fbpx

Como lidar com as incertezas da vida de concurseiro

Compartilhe o conteúdo

Encarar as incertezas na vida de concurseiro não é fácil. Ao optar por este caminho, você deve estar ciente de que estará sujeito a uma série de dúvidas.

Desde a escolha da área de atuação, a como fazer o planejamento de estudos e até se terá sucesso nessa empreitada.

Já vivemos um mundo em constante mutação. Portanto, é preciso se preparar caso isso atinja o dia a dia e a rotina de estudos.

Em décadas anteriores, era comum um contexto no qual havia segurança nas relações pessoais e profissionais. Hoje, esse panorama é diferente.

Em nossa cabeça, perguntas frequentes são repetidas:

  • Será que eu consigo?
  • Vai dar certo?
  • Será que eu vou conseguir manter o meu emprego?
  • Vou passar no concurso público?
  • A relação pessoal que eu tenho é saudável?

Em relação ao mercado de trabalho, antes as pessoas tinham como certo permanecer a vida toda em um único emprego. O conceito de estabilidade fazia parte daquela geração.

Como lidar com as incertezas da vida

No mundo de hoje, tudo é incerto, aponta o psicanalista Marcelino Viana

Com o decorrer do tempo, com as mudanças no mundo proporcionadas pela globalização, nas formas de comunicação, relações e tecnologias, podemos afirmar hoje: tudo é incerto.

Isso é o que afirma o psicanalista Marcelino Viana, professor de preparatórios para concursos públicos e Enem, além de psicomotricista relacional com mestrado internacional e servidor público.

Segundo o professor, todas essas mudanças na nossa vida geram dúvidas e incertezas. Transformações passaram a fazer parte do nosso cotidiano.

 📝Guia: 51 dicas para concursos públicos

E as incertezas no mundo dos concursos públicos?

Quando falamos sobre busca por um emprego, muitas incertezas aparecem. Para ser servidor público, isso não é diferente.

Dentre inúmeros questionamentos, o ponto de partida é você avaliar se terá apoio, recursos, se vale a pena largar um emprego ou conciliar esse trabalho com os estudos.

Basicamente, de primeira, todo mundo se questiona com essa pergunta: “e se não der certo?”.

O primeiro passo para você construir uma trajetória sólida é aceitar que você sempre estará rodeado de incertezas e estabelecer a primeira certeza dentro de você. Mas o que seria essa certeza? 

Marcelino Viana indicou alguns passos para ajudar a lidar com essas incertezas da vida:

1. Defina seus objetivos

Quando estiver pensando em embarcar na carreira pública, se questione primeiro sobre qual é o seu objetivo. O que você deseja?

Conquistar a estabilidade, um salário bom e viver com as responsabilidades de um cargo público?

Pode parecer estranho, porém é possível que alguém que não se pergunte sobre esses fatores. E , ao ser aprovado e iniciar a carreira como servidor, não consiga encontrar a felicidade. Logo, questione-se:

O que eu desejo? Quero? Como vou fazer para conseguir?

Encontre a sua certeza. Faça o mapa do que você deseja e vai realizar como servidor público para, dessa forma, definir sua meta.

📝Como ter rotina de estudos: o que devo mudar?

2. Se necessário, mude a rota

Com seu objetivo definido, você deve saber também que pode acontecer do caminho escolhido não ser de paz e facilidade. Nem sempre o concurso que você escolheu pode ser o ideal para você.

Seu estudo pode ser dificultado por um conteúdo o qual você não consegue assimilar bem, ou até mesmo o tipo de concurso pode ser uma decepção. Faça uma avaliação da sua trajetória.

Você tem certeza de que está no caminho que deseja?

Avalie seu percurso cognitivo, de aprendizado e emocional. Ao fazer sua análise, perceba e obtenha a consciência necessária do que precisa mudar. A dúvida gera uma inconstância na sua caminhada.

O professor Marcelino explica que prosseguir distante daquilo que se deseja realizar é o que, inconscientemente, começa a gerar ansiedade.

E essa ansiedade vira uma barreira para os estudos, atrapalhar o rendimento e, em consequência, sua motivação.

Diferente da empolgação inicial, que é passageira, a motivação em busca de seus objetivos deve permanecer constante

“Se você caminha na rota certa, automaticamente você consegue manter uma motivação e consegue seguir”, explica o professor Marcelino Viana.

3. Recue e, se precisar, peça ajuda

Pare, avalie e reavalie. Avaliou que não está no caminho certo? A hora de mudança é agora. Você é o guia de seus passos. Se necessário, recue, remonte seu projeto e recomece.

Caso seja preciso, busque ajuda de profissionais na sua jornada.

Segundo Marcelino Viana, psicólogos, psiquiatras e especialistas podem ajudar você a encontrar alternativas para facilitar a sua trajetória e conquistar o tão sonhado objetivo: a vaga como servidor público.

fd-anual

E agora, o que fazer?

Todas essas dicas e informações do professor têm como objetivo ajudar você a favorecer o seu autoconhecimento e potencializar a sua inteligência emocional para os diversos concursos públicos do país.

Você pode conferir mais no Treine sua Mente, disponível no canal da FD.


Compartilhe o conteúdo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *