fbpx

Concurso público: o que significam os principais termos

Como todo segmento, aqui você também encontra inúmeros termos específicos. Por isso, reunimos um tira-dúvidas de concurso público.

Neste post, explicaremos alguns dos principais termos que aparecem nos editais e nas notícias dos concursos públicos.

Assim, você conseguirá entender com mais clareza as principais informações envolvendo a sua prova. Vamos lá?

Aval

Primeiramente, falaremos do aval. Ele é a autorização que o órgão recebe da prefeitura, do governo ou do Ministério da Economia para realizar o concurso.

Existem órgãos que não precisam de autorização para abrir concurso. Mas em sua maioria, sem aval, não tem concurso.

Comissão organizadora

Muita gente confunde a comissão organizadora com a banca organizadora. Porém, você que está vendo esse pequeno dicionário de concurso público, nunca mais vai se confundir!

A comissão é um grupo formado por servidores de determinado órgão que vai ser responsável por desenvolver o projeto básico e supervisionar o desenrolar do concurso público.

Projeto básico

Mas então, o que é o projeto básico? Ele funciona como uma cartilha de como será o concurso. Por exemplo, ele inclui as seguintes informações:

  • Quantas etapas
  • Números de vagas
  • Cargos
  • Como serão as provas

Ou seja…Todos os requisitos que a banca tem que cumprir para ser a organizadora do concurso!

Banca organizadora

Com isso, chegamos a ela, a tão famosa banca organizadora. Ela é a empresa ou instituição que é selecionada, geralmente por licitação pública, para realizar o concurso.

A banca fica responsável por publicar o edital, receber as inscrições, definir, divulgar o local e aplicar as provas, corrigir, divulgar o resultado final, entre outras atribuições.

Edital

O edital é o documento que rege o concurso. Através dele você saberá:

O edital tem tudo. Por isso, aprender a ler o documento é essencial.

Inscrição

No edital, também estão todas as informações sobre a inscrição no concurso. Geralmente, a inscrição é no site da banca organizadora, mas também há casos de ser no site do próprio órgão ou presencial.

Para efetivar a inscrição, é preciso pagar a taxa de inscrição. Candidatos membros de família de baixa renda e do CadÚnico podem solicitar isenção desse pagamento. Também há outros casos em que é permitida a isenção, como doadores de medula óssea.

Avaliação

Por fim, chegamos na etapa de avaliação. A prova escrita ou objetiva é a avaliação em si, que geralmente tem questões de múltipla escolha.

Existem ainda provas discursivas, também chamadas de dissertativas. Elas podem ser tanto uma redação quanto questões discursivas. Algumas seleções ainda têm prova oral ou provas práticas.

Clube da Folha

Dicionário de concurso público: área de Segurança

Outro termo também que aparece em concursos, principalmente para área de Segurança, é o Teste de Aptidão Física (TAF), que no edital pode aparecer como avaliação física.

Já a investigação social ou avaliação de vida pregressa é uma averiguação da conduta social do candidato que visa saber se ele tem envolvimento com atividades ilícitas e antecedentes criminais.

O curso de formação também é outro termo presente em concursos da área de Segurança. Ele é basicamente um período que o candidato passa para aprender a realizar a função.

Gabarito

Continuando nosso dicionário de concurso público, temos o gabarito. Ele é a relação de respostas corretas da prova. Quando o candidato não concorda, ele pode apresentar um recurso contra o resultado.

Homologação

A homologação é o ato de confirmar, dar como encerrada cada etapa. Quando no concurso o resultado é homologado, significa dizer que não tem como o candidato apresentar algum recurso para tentar melhorar sua classificação, por exemplo. A não ser que ele entre com uma ação judicial.

Com isso, pode-se afirmar que todas as etapas da seleção estão concluídas e que agora os aprovados podem ser convocados para tomar a posse do cargo público.

Somente quando sai a homologação final é que começa a contar a validade do concurso.

Validade do concurso

A validade do concurso é o prazo de até dois anos, podendo prorrogar por igual período. É durante esse período que o órgão tem para convocar os classificados no número de vagas e chamar até outros excedentes do cadastro de reserva.

Tem mais dúvidas sobre concurso? Confira nossa playlist!

Candidatos excedentes

Quando sai um novo concurso, o número de vagas é definido. Os aprovados dentro desse número de vagas são considerados classificados e deverão ser convocados durante a validade do concurso.

Os demais aprovados, que não estão no número de vagas imediatas, irão compor o cadastro de reserva.

Após a homologação do concurso, e dentro do prazo de validade, o órgão pode convocar, caso julgue necessário, mais pessoas além do previsto inicialmente.

Essas convocações serão do cadastro de reserva, que têm os candidatos excedentes. Em outras palavras, eles passaram na prova, mas não entraram no número de vagas pelos critérios de desempate. Porém, ainda assim, têm alguma chance de convocação.

Cadastro de reserva

Já que falamos de vagas, alguns concursos abrem além das vagas imediatas, o cadastro de reserva. Ou até mesmo fazem seleções somente para cadastro.

O cadastro de reserva é para onde vão os excedentes. É de lá que o órgão convoca quando há necessidade de mais pessoas.

Se o concurso é feito apenas visando o cadastro de reserva, o órgão não tem obrigação de convocar. Porém, o órgão não pode abrir outro concurso com vagas imediatas, se não convocar primeiro quem estiver no cadastro de reserva do concurso anterior.

Esses são alguns dos termos que consideramos mais importantes para incluir no nosso dicionário de concurso público. Ficou com mais alguma dúvida? Envia pra gente!

Clube da Folha

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *