fbpx

Como evitar dor na coluna ao estudar?

Compartilhe o conteúdo

Já aconteceu de você passar horas em frente ao computador e, quando terminou os estudos, sentiu um incômodo nas costas? Pode ser que o problema seja a sua postura. Mas, como evitar dor na coluna ao estudar?

Além de se preocupar com suas tarefas do dia, você não deve deixar de ter atenção ao seu corpo. Ter a postura correta é fundamental.

Imagina você investir tanto tempo na sua preparação para um concurso, mas depois viver se queixando de dores nas costas?

Dependendo da intensidade da dor, você pode acabar não conseguindo realizar tarefas simples, como arrumar a cama ou pegar um objeto no chão, por exemplo.

Além disso, a má postura pode ocasionar outros problemas, como dores musculares, dores de cabeça e até doenças respiratórias.

Quem afirma isso é o Dr. Luiz Almeida, osteopata e fisioterapeuta, que falou sobre a importância de manter a postura correta para estudar e dicas de exercícios para aliviar a tensão.

Você pode conferir a explicação completa no Instagram da Folha Dirigida, na live realizada pela coach Livia Cavalcante.

Além de se preocupar com suas tarefas do dia, você não deve deixar de ter atenção ao seu corpo

Além de se preocupar com suas tarefas do dia, você não deve deixar de ter atenção ao seu corpo (Foto: Freepik)

Por que eu sinto muita dor?

O osteopata explica que primeiro é preciso identificar a origem da dor. Se você é uma pessoa que passa o dia inteiro digitando e depois sente dor nos punhos, pode ser algo muscular.

Segundo o especialista, os movimentos repetitivos, em atividades como a digitação, causam uma sobrecarga nos músculos.

O ideal é que, durante a sua rotina, você faça pausas, automassagens e alongamentos – que ajudam a aliviar a tensão.

No entanto, caso sinta muita dor, não deixe de procurar ajuda médica. Fazer tratamentos sozinho nunca é indicado.

Um ponto de atenção para quem fica horas sentado no computador é a cadeira, que precisa ter área de apoio para as costas e braços.

Se a sua cadeira não tem os apoios laterais dos braços, você acaba tensionando os músculos dos ombros, o que pode gerar mais dores.

Qual é a postura ideal?

Segundo o fisioterapeuta, “não existe [uma] postura ideal”.

Ele explica que o corpo precisa estar em movimento, mas é importante encontrar a posição mais confortável. Para isso, uma dica importante é fazer com que o seu ambiente de estudos/trabalho seja o mais confortável possível.

Luiz Almeida explica ainda que é preciso respeitar a altura do seu computador para evitar ter dor na coluna ao estudar. A tela precisa estar alinhada ao seu rosto e o teclado, às suas mãos.

Para quem usa notebook, ter a postura correta pode ser uma tarefa mais complicada pela estrutura do próprio aparelho.

A dica do especialista é, se possível, usar um cabo HDMI ou VGA e conectar o seu notebook em uma tela, como uma TV, por exemplo.

Além disso, você não deve esquecer da cadeira. Não basta apenas ter os apoios das costas e braços, você precisa utilizá-los.

Posso estudar na cama?

“Não é uma postura confortável”, pontua o osteopata. Mas, caso você precise estudar na cama, ele indica que você fique na ‘postura de esfinge’.

Se você está agora se perguntando como é essa postura, basicamente é deitado de barriga para baixo e com os ombros levantados, apoiando os cotovelos na cama.

Nessa posição, segundo o especialista, você consegue relaxar os tecidos das costas e evitar a dor na coluna após estudar.

A dor diminui o rendimento?

O fisioterapeuta conta que “uma pessoa com dor na coluna não rende”. Quando você fica em uma posição desconfortável por muito tempo, o atrito inflama as articulações.

A pessoa vai gerar um atrito na articulação e há um pequeno processo inflamatório. A longo prazo, vai aumentando a tensão, explica.

Por isso, mesmo que você não sinta dor no momento, no futuro as complicações podem aparecer. O cuidado com a postura correta para estudar também precisa ser aliado à saúde física do seu corpo.

Para alguns concursos há o Teste de Aptidão Física – conhecido com TAF. Imagina não conseguir realizar o teste por conta de dores e ser desclassificado?

Mas, independentemente de teste físico, o especialista afirma a importância de se fazer atividades físicas, além de manter uma boa postura.

Qual melhor tipo de alongamento para estudar?

Luiz chama atenção para a questão do alongamento, pois nem sempre é indicado.

“Não é recomendado alongar após a dor, porque vai estirar ainda mais o tecido”, exemplifica.

Segundo ele, em algumas situações, o alongamento também diminui o rendimento. Antes da corrida, por exemplo, “a sugestão é aquecer o corpo”.

No caso de quem trabalha ou estuda sentado, é importante alongar pelo menos três vezes:

  • Início
  • Meio
  • Final do dia

Outro ponto importante é fazer pausas, mas não é para ir deitar na cama. Se você fica sentado o dia inteiro, durante esse tempo de pausa tente movimentar o corpo.

“Nosso corpo é uma máquina e precisa se movimentar”, conta.

Dicas para manter uma boa postura durante os estudos

Cuidados importantes durante as atividades

Para quem estuda ou trabalha sentado, é comum que as pessoas sentem por cima do cóccix (osso da parte inferior da coluna vertebral) e isso pode gerar dores.

No caso de motoristas, além da atenção com o jeito que está sentado, também é importante realizar pausas a cada três horas, pelo menos.

Já para os profissionais que trabalham pegando peso, o especialista frisa a necessidade de se observar como vai pegar aquele peso.

É preciso ter uma boa base de apoio e manter a coluna em posição neutra. Na hora de pegar um objeto no chão, a dobra é feita nos joelhos e não nas costas.

Exercícios para evitar dor na coluna ao estudar

O fisioterapeuta deu dois exemplos de exercícios que ajudam a aliviar a tensão na cervical (região da coluna vertebral que forma o pescoço).

O primeiro é com uma garrafa com água morna. Você vai deitar de barriga para cima e colocar a garrafa embaixo da sua cervical.

O segundo exercício é realizar a retração na cervical. Com o dedo indicador, você vai empurrar o seu queixo na direção da cervical.

Esse movimento precisa ser feito de forma lenta e pode ser repetido 15 vezes.

Assinatura Folha Dirigida


Compartilhe o conteúdo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *