fbpx

O que é a Técnica Pomodoro para estudar

Compartilhe o conteúdo

Conseguir se concentrar nos estudos pode ser um desafio para quem está se preparando para concurso. Além de preocupações cotidianas, são diversas distrações. Por isso, a Técnica Pomodoro é usada para estudar.

Existem diferentes estudos que mostram o quanto perdemos o foco rápido. Por outro lado, fazer intervalos entre as atividades pode ajudar na concentração.

O que nos leva ao Método Pomodoro. Perceba que existem diversas técnicas para aumentar a concentração, mas neste post focaremos com maior ênfase na Técnica Podomoro. Você já conhece?

Técnica de Pomodoro

A Técnica de Pomodoro foi inventada pelo italiano Francesco Cirillo e o nome remete ao timer usado, que era no formato de um tomate (Imagem: Freepik)

Como surgiu a Técnica Pomodoro?

A Técnica Pomodoro foi desenvolvida no final da década de 1980 pelo italiano Francesco Cirillo, quando ainda era universitário.

Na ocasião, ele queria aumentar sua produtividade na faculdade. Para isso, começou a usar o timer da cozinha para cronometrar suas tarefas.

O timer de Cirillo tinha o formato de tomate – pomodoro, em italiano. Cronometrava 25 minutos e, no final do tempo, emitia um barulho alto.

Nesses 25 minutos, ele ficava completamente focado no que estava fazendo. O resultado foi tão positivo que, em 1992, ele divulgou sua técnica para o mundo.

Como funciona a Técnica Pomodoro para estudar?

O que chamou a atenção de seu inventor foi que, ao dividir seus afazeres em blocos de tempo de 25 minutos, ele conseguiu se manter mais concentrado e ser mais produtivo.

A metodologia funciona da seguinte maneira:

  • Faça uma lista das tarefas que precisam ser cumpridas
  • Divida essas tarefas em blocos de 25 minutos (pomodoros)
  • Ative um cronômetro e trabalhe em uma das tarefas por 25 minutos ininterruptos
  • Quando o cronômetro tocar, faça uma pausa de 5 minutos
  • Depois desses 5 minutos, reative ao cronômetro e retome as atividades
  • Após repetir esse ciclo quatro vezes, faça uma pausa maior, entre 15 e 30 minutos para descansar melhor e deixar o seu cérebro oxigenar.

Lembrando que você não precisa seguir a técnica à risca. Pode aumentar os blocos para 30 minutos, diminuir para 20, aumentar os intervalos…

Como sempre falamos aqui, tudo depende do estudante testar e descobrir o que funciona melhor para sua realidade!

Ah, e você pode usar tanto um cronômetro quanto aplicativos ou sites que fazem essa contagem.

O que é a técnica de pomodoro

Outra técnicas de concentração

Manter a concentração em meio a tantas tarefas do dia a dia é mesmo um desafio.

Muitas vezes, quando nos propomos a fazer alguma coisa, a nossa mente viaja para outro lugar. O problema é quando isso acontece exatamente durante o estudo.

Existem diversas outras técnicas para ajudar a manter a concentração, para aplicar individualmente ou em paralelo com a Técnica Pomodoro, como Mindfulness e a Prática dos Três Passos.

Smart Planner Folha Dirigida

Como manter a organização nos estudos?

Não basta apenas ter um processo de concentração e gestão de tempo. Organizar as tarefas, que nesse caso são seus estudos, também é fundamental.

Assim como para concentração, existem diversas técnicas e formas de organizar os estudos, como o checklist ou o ciclo de estudos.

O ciclo de estudos, inclusive, é o método usado no Smart Planner (saiba como funciona nesse post), a ferramenta da Folha Dirigida para planejamento automatizado e personalizado.

Depois de selecionar o concurso para o qual está se preparando e o tempo que tem para estudar, a ferramenta cria um plano de estudos usando a metodologia dos ciclos e reservando momento para revisão.

Lembra sobre o passo da Técnica Pomodoro de listar as tarefas?

A vantagem do Smart Planner é que ele já delega qual ou quais matérias estudar no dia e a quantidade de tempo para cada uma. Assim, você só precisa dividir o seu tempo em pomodoros e estudar!

Quer saber mais sobre o Smart Planner? Confira esses conteúdos relacionados:


Compartilhe o conteúdo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *