fbpx

Quantas horas por dia de estudo para passar em concurso é preciso?

Uma dúvida muito comum entre os futuros servidores é saber definir quantas horas por dia de estudo para passar em concurso é preciso.

Alguns acreditam que estudar por muito tempo significa qualidade. Porém, nem sempre quantidade significará um aprendizado efetivo. Qualidade é sempre melhor que quantidade.

Para ajudar a definir quantas horas por dia de estudo para passar em concurso, consultamos o doutor Pablo Vinicius, psiquiatra e especialista em Medicina do Sono, e o fundador da EduQC, Victor Maia.

Quantas horas por dia de estudo para passar em concurso é ideal para você?

Quantas horas por dia de estudo para passar em concurso é ideal para você? (Foto: Freepik)

Administração de tempo para concursos

A administração do tempo para concursos não apenas é importante, como indispensável e prioridade. Só quando tomarmos as rédeas de nosso tempo é que conseguiremos colocar a vida em ordem.

Assim, desempenhamos bem nossas tarefas e investimos nos nossos sonhos. Aqui, no caso, a aprovação em concurso público.

Além disso, quando somos organizados, podemos aproveitar também os momentos de diversão, lazer e família sem culpa.

Durante a preparação para as provas, às vezes sentimos pressão por conta dos prazos, sensação de falta de tempo para estudar e dificuldade para dar conta de todas as demais atividades que realizamos.

Essa sensação funciona como termômetro do nível de comprometimento com o que desejamos. Mas, quando começa a prejudicar os estudos, é hora de pisar no freio e descobrir uma maneira melhor de administrar as pressões e suas atividades.

O bom preparo é feito com muita dedicação e com equilíbrio.

Mitos sobre a administração do tempo

Um dos principais mitos sobre a administração de tempo é que ela fará com que sua vida se torne chata e burocrática.

Ao gerenciar corretamente o dia a dia, aumenta-se o período destinado a:

  • Trabalho
  • Estudo
  • Lazer
  • Família
  • Amigos
  • Compras
  • Festas

Passamos a otimizar o tempo para todas as atividades que nos dão prazer. Portanto, planejá-las não vai tirar a espontaneidade e o prazer da vida. Pelo contrário, dará mais tempo a elas.

Outro mito frequente é o de que existe apenas uma maneira correta de gerenciar o tempo. A verdade é que cada pessoa administra suas atividades de acordo com a sua necessidade.

Não existe apenas uma maneira correta. Não há uma solução mágica para resolver os problemas de falta de tempo.

Mas, no geral, é necessário mudar radicalmente a rotina.

Para isso, você vai precisar, em primeiro lugar, compreender como funciona o seu dia. É necessário determinar:

  • Quais são as atividades que você realiza ao longo do dia?
  • Qual a sua duração?
  • Quais as que podem ser delegadas?
  • Quais atividades podem ser adiadas para depois de sua aprovação?

Quando as pessoas pensam em atividades que podem ser adiadas, não raro pensam em tirar algumas horas de sono, distanciar-se de amigos e família ou cortar os momentos de atividade física.

Se você pensou em adiar ou eliminar alguma dessas atividades, cuidado. Essas atividades são essenciais para você estar saudável.

Sono

O sono é vital para sua preparação, porque é o período no qual o cérebro converte as informações aprendidas ao longo do dia, em memória de longo prazo. Ao dormir e fixar a matéria, você evita, por exemplo, aquela sensação de estudar e não reter conteúdo.

Momentos de lazer

O tempo com a família ou de lazer, quando não são tratados como fugas mentais, atuam como momentos de relaxamento e de recuperação das energias para retomar os estudos.

Atividade física

Em relação à atividade física, entenda que mente sã, corpo são. Se você não está saudável, se o seu corpo não está preparado para a maratona dos concursos, você vai acabar desistindo antes de cruzar a linha de chegada.

Portanto, mantenha suas atividades físicas regulares. Trinta minutos de caminhada três vezes por semana são suficientes.

Montando uma grade horária

Após estabelecer quais são as atividades, é o momento de compreender como realizá-las e como melhorar a maneira de desenvolvê-las. Pergunte-se:

  • Que horas são realizadas as tarefas do meu dia?
  • Que período do dia é mais produtivo para cada atividade?
  • Programei o tempo que as atividades exigiam?
  • Quais atividades demandam mais tempo?
  • Quais atividades demandam menos tempo?

Respondidas essas perguntas, você tem em mãos um esboço inicial do seu quadro de atividades: sua grade horária.

Em cima dela, você trabalhará para saber quais são as suas prioridades, quanto tempo dedicar a elas, às outras tarefas do dia a dia e de que maneira você pode aproveitar melhor o tempo entre as atividades.

Se você passa longos períodos em trânsito ou ônibus, por exemplo, pode levar sempre um livro ou audiobook que sirva de apoio ao seu estudo, ou até mesmo gravar a matéria em um áudio para ouvir no percurso.

Para não perder tempo de estudo ou de qualquer outra atividade, faça um inventário das coisas que precisará para aquela tarefa antes de começar a realizá-la.

No caso do estudo, tenha em mãos:

  • Os livros das matérias que serão utilizados
  • Lápis
  • Borracha
  • Caneta
  • Água

Eles devem estar sempre ao seu alcance, porque além de evitar interrupções, são esses detalhes que tornarão seu estudo mais ágil e otimizado.

Use a Técnica Pomodoro

Lembre também de seguir a Técnica Pomodoro: estudar por 25 minutos, sem interrupções.

Se você costuma sentir fome durante o estudo, mantenha por perto uma fruta, biscoito de baixa caloria ou barrinha de cereal, mas os use com moderação. Evite comer a todo momento, como um vício.

Prefira comer somente em seus intervalos, que são de cinco minutos a cada 25 minutos de estudo e entre 15 e 30 minutos após quatro pomodoros.

Comece desde já a exercitar o gerenciamento do seu tempo. Exercite realizar as atividades dentro dos prazos determinados e de forma ordenada.

Observe como sua preparação ficará mais eficiente após rever suas prioridades e mudar a maneira como você lida com o seu cotidiano.

Tenha em mente que a preparação para concursos envolve:

  • Dedicação
  • Autodisciplina
  • Compromisso
  • Organização

Aos poucos você chega lá, tenha certeza!

Quantas horas por dia de estudo para passar em concurso

Como me organizar para estudar para concursos públicos?

A organização do estudo para concurso público parte de uma análise do edital que o interessado(a) deseja realizar. Para isso, é preciso conferir as etapas, disciplinas e o histórico do concurso.

Caso o edital não tenha saído, é válido usar os anteriores como base para saber o que estudar. Tendo em mãos as matérias que pretendemos estudar, é hora de montar um ciclo de estudo.

Quantas disciplinas estudar por dia?

As disciplinas que devem ser estudadas por dia devem seguir a ideia dos ciclos de disciplinas. Esses ciclos são elaborados a partir da reunião destas a partir de suas similaridades nos conteúdos.

A sugestão é que essa parte do planejamento de estudos seja organizada de três em três matérias. Ou seja, cada ciclo será composto por três blocos de disciplinas.

O ideal é organizar este ciclo com o objetivo de estudar de duas a três disciplinas do mesmo bloco por dia. Após concluir todo o conteúdo de cada bloco, o passo seguinte é partir para um novo ciclo.

Como dividir o tempo de estudo para cada disciplina de um concurso?

O recomendado, como dito anteriormente, é estudar por blocos. Ao menos dois blocos por dia, de segunda a sexta.

Para quem tem a possibilidade de estudar 10 blocos por semana, o final de semana será destinado a realização de questões e revisões.

Já para quem não tiver essa possibilidade, o ideal será compensar o estudo nos finais de semana.

Novamente, não existe uma regra sobre estudar para concurso quantas horas por dia para cada matéria. O segredo é conhecer o seu nível em cada disciplina através de exercícios e simulados e com isso dividir o seu tempo.

Se você estuda três matérias e possui três horas por dia, não faz sentido gastar uma hora para cada, já que provavelmente você vai possuir níveis diferentes em cada uma. O correto é focar mais onde temos mais dificuldades e revisar durante todo o processo.

Quantas disciplinas estudar por semana?

Se você está estudando três disciplinas, você deve estudá-las até que se sinta confiante para introduzir mais disciplinas ao seu ciclo de estudos. Mas como saber se estou pronto para acrescentar mais matérias?

Resolvendo exercícios.

Se você não está se sentindo confiante nas três disciplinas, não faz sentido acrescentar mais matérias. Estudar várias disciplinas de uma vez, tendo um número maior para evoluir, deixa o processo mais lento e trabalhoso.

Procure ter um estudo embasado e antecipado a qualquer edital, buscando tornar suas proficiências competitivas nas principais disciplinas.

Se você está se preparando pós-edital, não dá para adicionar as matérias aos poucos. É necessário ter contato com todas as matérias antes da sua prova.

O momento é de fazer um planejamento que envolva todas as disciplinas do concurso e identificar o tempo que se deve gastar com cada uma, levando em consideração o seu conhecimento.

Quantas horas por dia de estudo para passar em concurso o cérebro aguenta?

Muitos estudantes acham que seguir horas estudando é benéfico para o corpo. Entretanto, o cérebro precisa de intervalos de estudo.

O médico Pablo Vinicius, psiquiatra e especialista em Medicina do Sono, enfatiza: não existe uma resposta única para todas as pessoas, de acordo com a ciência, pois cada corpo é um corpo. Depende de como funciona o organismo de cada um.

Todo aprendizado que temos quando estamos estudando é determinado pelas reações elétricas e químicas que estão acontecendo no cérebro, explica o médico.

Estudar gasta energia e consome os neurotransmissores.

Ele exemplifica o início do estudo com um copo cheio: conforme você vai estudando, esse copo esvazia aos poucos. Se você estuda com o copo vazio, não vai conseguir aprender. Estará apenas fazendo esforço por um aprendizado ineficiente por causa da exaustão cerebral causada pela falta dessas pausas.

Por isso os intervalos são importantes: são neles que o seu copo voltará a encher. O médico recomenda blocos de estudos de 40 a 50 minutos em média.

O que é hora líquida?

Às vezes, não possuímos em nossa agenda a disponibilidade de estudar por quatro horas seguidas. Nesse caso, o conceito de hora líquida entra para ajudar.

Para entender melhor, vamos apresentar a seguinte situação:

Pela manhã, o estudante possui 30 minutos livres para estudar antes de ir para o trabalho. Em seguida, consegue separar mais 30 minutos de sua uma hora de almoço.

Após isso, no final do dia, já em casa, consegue disponibilizar mais uma hora para estudar. Horas líquidas, portanto, são o somatório do estudo ao longo do dia.

Para você entender melhor, separamos aqui a diferença entre horas líquidas e horas brutas.

  • Horas brutas: o tempo do relógio, que passa normalmente, contado de forma integral. Se você estuda das 8h às 10h, por exemplo, seu tempo de estudo bruto é de duas horas.
  • Horas líquidas: o somatório do estudo ao longo do dia, sem interrupções e pausas. Se durante duas horas de estudo você parou por 15 minutos, seu tempo líquido é de 1h45.

Horas brutas x horas líquidas

Quantas horas por dia de estudo para passar em concurso?

Também não existe um tempo único que se aplique a todos. Mas há como saber quando você chegou ao seu limite. É quando você não consegue mais:

Nesse momento, o seu cérebro entrou em fadiga e não consegue mais absorver conteúdos no dia. Para alguns, esse momento chega depois de três horas de estudo. Para outros, de dez.

É muito importante você perceber isso e respeitar os seus próprios limites!

“Aprendizagem não é quantidade de estudo. Aprendizagem é eficiência no estudo. É você reter o que estudou”, enfatiza o doutor. “A palavrinha mágica da aprovação chama-se eficiência”, completa.

O fundador da EduQC, Victor Maia, afirma que esse tipo de foco no resultado pode causar ansiedade. Mais importante que isso é reservar um horário de estudo condizente com a própria realidade e tentar transformar o máximo de disponibilidade em tempo efetivo.

“Não faz sentido estudar mais que 36 horas por semana, porque não rende. Mas, novamente, essa não é a melhor abordagem”, alerta.

Três horas é pouco para estudar para concurso?

O tempo que se tem não é o segredo e sim a constância que se estuda essas três horas. Primeiro é preciso aprender a ler e entender o que está escrito.

Não tenha medo de recomeçar alguma disciplina, produzindo o seu próprio material durante todo o processo. Até que tudo faça sentido para você, será necessário voltar e revisar, então, faça isso utilizando o que você escreveu.

Além disso, a resolução de questões deve ser frequente, mas os erros e as dificuldades precisam ser esclarecidos de forma eficiente e de uma maneira que favoreça o seu processo de aprendizagem.

Errou a questão? Entenda o porquê e inclua no seu material. Esse processo de inclusão ajudará a fixar o conteúdo e o deixar disponível, se precisar novamente.

Ficou em dúvida? Revise o assunto da mesma forma.

Assim, você entenderá e, com o tempo, tudo será memorizado. Se você conseguir fazer isso durante as três horas de estudo, evoluirá muito mais do que quem estuda seis horas, mas sem qualidade.

→ Pratique com questões no Folha Questões

Qual a melhor hora do dia para estudar?

Para responder essa pergunta, utilizamos o conceito de cronotipia. Quem explica é o Dr. Pablo:

A cronotipia é o estudo do ciclo sono-vigília. Esse é o ciclo que controla nosso estado de alerta durante o dia e nosso sono à noite, afirma o médico em seu livro A Fórmula: Desenvolvendo Cérebros Extraordinários.

De acordo com o médico, esse ciclo tem a duração de 24 horas. Entretanto, nosso corpo não funciona da mesma maneira o dia todo.

Cada pessoa possui um ritmo biológico diferente, características determinadas geneticamente. Portanto, cada indivíduo tem um horário do dia que renderá mais, o que é importante para não ter sono na hora de estudar.

A cronotipia divide os ritmos biológicos em três diferentes ciclos: matutinos, vespertinos e intermediários.

Alguns estudantes podem ser matutinos, ou seja, rendem mais na parte da manhã. Outros podem ter melhores desempenhos na parte da tarde e são conhecidos como intermediários.

Já os alunos que se sentem melhor estudando durante a parte da noite são os vespertinos. Dessa forma, a dica é testar qual parte do dia você se sente melhor estudando e utilizar esse artifício ao seu favor.

Quantas horas por dia de estudo para passar em concurso em pouco tempo?

O principal é refletir sobre o que você faz no seu dia a dia e eliminar toda atividade que não seja essencial. Lazer, atividades físicas e descanso são essenciais, mas precisam ser utilizadas com cuidado.

Entenda que o seu objetivo agora é a aprovação em um concurso.

Além disso, adotar formas ativas de estudo é o segredo de uma provação em tempo recorde. As técnicas mais eficientes para aprender são as mais ativas.

Procure produzir o seu próprio material de estudos com resumos, mapas mentais e flashcards.

Se você não consegue produzir um resumo com suas próprias palavras, é sinal que não absorveu o conteúdo. Por isso, veja a teoria novamente e continue com o estudo ativo.

plano smart

*colaborou Audryn Karolyne

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. Bruno Cesar disse:

    Em primeiro lugar parabéns pelo site, são poucos sites que
    realmente trás um conteúdo bom.
    E em segundo lugar se você puder responder ficarei
    agradecido. Eu estou estudando ha uns seis meses e não
    encontrei nenhum teste eficaz para medir o meu rendimento
    nos estudos. Você já fez ou conhece um bom teste para
    testar o progresso nos estudos e que possa recomendar?

  2. Sophia Mendes disse:

    Amei seu site, parabens pelo artigo, me ajudou e tirou
    algumas dúvidas que eu estava tendo. Obrigada.

    • Folha Dirigida disse:

      Olá, Sophia. Tudo bem? Que bom que o conteúdo ajudou você! Continua acompanhando aqui o nosso blog que sempre trazemos dicas de preparação e estudos para concursos públicos. Abraços, Blog Folha Dirigida! 😀

  3. Folha Dirigida disse:

    Olá, André! Que bom que gostou do conteúdo. Caso tenha alguma sugestão do seu interesse, pode entrar em contato conosco também! Abraços, Blog Folha Dirigida.

  4. Andre disse:

    Muito bom o conteúdo, vi que posso melhorar muito meu desempenho nos estudos. Vou compartilhar o conteúdo com meus amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *