fbpx

Método de estudo para concurso: Futuro Servidor

Compartilhe o conteúdo

Ter um método de estudo para concurso significa seguir um processo para facilitar sua rotina de preparação.

Talvez você saiba o que é começar a semana, ou mesmo seu dia, sem saber o que deve fazer, qual disciplina estudar, se deve revisar…

E até organizar tudo isso, tempo foi perdido. Ou você opta por apenas escolher a matéria que mais gosta para rever só para facilitar?

Isso precisa mudar!

O primeiro passo de um método para passar em concurso público é ter organização. É definir o seu foco e montar uma estratégia para alcançar esse objetivo.

O Método Futuro Servidor foi pensado para você aplicar essa vontade toda em um processo de estudos com o objetivo da sua aprovação. E você pode fazer tudo sozinho.

Só depende de você.

Tá, mas por que toda essa introdução? Nós queremos apresentar a você o método de estudo para concurso público da Folha Dirigida.

 

Para o método de estudos para concurso do Futuro Servidor funcionar, é preciso ter dedicação

Para o método de estudos para concurso do Futuro Servidor funcionar, é preciso ter dedicação (Foto: Unsplash)

O que é esse método de estudo para concurso?

O Método Futuro Servidor é um processo de estudos desenvolvido para trazer mais organização na rotina de quem se prepara para concursos.

Então, quem está perdido sobre por onde começar ou sobre o caminho que está seguindo, o método é para trazer uma luz a esse caminho ainda encoberto.

Esse processo de estudos foi desenvolvido pela Folha Dirigida em parceria com o professor Leonardo Murga, e é baseado em quatro pilares fundamentais:

1 – Informação e Planejamento
2 – Rotina de Estudos
3 – Revisão Científica
4 – Preparação Mental e Emocional

4 pilares do Método Futuro Servidor

Mas será que essa metodologia de estudo para concurso é para você?

Aí é que tá, só você poderá responder a essa pergunta.

O Método Futuro Servidor pode ser usado por qualquer estudante que vá fazer um concurso público que tenha prova objetiva, ou seja, praticamente todos.

Também é aplicável a quem é iniciante e decidiu fazer concurso agora, ou mesmo para quem já fez diversas provas, mas acha que ainda falta alguma coisa.

Porém, o requisito básico para usar essa metodologia é apenas um: dedicação.

Por isso falamos que só depende de você seguir essa metodologia e só depende de você dizer se esse Método se aplica à sua realidade.

Tudo bem, me convenci. E agora?

Agora você precisa entender o que esse método de aprendizado para concursos significa. Todos os passos foram pensados levando em conta aspectos que o estudante precisa se preocupar no dia a dia.

Isso significa que, além de se preocupar com o conhecimento das provas (as hard skills), é importante que o futuro servidor desenvolva suas soft skills.

Antes do passo a passo (que você verá mais abaixo), você precisa entender a base desse Método:

1 – Informação e Planejamento

O futuro servidor precisa ser bem informado. Esse é o primeiro pilar do Método.

Precisa estar bem informado sobre as carreiras e órgãos para poder decidir o seu foco, e saber o que realmente gosta de fazer, antes de tomar uma decisão.

Também deve estar bem informado sobre os concursos e temas relacionados, sabendo buscar nas fontes corretas as informações.

2 – Rotina de Estudos

O segundo pilar é ter uma rotina de estudos bem definida, de acordo com a sua realidade. Significa construir um cronograma com o seu tempo disponível e baseado em ciclos de estudo.

O concurso ainda está longe? Melhor iniciar o quanto antes a sua preparação para construir conhecimento, sem esperar pelo edital.

Nos ciclos de estudo, combine leitura com áudio e vídeos para tentar reter ainda mais conhecimento. E faça muitos exercícios.

3 – Revisão Científica

A revisão é parte essencial desse método de estudos para concurso, e isso é comprovado cientificamente. Mas você precisa revisar nos momentos certos, que seria logo antes de esquecer alguma coisa.

Parece confuso, mas a teoria científica da Curva do Esquecimento, do psicólogo alemão Hermann Ebbinghaus, mostra o quanto as pessoas esquecem das coisas em alguns dias. E, quando esse tempo chega a um mês, quase 80% do conteúdo foi “perdido”.

Por isso, o Método é bastante focado em revisões, sejam diárias ou semanais, além das mensais e também próximas à data da prova.

O objetivo é você manter o conteúdo sempre fresco na memória e treinar-se constantemente.

4 – Preparação Mental e Emocional

O futuro servidor precisa cuidar do seu emocional para encarar a rotina e o dia da prova, o que inclui praticar atividades físicas regularmente, cuidar da alimentação e até meditar como forma de controle da ansiedade.

Outra parte fundamental, e que se mistura ao primeiro pilar, é você estar bem informado sobre si. Isso significa conhecer suas aptidões e o que mais gosta de fazer para definir sua carreira.

Assim como saber sobre sua rotina, sobre o quanto você consegue se dedicar, entre outros pontos, para construir metas realistas e alcançáveis. E, a cada meta cumprida, mais um incentivo seu emocional ganha, concorda?

Faça o download do e-book agora mesmo!
download ebook Método Futuro Servidor da Folha Dirigida

Como aplicar esse método de estudo para concurso?

Hora da ação!

O método é baseado na ciência e prevê, nos blocos de estudo, as seguintes etapas:

  • Estudo da teoria
  • Revisões frequentes (diárias e/ou semanais)
  • A grande revisão da reta final
  • Revisão final (antes da prova)
  • Resolução de exercícios
  • Reposição de conteúdo
  • Atividades físicas

Tudo isso deve fazer parte de um ciclo de estudos, sempre com três disciplinas. Vamos aos detalhes de cada item.

Etapas do Método do Futuro Servidor

Estudo da teoria

Esse é um dos primeiros pontos de contato com a matéria, assim como as questões. É importante até mesmo para você construir o seu próprio material de revisão.

Tenha em mente que, quanto mais você entende do assunto, menos será necessário recorrer à teoria. As revisões já deveriam ser suficientes.

Revisões frequentes (diárias e/ou semanais)

O aluno revisará diariamente os conteúdos estudados no dia anterior e o tempo dos blocos de revisão diária pode variar entre 20 a 40 minutos.

Mas, você pode optar também por revisar apenas semanalmente o conteúdo estudado nos últimos sete dias. Se você optar por revisões diárias, as semanais podem ter blocos entre 10 a 20 minutos.

Já a revisão mensal é essencial (lembra da Curva do Esquecimento?). A cada quatro semanas, separe uma semana para revisar todo o conteúdo visto até o momento, desde o início dos seus estudos.

Revisão da Reta Final

Essa é a revisão que acontece próximo à data da prova, cerca de 45 dias antes. É uma etapa para focar em fazer exercícios e praticar bastante antes do grande dia.

Revisão final

Essa etapa acontecerá após a Reta Final, mais especificamente duas semanas antes da data da prova. Será reservada para a revisão de todo o conteúdo produzido ao longo dos seus estudos e consolidar a aprendizagem.

Resolução de exercícios

Essa é uma etapa que deve constar nos blocos diários de estudos e, se você preferir, ter até um dia da semana dedicado inteiramente a fazer exercícios.

As questões ajudam a assimilar melhor o conteúdo, indica quais os seus pontos fortes e fracos em uma disciplina, e familiariza com a banca e instituição do concurso.

Reposição de conteúdo

Imprevistos acontecem e, por esse motivo, você deve ter um dia dedicado à reposição de conteúdo, com a inclusão de blocos de teorias que foram perdidos durante a semana.

Atividades físicas

As atividades físicas fazem parte dos hábitos saudáveis que todos devem ter, independentemente de ter teste físico no seu concurso.

A Organização Mundial da Saúde recomenda a adultos entre 18 e 64 anos realizar, por semana, pelo menos:

  • 150 minutos semanais de atividades físicas, de intensidade moderada;
  • Ou 75 minutos de atividade física de intensidade maior ao longo da semana;
  • Ou uma combinação equivalente de atividade de intensidade moderada e forte.

Mas os benefícios dessas atividades não param por aí. Confira nesse conteúdo explicado pelo neurocientista, dr. Pablo Vinicius.

Ah, sabia que o seu sono também deve estar em dia? E, além disso, a sua alimentação pode ter influência direta no seu rendimento? Tudo isso deve ser considerado nesse método de estudos.

Como fazer atividade física em casa

Existem alternativas que você pode recorrer dentro da sua própria casa para manter o ritmo de treinos (Foto: Freepik)

Como eu coloco em prática tudo isso?

Para montar o seu ciclo de estudos, a regra é ter simplicidade. E quem explica é o professor Leonardo Murga. O ciclo deve seguir esse passo a passo:

1 – Listar todas as disciplinas que caem no concurso

2 – Verificar quais possuem conexão entre si

3 – Agrupá-las de 3 em 3

Durante o processo de estudos, quando você acabar uma das matérias do ciclo, deve “puxar” a próxima de outro ciclo, que tenha similaridade com as duas que você ainda está estudando.

Assim, você mantém a regra de estudar sempre de 3 em 3.

Pronto, agora é com você!

O método de estudo para concursos do Futuro Servidor está pronto para você aplicar.

Se você ficar com alguma dúvida, deixe nos comentários aqui abaixo que teremos o maior prazer em ajudar você.

ebook do método futuro servidor


Compartilhe o conteúdo

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Wanderley Vieira silva disse:

    Achei útil

    • Folha Dirigida disse:

      Olá, Wanderley! Tudo bem? Que bom que gostou do conteúdo! Caso tenha alguma sugestão do seu interesse, pode entrar em contato conosco também! Abraços, Blog FD!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *