fbpx

Como manter o foco nos estudos em casa

Compartilhe o conteúdo

Muitas pessoas estão com problemas para manter o foco nos estudos em casa durante a quarentena. Isso provavelmente já deve ter acontecido com você em algum momento.

Depois de uma distração, voltar ao foco é realmente complicado. Ainda mais quando você precisa organizar a rotina de estudos para concurso público.

Segundo o psicanalista Marcelino Viana, a vida de um futuro servidor possui diversos obstáculos e momentos de crise. É preciso ter a superação como característica não só na atual fase, mas também nas que surgem durante sua preparação.

Quem chega ao resultado dos concursos são pessoas que se superam a cada dia e isso é importante ter em mente. Por isso, é importante ter foco e determinação nos estudos.

Como manter o foco nos estudos em casa

Muitas pessoas estão com problemas para manter o foco nos estudos em casa, durante a quarentena (Foto: Unsplah)

Como ter mais foco nos estudos em casa?

Nesse momento, muitos futuros servidores estão precisando estudar sozinhos para concursos.

Marcelino Viana explica que a primeira coisa que você precisa entender é que a preparação em determinado momento se torna mecânica e isso é fundamental para dar continuidade ao planejamento.

Ao iniciar uma rotina, você cria novos hábitos, começa a estudar no modo “piloto automático”. Dessa forma, cria um processo em que você vai se tornando imparável e mais produtivo.

O cenário atual se torna ainda mais delicado e desafiador pois, além das dificuldades cotidianas para o estudo, a condição de insegurança e mudança de rotina mexe ainda mais com a cabeça.

Entramos em um cenário bem complexo agora em que as pessoas dizem ‘eu não consigo estudar, não consigo ter foco, não consigo aprimorar porque em casa estou em uma situação X ou Y. Eu tenho que administrar trabalho e ao mesmo tempo fazer uma administração dos trabalhos domésticos’, pontua Marcelino.

O psicanalista explica que muitas pessoas estão passando passando por uma situação semelhante. Por isso, tente não se desesperar na hora de estudar.

Se antes você já vinha com um projeto de vida no qual estava sem tempo, agora precisou reorganizar um processo de estudos proativo. E estar em casa aumenta as chances de perder o foco.

O resultado é que você acaba tendo a sensação de que não está fazendo a sua parte em um primeiro momento devido aos reflexos da mudança na sua rotina.

Mas existem meios que podem ajudar você a melhorar o foco nos estudos!

Quer acesso a todo o conteúdo Premium da FD? Saiba como!

6 dicas para ter mais foco nos estudos em casa

1. Crie bons hábitos de estudo

Segundo Marcelino Viana, as principais causas para você não ter foco são de um processo anterior ao momento de crise. Algumas pessoas que estão se preparando para concursos não tinham o hábito de estudo.

Quando começam a estudar, têm em mente que podem seguir um caminho de primeira, sem problemas ou conflitos, porque isso é um processo natural, é sentar e estudar.

A questão é que essas pessoas têm uma dificuldade natural de dar continuidade ao planejamento em um primeiro momento, pois não possuem hábitos construídos ao longo da vida. A tendência, em consequência disso, é perder o foco.

Mas você não precisa se assustar com isso. Deve fazer uma autoavaliação para saber se está seguindo no caminho certo. Marcelino Viana recomenda os seguintes passos para começar:

  • Escolha a área de concurso.
  • Faça um levantamento do concurso que você quer.
  • Comece a estudar com ciclos de estudos menores.
  • Aumente essa quantidade ao longo de 30 dias.

quatro passos para criar habitos de estudos

2. Evite autocobranças excessivas

Outro ponto levantado por Marcelino é em relação à autocobrança excessiva. Isso acontece com pessoas que já estudavam muito, com um processo forte de estudos, e se cobram demais.

Quando você já estuda muito e vê que está ficando pesada a rotina, na hora de cobrança, em vez de se sentir melhor, fica mal.

O motivo para isso é que você criou uma expectativa de ser aprovado no concurso que gera ainda mais ansiedade e estresse em você. Diante disso, a tendência de perder o foco é muito grande.

“Pessoas que já tinham um bom hábito de estudo costumam se cobrar um pouco mais. Entram em uma busca que se torna excessiva e o estresse causa a falta ou perda do foco”, explica o psicanalista.

Marcelino Viana recomenda que seja feito um levantamento inicial de tudo o que você precisa. Organize seu planejamento com calma e vá progredindo aos poucos.

3. Não confunda ser ocupado com produtivo

Um terceiro momento é quando uma pessoa tem o costume de estudar pouco, resolve começar a se preparar para concurso e confunde se tornar ocupado com produtivo.

Sem o hábito de estudar, essa pessoa não tem internalizado o conceito de produtividade, segundo Marcelino. É preciso ter um mindset para entender o que realmente significa ser produtivo e não somente estar ocupado.

Como exemplifica o psicanalista: “A pessoa senta em um cadeira para estudar e tem a sensação de que pode estar acontecendo algo porque se sente ocupado. Mas a ocupação não significa que você está produzindo”.

Isso é uma falta de informação sobre um conteúdo de vida. É preciso se testar para saber se está indo no caminho certo. Um bom meio é estudando por questões.

4. Negocie com a sua família

As pessoas que você convive também podem ser um motivo de perda de foco. Isso ocorre quando você compartilha suas decisões com essas pessoas, mas não encontra uma ressonância, ou seja, você não tem um apoio.

A chave para contornar isso, segundo Marcelino, é fazer boas negociações. Converse com sua família e exponha a necessidade dos estudos no momento e como isso é importante para você. No começo não vai ser fácil, mas você precisa ter uma blindagem quanto a isso.

“A vida é sua. A história é sua. Você que deve decidir. ‘Eu decido, eu sigo e eu vou me avaliar’. Essa é a grande chave do processo”, afirma Marcelino Viana.

5. Controle o estresse 

Outro “ladrão do foco” é o estresse. A situação de estresse, como está acontecendo durante a pandemia, é um problema para manter o foco.

Muitas pessoas já estão estudando há um tempo, em uma rotina estruturada, e surge essa quebra. O panorama atual certamente vai atingir você de alguma forma. A consequência disso são pensamentos negativos.

É preciso entender que você está em outro cenário e precisa organizar uma rotina. Preparação e inteligência emocional também é fundamental nesse momento para você permanecer na trajetória desejada.

Você tem duas opções: ou se apropria da dor, ou começa a se testar, como fez no início do seu processo de estudo. Se iniciou o planejamento agora, é hora de tomar a decisão de começar os estudos, analisa o especialista

Não está errado você sentir o estresse do momento, nem se preocupar ou ficar chateado. É preciso entender a dor e reorganizar a sua rotina.

6. Use a tecnologia a seu favor

Muitos profissionais falam que o problema do foco está na tecnologia. Mas a realidade é que a tecnologia está a seu favor. A questão é saber utilizar isso.

“Ela existe para contribuir. Existem vários aplicativos e plataformas incríveis que podem ajudar na produtividade”, indica Marcelino Viana.

Se você está passando o dia inteiro olhando informação no noticiário, precisa diminuir. Segundo o professor, cada vez que você senta para estudar, se desfocar, perde cerca de 20 minutos para voltar ao foco.

É preciso ter organização para dar continuidade ao seu ritmo de vida diante das novas circunstâncias. Não tem como você ter 100% de foco o tempo todo para o estudo, mas é importante saber como voltar para o estado de concentração.

seis dicas para melhorar o foco nos estudos

O que incluir na rotina para ter mais foco nos estudos?

As pequenas vitórias no processo de aprendizado são essenciais, pois podem fazer com que você sinta que seu estudo está em progressão. E a medida que está em progressão, você se sente mais motivado.

É preciso criar novos hábitos. Tudo aquilo que tirava seu foco antes da pandemia, continua tirando.

Hábitos como exercícios regulares, boa alimentação e noites de sono completas também são recomendados por Marcelino Viana.

Música também é uma boa opção para escutar logo que acordar. Segundo o psicanalista, a música ativa nossas conexões cerebrais e acordamos melhor.

Acompanhe o programa Treine Sua Mente para mais dicas de como manter o foco e sua rotina de estudos na quarentena.


Compartilhe o conteúdo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *