fbpx

Quais as opções para o estudante de Direito depois de se formar?

Você sabe quais são as opções para o estudante de Direito depois de se formar na graduação?

Imagina só a situação: você estuda muito para o vestibular, entra no ensino superior, passa horas analisando casos, estudando leis, decretos, súmulas, termina a faculdade e começa tudo outra vez para o exame da OAB.

Registro na mão, chegou a hora de ingressar no mercado de trabalho e construir sua carreira. É exatamente nesse ponto que muitos alcançam um impasse: qual caminho seguir?

As opções são muitas, portanto, para aqueles que ainda não têm um objetivo claro definido, há muito o que considerar antes de tomar uma decisão.

A boa notícia é que listamos abaixo algumas sugestões para ajudá-lo a estabelecer a sua meta profissional e, a partir disso, construir uma carreira rumo ao sucesso.

Quem é formado em Direito pode trabalhar em:

Funcionalismo público

Se os seus olhos brilham ao pensar em um cargo no Ministério Público ou na prática da Advocacia Pública, este é o caminho a seguir.

Aliás, devido aos indiscutíveis benefícios, como estabilidade e boa remuneração, a carreira em um cargo público se tornou o objetivo de vida profissional de muitas pessoas, independentemente de suas formações.

Embora seja uma carreira concorrida, ser aprovado em um concurso público é uma tarefa que exige foco e determinação.

A recompensa, porém, vale a pena. Confira algumas opções de cargos públicos para formados em Direito:

  • Delegado de Polícia Civil ou Federal
  • Professor acadêmico
  • Defensor Público
  • Analista Judiciário
  • Auditor da Receita Federal
  • Consultor legislativo
  • Diplomata
  • Oficial de Justiça
  • Oficial da Polícia Militar
  • Procurador da República
  • Promotor de Justiça
  • Juiz

Setor privado

Os escritórios de advocacia são, também, uma opção de caminho a seguir pelo recém-formado em Direito.

Muitos advogados já começam a estagiar nesses locais antes mesmo de se formarem para que possam ganhar experiência e conhecer o mercado de trabalho que os aguarda.

Comparado à carreira pública, o setor privado oferece menor estabilidade e remuneração, pelo menos até que o advogado estabeleça uma reputação e uma carteira de clientes, o que pode demorar anos.

Além disso, as áreas do Direito no segmento privado se expandem de maneiras diferentes. Isso significa que uma área do Direito que está em destaque hoje, pode dar lugar a outra em um futuro bem próximo.

Essa situação exige flexibilidade e muita determinação do advogado recém-formado. Alguns exemplos de área que um Advogado pode atuar são:

  • Direito Tributário
  • Direito Administrativo
  • Direito Comercial
  • Direito Contratual
  • Direito Digital
  • Direito Trabalhista
  • Direito Previdenciário
  • Arbitragem no Direito Internacional
  • Direito Penal
  • Direito Criminal
  • Direito de Propriedade Intelectual
  • Direito do Consumidor
  • Direito Ambiental

Empreendedorismo

Umas das opções para o estudante de Direito é o empreendedorismo.

Por ser um profissional liberal, o advogado pode colocar sua veia empreendedora para trabalhar e abrir seu próprio escritório.

Esta prática exige uma dose extra de determinação e paciência até conseguir se estabelecer, porém, muitos profissionais conseguem fazer um bom planejamento para entrarem neste modelo de negócio.

Ao empreender, todas as áreas citadas anteriores servem de caminho para o graduado em Direito.

Outras carreiras

Não há dúvidas de que o curso de Direito é um dos cursos mais abrangentes quando se pensa na atuação profissional.

Mesmo para aqueles que desejam ingressar na carreira pública, as possibilidades são muitas.

No setor privado, acontece o mesmo: muitos advogados migram para a Consultoria Empresarial, Política, Economia e até a Sociologia, construindo carreiras de muito sucesso e tornando-se profissionais influentes nestes segmentos.

Para quem não quiser empreender, pode buscar o caminho inicial de advogado correspondente ou correspondente jurídico. 

Esse é o profissional com os conhecimentos jurídicos, formados em Direito, que prestam serviços para escritórios e até advogados que já estão empreendendo o seu próprio negócio.

O futuro bacharel em Direito pode também atuar com pesquisa e na área acadêmica, como Jurista. Esse é um caminho para quem gostar de analisar decisões jurisprudenciais, debater sobre o universo Jurídico e gosta de explorar o intelecto.
Outra opção é como professor acadêmico. Para atuar em universidades públicas, o futuro formando em Direito precisará investir em concurso público e em uma trajetória curricular que envolva Mestrado e Doutorado.
Porém, ainda é possível atuar como professor acadêmico em universidades privadas, sem a necessidade de prestar um concurso público.

Mais do que alcançar uma posição rapidamente, o advogado recém-formado deve se concentrar em aproveitar as oportunidades que aparecerem ao seu redor, bem como estar atento às tendências de sua profissão.

O esforço vale a pena!

Agora que você já sabe quais são as opções para o estudante de Direito depois de se formar, que tal dar um gás na sua preparação para o Exame da OAB?

Baixe agora o e-book gratuito com os 4 Passos para Aprovação na OAB.

Áreas que um graduado em Direito pode trabalhar

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *