fbpx

Repetição Espaçada: o que é e como fazer?

Compartilhe o conteúdo

Você tem dificuldade de guardar na memória os conteúdos que estuda? Pois saiba que, para que o seu cérebro armazene um determinado assunto, é preciso que ele seja revisto diversas vezes.

Quem descobriu isso foi o filósofo alemão Hermann Ebbinghaus junto com os estudos sobre a Curva do Esquecimento.

Segundo o estudioso, é preciso que uma informação seja reprisada com regularidade no nosso cérebro para que seja lembrada.

Daí surgiu a técnica de estudo da Repetição Espaçada.

Neste post, vamos explicar o que é esse método e como ele pode ajudar no seus estudos. A regra também é usada no Smart Planner, a ferramenta de planejamento automatizada e personalizada da Folha Dirigida.

Lembrando que existem diversas outras técnicas de revisão e que, o que funciona para uma pessoa, não necessariamente funciona para outra.

E é isso que destacamos no Método Futuro Servidor. O estudante deve conhecer (e testar) as técnicas para ter uma rotina adaptada à sua realidade.

É preciso que uma informação seja reprisada com regularidade no nosso cérebro para que seja lembrada

É preciso que uma informação seja reprisada com regularidade no nosso cérebro para que seja lembrada (Foto: Freepik)

A Curva do Esquecimento e a Repetição Espaçada

Em poucas palavras, a teoria da Curva do Esquecimento de Hermann Ebbinghaus resumiu que a nossa memória funciona da seguinte forma:

  • Em 20 minutos, você esquece 42% do que aprendeu
  • Depois de uma hora, esquece 56%
  • Em 30 dias, já se foram cerca de 80% dos conhecimentos que você adquiriu

O momento em que você acabou de aprender algo novo é quando você esquece a maior parte do que acabou de absorver e, conforme o tempo vai passando, vai esquecendo ainda mais.

Já reparou como é mais fácil lembrar de eventos recentes do que os que ocorreram em uma quantidade de tempo maior? O mesmo acontece com os estudos.

O que é a Repetição Espaçada?

A técnica da Repetição Espaçada ou Spaced Repetition System (SPS) sugere que seja estudado um determinado assunto e que, depois, sejam definidos intervalos de tempo para retornar a ele.

No início, os intervalos são menores, até que eles ficam cada vez mais espaçados entre si. A revisão 24/7/30, inclusive, utiliza a Repetição Espaçada como base para seu cronograma.

A primeira revisão é em até 24 horas. Depois de uma semana, você deve revisitar o conteúdo estudado na semana anterior. Dessa forma, você estimula mais a sua memória.

Por último, deve estudar 30 dias, ou seja, fazer uma revisão do que você viu no último mês e aí você termina de neutralizar o que a curva de esquecimento tem de pior.

Esse método de aprendizagem de estudar com intervalos regulares entre uma sessão e outra costuma ser muito utilizado associado aos flashcards.

Funciona como uma técnica de revisão: o aluno revisa o conteúdo logo antes do momento de o esquecer. Vamos supor uma situação.

Você leu a teoria apenas. Com o tempo, esqueceu boa parte do que estudou (é a Curva do Esquecimento). Porém, se você ativamente revisar o conteúdo, diminuirá esse “esquecimento”, certo?

Curva do Esquecimento

Como aplicar a Repetição Espaçada nos estudos

Parece simples, não é mesmo? Pois saiba que existe um jeito certo de aplicar a Repetição Espaçada nos estudos!

Pode até ser que repetir algo até que você grave funcione, mas também há formas melhores de fazer render melhor esse tempo tão precioso para o estudante que é o momento da revisão.

Aqui, vamos sugerir o uso da Repetição Espaçada através dos flashcards.

Flashcards

Você já sabe como aplicar os flashcards nos seus estudos?

Do inglês, cartão (card) rápido/instantâneo (flash), os flashcards são cartões ou fichas em que as perguntas são escritas na frente e as respostas, atrás.

É importante que cada cartão contenha apenas uma informação (pergunta). Também pode conter imagens, sons ou sentenças.

Eles podem ser usados em diversas situações, desde crianças aprendendo a ler, para quem está estudando um novo idioma e até mesmo na preparação para concursos públicos!

Os flashcards ativam a memória tentando lembrar de conteúdos através de perguntas e respostas ou pequenas sentenças.

O professor Leonardo Murga destaca alguns benefícios de estudar por flashcards para concursos:

A pessoa precisa ler o material ou assistir à videoaula para começar a fazer os resumos do que acabou de aprender. O flashcard força a sintetizar  com palavras-chave, o que ajudará até em uma eventual prova discursiva, porque você vai aprender o poder de síntese e de puxar palavras-chave. Ou seja, treinará o poder de escrever um conteúdo de maneira bem resumida.

Como usar os flashcards nos estudos para concursos públicos

A técnica é muito simples e pode ser usada por qualquer um que tenha um papel e uma caneta em mãos. Basta escrever uma pergunta de um lado e a resposta do outro.

Na hora de revisar, faça a pergunta para si mesmo, responda e confira a resposta do outro lado do cartão.

Fácil, não é mesmo?

Uma dica importante é você mesmo fazer os seus próprios flashcards, pois enquanto escreve as perguntas e respostas, também está absorvendo o conteúdo.

Outro conselho é inverter o processo, ou seja, ler as respostas antes das perguntas. Você estará preparando seu cérebro para lidar com a mesma informação de formas diferentes.

Flashcards

Passo a passo para estudar com flashcards

O jornalista científico Sebastin Leitner elaborou uma forma de estudar utilizando flashcards através da técnica de Repetição Espaçada. Ela consiste em utilizar caixas numeradas para eles.

  • O primeiro passo é organizar seus flashcards em uma caixa e começar a estudar por ela.
  • Se acertar a questão, mova-o para próxima caixa. Se não, mantenha o flashcard na primeira, pois isso significa que esse é um conteúdo que você precisar rever.
  • Quando for revisar a segunda caixa, aquela que tem as questões que você acertou, repita o processo, isto é, passe-as adiante para uma nova caixa se as acertar novamente e, se errar, coloque-as na primeira, a da revisão frequente.
  • Se quando chegar na vez de responder as questões da terceira caixa e você acertar pela terceira vez, pode colocar esse card em uma pilha que não precisará ser revista. Isso significa que o conteúdo está tão bem fixado na sua memória. Se errar, coloque-o na primeira.

Importante: mesmo que você não use a técnica das caixas e mantenha apenas pilha de cartões para revisões programadas, não junte tudo para ler de uma vez, apenas na véspera da prova!

Como o Smart Planner usa a técnica da Repetição Espaçada

O Smart Planner usa o método de revisão 24/7/30 para programar as revisões de suas repetições espaçadas da seguinte reforma:

  • Diárias de 20 a 40 minutos para revisar o que foi estudado no dia anterior
  • Semanais de 10 a 20 minutos para revisar o conteúdo de sete dias atrás
  • Mensais de quatro em quatro semanas para revisar todo o conteúdo estudado até então

Dessa forma, você consegue otimizar o seu tempo nos estudos de maneira que não deixe de rever conteúdos antigos.

Também não deixa de estudar assuntos novos, na medida que ele planeja um momento exato para cada etapa dos seus estudos.

Como é automático, o planejador otimiza o seu tempo para os estudos, já que ele faz os planos para você, de acordo com as disciplinas do seu edital.

Assim, você pode usar o seu momento reservado para os estudos para, de fato, estudar.

Experimente já o Smart Planner e comece a programar o seus estudos usando a Repetição Espaçada como uma das técnicas!

Smart Planner Folha Dirigida


Compartilhe o conteúdo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *