Oriente Médio
  4. Crise do Petróleo
  5. Impeachment do Trump
  6. Eleições presidenciais na América do Sul
  7. EUA x China
  8. Revisão do Bloco Econômico NAFTA
  9. Crise diplomática Brasil x China
  10. Kim Jong-un
  11. Olimpíadas 2020
  12. Brasil

1. Coronavírus

O coronavírus é um tema que tem tudo para cair nas provas deste ano, de acordo com a professora Rebecca, do Gran Cursos Online. Os primeiros coronavírus humanos foram identificados no final da década de 1930, apesar disso, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus.

Entretanto, no final de 2019, um novo agente do vírus foi descoberto após ter casos registrados na China. E isso deixou o mundo em alerta novamente.

Ainda não se sabe qual animal o transmitiu aos seres humanos. Identificar esse hospedeiro intermediário pode ajudar a conter a pandemia.

O professor Alessander Mendes, da Degrau Cultural, reforça afirmando que é preciso ter atenção aos impactos econômicos globais causados pela pandemia.

Para entender isso, deve-se saber que uma pandemia tem a ver com espaçamento geográfico da doença influenciado pela globalização.

Essa pandemia se espalha pelo mundo basicamente porque nós temos uma intensificação do processo de globalização, sobretudo a partir da década de 1970, onde os meios de comunicação e transporte são cada vez mais eficientes e vão permitindo uma coisa que nós entendemos que é o encurtamento da distância pelo tempo, explica o professor Alessander Mendes.

Alessander Mendes, da Degrau Cultural, reforça afirmando que é preciso ter atenção aos impactos econômicos globais causados pela pandemia

Alessander Mendes, da Degrau Cultural, afirma que é preciso ter atenção aos impactos econômicos globais causados pelo Coronavírus (Foto: Arquivo Pessoal)

O resultado é que quando você tem um vírus como esse da Covid-19, com pessoas eventualmente do mundo inteiro em contato com esse vírus em determinada localidade, você tem potencialmente todas as condições para criar uma pandemia global.

Embora ainda não se possa mensurar os impactos sobre a economia mundial, Alessander indica que será desastroso.

Com as medidas de contenção do vírus, o coronavírus tem impacto no deslocamento de pessoas e de mercadorias em escala global.

A tendência, segundo o professor, é que a retomada da economia em escala mundial seja mais lenta do que foi após a crise econômica de 2008 e a quebra da bolsa da Nova York em 1929.

“Só os Estados Unidos já anunciaram que tiveram uma queda do seu produto interno bruto de 4,8% no primeiro trimestre deste ano. Esse ano o Brasil deve fechar com um crescimento negativo do seu produto que deve ficar em torno de 6 até 10%”, aponta Alessander.

🔒[Exclusivo assinantes FD]: Qual o real impacto do Coronavírus no mundo dos concursos?

2. Brexit

É importante que o candidato saiba que um dos temas mais comentados na Europa – até o início da pandemia -, é a saída do Reino Unido da União Europeia, ruptura que ficou conhecida com o termo Brexit.

A relação UE e Reino Unido durou quase 50 anos, por isso essa é uma temática relevante para os concursos, de acordo com a professora Rebecca Guimarães.

Diante dessa mudança, é fundamental que o candidato saiba alguns detalhes, como o fato de que o Reino Unido, em nenhum momento, adotou o Euro e manteve a Libra Esterlina como moeda oficial.

Outro ponto importante sobre o Brexit que os estudantes devem ter atenção, de acordo com a professora Rebecca, é que o candidato domine o assunto sobre o atrito existente entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda.

A Irlanda do Norte é parte do Reino Unido, uma Monarquia Parlamentarista, enquanto que a Irlanda é um país à parte, em um regime de República.

“Sempre houve um tensão, inclusive no passado nós tínhamos o grupo terrorista IRA (Irish Republican Army). Este, lutava pela unificação das Irlandas”, afirmou Rebecca Guimarães.

E com a entrada dos dois países na União Europeia, o IRA acabou enfraquecido, perdendo sentido. Com o Brexit, esse foi um dos temas mais polêmicos: como vai ficar a fronteira da Irlanda com a Irlanda do Norte?

A relação UE e Reino Unido durou quase 50 anos, por isso essa é uma temática relevante para os concursos, de acordo com a professora Rebecca Guimarães.

A relação UE e Reino Unido durou quase 50 anos, por isso essa é uma temática relevante para os concursos, de acordo com a professora Rebecca Guimarães (Foto: Gran Cursos Online)

3. Oriente Médio

O panorama no Oriente Médio é um tema que temos que estar todo tempo atentos. Nos primeiros dia de janeiro de 2020, o presidente norte-americano, Donald Trump, autorizou que drones realizassem um ataque aéreo que resultou na morte do general iraniano Qasem Soleimani.

Trump também mandou matar o líder do Estado Islâmico (ISIS), Abu Bakr al-Baghdadi, e a gente sabe que tudo isso que acontece no Oriente Médio repercutiu rapidamente aqui no Brasil e no mundo, completou a professora Rebecca.

Um dos impactos foi o preço da gasolina, que aumentou por consequência dessa instabilidade da região, segundo professora.

Outro tópico que deve ser destaque na região é sobre a Guerra da Síria, que irá completar nove anos em 2020. A guerra envolve também a figura do povo curdo, maior povo do mundo sem território.

E para fechar o Oriente Médio, a professora de Atualidades indica ficar sempre atento à Turquia, que é o país que dá a passagem da Europa para o Oriente Médio.

🔒[Exclusivo assinantes FD]: Entenda como o conflito EUA x Irã pode ser cobrado em concursos

4. Crise do Petróleo

A crise mundial do preço do petróleo é um tema que o professor Alessander aponta como importante e que foi também influenciado pela pandemia.

No entanto, as flutuações nos valores dos barris já acontecem há um tempo. Antes da crise econômica de 2008, o professor afirmou que o barril chegou a ser cotado em $130 dólares.

Nos últimos anos, com a recuperação econômica pós-crise, chegou à $70 dólares. Atualmente está no custo de $23 dólares. Um dos motivos é a crise do coronavírus.

Você tem menos mobilidade em termos de aviação em escala mundial, menos transportes de cargas e de passageiros e automaticamente com o processo de confinamento social e de lockdown em algumas regiões, a demanda por combustível diminui. A consequência de uma queda da demanda é a redução do preço, explica o professor.

Por outro lado, engana-se quem acha que este é o único motivo. Segundo o professor, a crise vem de dentro da própria Organização dos Países Importadores de Petróleo (OPEP).

Nos último anos, Rússia e Arábia Saudita, dois grandes produtores mundiais, não entraram em acordo sobre a redução da produção de óleo no mercado internacional.

“Em virtude disso, a Arábia Saudita tomou a decisão de ampliar a sua produção, o que gerou uma queda pontual do preço do petróleo, que prejudica muito mais a Rússia do que a própria Arábia Saudita”, completa Alessander Mendes.

A procura por combustíveis mais limpos e sustentáveis também tende a ser um dos responsáveis pela diminuição da dependência mundial do petróleo e, em consequência, da demanda pelo produto.

5. Impeachment do Trump

Donald Trump é o terceiro presidente norte-americano que respondeu a um processo de Impeachment no país. A primeira etapa do processo do pedido foi aprovada pela Câmara, em sua maior parte composta por democratas.

Entretanto, o Senado norte-americano é, em sua maioria, republicano, assim como o atual presidente. Com isso, a professora Rebecca Guimarães apontou ser pouco provável que o processo avance para o Impeachment.

E de fato foi o que aconteceu. O Senado norte-americano inocentou Donald Trump, no julgamento. Confira a explicação do porquê o processo ter sido iniciado:

A acusação para este processo é de que o então presidente Donald Trump ameaçou o presidente da Ucrânia, de que não repassaria uma ajuda financeira para a área militar da Ucrânia caso o presidente ucraniano não elaborasse um dossiê/ levantamento sobre todos os passos da família de Joe Biden, explicou Rebecca.

Joe Biden é democrata e atualmente o maior adversário de Trump para as eleições presidenciais de 2020. As eleições nos Estados Unidos, inclusive, é um tema apontado pelo professor Alessander Mendes também como um assunto em destaque entre as provas de Atualidades.

Marcadas para o final de 2020, a eleição nos EUA tem tudo para ser muito disputada. Portanto, esteja atento às atualizações sobre o tema.

6. Eleições presidenciais na América do Sul

Falando em disputas presidenciais, Rebecca Guimarães aponta que é importante também o candidato ficar atento às eleições presidenciais na América do Sul.

Uma das que tiveram destaque foi a do Uruguai, com a vitória de Luis Lacalle Pou, pois isso muda as perspectivas do país sul-americano. De centro-direita, o presidente foi eleito após 15 anos consecutivos de governos de esquerda no país.

Na região, há destaque também para a eleição presidencial da Argentina, com a posse de Alberto Fernández, e a ida do vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, nesta posse.

Cristina Kirchner, como vice, volta a estar nos noticiários envolvida com a crise econômica, empréstimos junto ao FMI com juros altos e uma dinâmica econômica que preocupa, segundo a professora Rebecca.

Outro país no continente que também passou por eleição presidencial – esta muito tumultuada – foi a Bolívia. Na ocasião, a vitória de Evo Morales foi contestada e novas eleições foram marcadas para maio de 2020.

7. Guerra comercial entre China x Estados Unidos

A guerra comercial entre EUA e China é também grande destaque no mundo. E um dos pivôs desse conflito é a Huawei, empresa chinesa multinacional de equipamentos para redes e telecomunicações.

A professora Rebecca explica que a gigante chinesa está bem à frente das demais empresas no ramo e com o valor abaixo do normal no mercado com a tecnologia 5G.

Os Estados Unidos e o presidente Donald Trump querem fazer de tudo para impedir que a Huawei não avance pelo mundo nos leilões que vão começar pelo mundo para tecnologia 5G, afirma a professora do Gran Cursos.

O Reino Unido já sinalizou que a Huawei tem algumas limitações, ela não pode participar monopolizando, mas pode participar com 35% do mercado, não podendo atuar apenas no setor militar, nuclear.

Mas a Huawei é um dos grandes motivos que levam essa guerra comercial entre a China e os Estados Unidos.

Vários produtos chineses estão sendo sobretaxados ou colocando-se cotas em relação à entrada desses produtos no mercado americano, de acordo com a professora.

Assinatura Ilimitada Gran Cursos Online

8. Revisão do Bloco Econômico NAFTA

O Nafta era um bloco econômico que funcionava entre Estados Unidos, México e Canadá apenas com fins comerciais.

Segundo Rebecca Guimarães, as mudanças em relação ao bloco podem ser um tema presente nas provas de Atualidades dos concursos públicos também.

9. Crise diplomática Brasil x China

A China é hoje o maior parceiro comercial do Brasil. Segunda maior economia do mundo, o país tem no país sul-americano um de seus principais fornecedores de recursos naturais.

Apesar disso, o professor Alessander Mendes alerta para uma crise diplomática que surgiu recentemente entre os dois países como um assunto que se destacou nas notícias.

Um exemplo foi um comentário do ministro da Educação brasileiro, Abraham Weintraub, em uma rede social, em que insinuou que a China iria sair fortalecida da crise atual, associando a origem da Covid-19 ao país asiático.

Comentário reforçado também pelo ministro da Relações Exteriores do Brasil, como aponta o professor Alessander:

“O ministro Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, disse que o Brasil não iria se retratar e que, na verdade, a China faz parte de um plano global para espalhar o comunismo para o mundo como um todo e para o socialismo global.”

10. Kim Jong-un

Como a Coreia do Norte é um dos países mais fechados do mundo, o sumiço do presidente Kim Jong-un, no mês de abril de 2020, fez crescer boatos sobre o estado de saúde e a até uma possível morte do ditador.

Segundo a professora Rebecca, tudo que diz respeito à Coreia do Norte tem grande possibilidade de repercutir no mundo.

“Lembre-se que o país é detentor de bomba atômica”, alerta a professora Rebecca Guimarães.

11. Olimpíadas 2020

O Comitê Olímpico Internacional (COI) já cogita a possibilidade de cancelamento das Olimpíadas de Tóquio 2020, se até o começo do próximo ano não for desenvolvida uma vacina contra a Covid-19.

Recentemente, os jogos foram adiados para 2021. Segundo o presidente do comitê organizador, Yoshiro Mori, o impacto financeiro da transferência da data da Olimpíada vai custar milhões.

Por conta disso, adiar novamente não será possível. Nesse caso, se a pandemia não for controlada, é possível que seja o evento esportivo seja cancelado.

12. E em relação ao Brasil?

Agora, direcionando os holofotes para o Brasil, quais temas podem ser cobrados? De pandemia, passando por cenário econômico, movimentações políticas e desastres ambientais, são diversos os assuntos com chances de serem mencionados nas avaliações.

O que pode cair sobre o Brasil na parte de Atualidades para concursos em 2020?

  • Fundeb
  • Mudanças na tributação brasileira
  • Reforma Administrativa
  • Reforma da Previdência
  • Contaminação do Litoral Brasileiro
  • Brumadinho
  • Força Nacional para Amazônia
  • Reinauguração da base na Antártida
  • Eleições para vereador e prefeito
  • Crise do sistema de saúde brasileiro
  • Coronavoucher
  • Saída de Sérgio Moro do Ministério de Justiça
  • Prisão de “Fuminho”

As movimentações que estão acontecendo no Congresso brasileiro são um bom parâmetro para acompanhar no quesito de atualidades.

Uma delas é a questão do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb),que é a ajuda que a União transfere aos municípios e estados para que a educação possa contar com recursos.

“Ele vence agora em 2020 e é claro que é algo que traz grande preocupação”, alerta a professora Rebecca Guimarães.

Rebecca Guimarães pontuou também outros temas que são importantes para os interessados em concursos públicos estarem sempre monitorando no país, como as mudanças na tributação brasileira, que devem ser alteradas em 2020.

O governo também visa uma Reforma Administrativa, que impactará os novos futuros servidores que pretendem ingressar em algum cargo público.

Outro ponto é a Reforma da Previdência, tema que deve permanecer nos concursos e ser explorado pelos candidatos.

A contaminação do litoral brasileiro, com o petróleo derramado no oceano Atlântico que danificou e poluiu as praias do país em diferentes pontos também deve ser estudada com atenção.

O rompimento da barragem da Vale em 2019, em Brumadinho, pode ser um assunto forte ainda nos concursos por conta da investigação em aberto.

A professora também aponta a criação da Força Nacional Ambiental (Força Nacional para Amazônia). O objetivo da mesma é proteger a Floresta Amazônica, que é outro assunto que pode aparecer nas provas para concursos públicos.

A reinauguração da base na Antártida também é uma temática relevante. Com suas últimas atividades por volta dos anos 1980, Rebecca aposta na reinauguração da base para pesquisas brasileiras.

Por fim, a professora aponta as eleições para Vereador e Prefeito. Isso porque eleições e política podem ser um tema a ser desenvolvido em questões. Normalmente, sem tomar fins partidários, mas exigindo do estudante um análise crítica sobre diferentes assuntos.

Cenário da política e da pandemia também estão em alta

A crise no sistema de saúde brasileiro também é um ponto que o professor Alessander indica. Isso porque, nos últimos anos o país diminuiu o investimento neste setor. A consequência disso foi uma deficiência que foi ainda mais escancarada com a pandemia do coronavírus.

“A crise na Saúde escancara a necessidade da atuação do estado brasileiro em alguns setores considerados absolutamente essenciais, dentre eles a Saúde, Educação Pública, Segurança Pública, Moradia Popular e Saneamento Básico, que são elementos fundamentais da cidadania, pontua Alessander.

Durante a pandemia do coronavírus, o governo vai pagar um auxílio de R$600 por mês para pessoas de baixa renda, desempregados, trabalhadores informais e autônomos para quem estava inscrito no CadÚnico até o dia 20 de março.

O pagamento ficou popularmente conhecido como coronavoucher e tem como objetivo ajudar por três meses as pessoas que ficaram sem renda com a economia para pela pandemia.

A saída de Sérgio Moro do Ministério da Justiça, bem como as denúncias feitas pelo agora ex-ministro sobre o presidente Jair Bolsonaro, também é um tema que deve ter destaque nas provas de Atualidades.

Um outro tema à nível nacional é a prisão, em Moçambique, pela Polícia Federal de Gilberto Aparecido dos Santos, conhecido como “Fuminho”, que estava foragido há mais de 20 anos.

O preso era considerado o maior fornecedor de cocaína a uma facção com atuação em todo o Brasil, o PCC (Primeiro Comando da Capital).

Quer estudar com a Folha Dirigida e ter acesso a um conteúdo exclusivo? Saiba como!

Concursos que cobraram atualidades em seus editais e provas

Para ajudar você na sua preparação, listamos os principais concursos que cobraram a prova de Atualidades nos últimos anos. Confira!

  1. ABIN
  2. AGU 2014 Agente
  3. AGU 2014 Analista
  4. ANP 2015
  5. ANVISA 2016
  6. BB 2018
  7. BNDES 2015
  8. Prefeitura de Caxias 2016
  9. CEF 2014
  10. CGM Niterói 2017
  11. Câmara Municipal Rio de Janeiro 2015
  12. Depen 2020
  13. Guarda Municipal Niterói 2017
  14. IBGE 2016 APT
  15. IFRJ 2015
  16. INPI 2012
  17. IPHAN 2018
  18. Ministério da Fazenda 2014
  19. MP-SP 2016
  20. Ministério do Trabalho e Emprego 2015
  21. PC-SP 2018 Agente
  22. PC-SP 2018 Escrivão
  23. PC-SP 2018 Investigador
  24. PM-SP 2018
  25. SAPSP
  26. SEFAZ SP 2015
  27. SMERIO 2015
  28. SMERIO Geografia 2016
  29. SMTR RIO 2015
  30. TCU 2015
  31. TRE-BA 2017
  32. TRE-RJ 2017
  33. TRF2 2016
  34. TRT-RJ 2017

Compartilhe o conteúdo

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. jackson batista nogueira disse:

    gostei dos assuntos deu uma clareada na mente em relação a economia mundial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *