fbpx

Como fazer concurso público?

Compartilhe o conteúdo

É provável que em algum momento de sua vida alguém já falou para você que fazer concurso público vale a pena. Ou até mesmo pesquisando e estudando sobre o assunto você tirou essa própria conclusão.

Sem dúvidas, se tornar um servidor público dá acesso a obter um plano de carreira mais sólido e até a tão sonhada estabilidade financeira.

É importante, contudo, lembrar que independente da sua escolha, alcançar seu objetivo em nada impede você de se dedicar a projetos paralelos ou até mesmo a outra atividade profissional.

Nesse guia, o Blog FD irá ajudar você a entender melhor como fazer concurso público e dar início à sua preparação.

 

O que você vai encontrar nesse guia?

CAPÍTULO 1 

O que é preciso para fazer concurso público?

O primeiro passo na sua jornada para virar servidor público é saber se você está apto a participar de concursos públicos.

Para prestar um concurso, é preciso estar de acordo com o que é especificado no Art.5º da Lei 8.112, que esclarece os requisitos básicos para quem aspira um cargo público.

Segundo o artigo, os requisitos necessários são:

  • Possuir nacionalidade brasileira;
  • Gozo dos direitos políticos;
  • Quitação com as obrigações militares e eleitorais;
  • Nível de escolaridade exigido para o cargo que for concorrer;
  • Idade mínima de 18 anos;
  • Aptidão física e mental.

Alguns outros requisitos podem ser solicitados dependendo do órgão e do tipo de concurso. Logo, verifique sempre o edital!

como estudar para concurso

Para ingressar em um concurso público, é preciso ter idade mínima de 18 anos, entre outros requisitos (Foto: Pixabay)

Como funciona concurso público?

Para dar início ao processo de abertura de um concurso, um órgão público faz o pedido da necessidade de vagas e o encaminha para autorização.

O responsável por essa aprovação pode variar caso seja um concurso Federal, Estadual ou Municipal. Os concursos da União, por exemplo, dependem do Ministério da Economia na maioria dos casos.

Com a autorização e verba liberadas, é feito um projeto base, que serve de referência para contratação da banca. Essa banca, também chamada de organizadora, é a empresa responsável por toda a execução do concurso.

O próximo passo, após a organização por parte da banca, é a publicação do edital, que contém todas as informações a respeito do concurso. 

Em seguida, os interessados devem fazer a inscrição, que geralmente acontece no site da banca responsável.

Após o pagamento da taxa de inscrição, o candidato deve acompanhar se a mesma foi confirmada pelo site. Em alguns casos, como membros de família de baixa renda ou doadores de sangue ou medula, é possível pedir isenção dessa taxa do concurso.

📝Como fazer concurso de graça?

Processo de inscrição concluído, agora é focar nos estudos até a data marcada para a prova. 

Após isso, o candidato deve acompanhar a classificação nas etapas do concurso verificando se foi aprovado. Lembrando que ser aprovado em concursos significa que o candidato teve a pontuação exigida para isso, o que é diferente de ser classificado. 

Em seguida vem a classificação geral, após todas as etapas de seleção, que é a última lista divulgada com o resultado do concurso.

A listagem define a posição dos candidatos aprovados e a ordem de classificação para posterior convocação, além dos não aprovados também serem inseridos com suas respectivas notas.

E para finalizar, ocorre a homologação, que é o ato administrativo que verifica a legalidade dos atos e fatos do procedimento administrativo (concurso público). Ocorre ao fim dos atos praticados.

Os classificados são os candidatos com a pontuação mínima, que estão dentro do número de vagas. Para os classificados, vem a etapa da nomeação, que é o ato oficial do órgão que diz respeito ao chamamento dos aprovados dentro do número de vagas no concurso.

Os aprovados além do número de vagas estipuladas no edital também podem ser chamados depois que todos os classificados foram convocados. Esses aprovados ficam no cadastro de reservas, que pode ser aproveitado ao longo da validade do concurso.

Essa validade pode ser de até dois anos, podendo ser prorrogada por até mais dois, à critério do órgão.

Apenas após o ato de posse que ocorre a investidura. A Posse é o ato de investidura em que o servidor assina o termo de posse. Pode ocorrer mediante procuração específica. O documento que informa todos os direitos e deveres do funcionário público, bem como detalhes de sua função

 

CAPÍTULO 2 

Como escolher minha área em concurso público?

BLOG cap 2

Agora que você sabe como funciona o processo para fazer um concurso público, precisa definir qual área irá focar. Mas, lembre-se: você não deve se basear apenas no salário do cargo para tomar sua decisão.

O salário, sem dúvidas, é importante para montar o planejamento à longo prazo da sua carreira. Entretanto, já pensou se você passa para um concurso que possui boa remuneração e percebe não ser capaz de lidar com o cotidiano e a função que o cargo exige?

Por isso é importante pesar na sua escolha tanto o salário quanto a função do cargo escolhido. Além disso, saber medir a sua afinidade com as matérias que serão cobradas no concurso é de grande importância no seu planejamento.

Um bom método é conhecendo mais sobre as grandes áreas do concurso público.

áreas de concursos

Veja abaixo o resumo das principais áreas:

⚖ Área Judiciária:

A Área Judiciária é aquela na qual estão inseridos os Tribunais do Trabalho, Tribunais Federais, Tribunais Eleitorais, Tribunais de Justiça, Ministérios Públicos, Procuradorias e Defensorias.

Todo ano são abertos concursos em diversos lugares do país em cargos que podem ser para nível fundamental, médio ou curso técnico, além do superior.

💻 Área Administrativa:

É a maior área, mais conhecida e com concursos frequentes nas prefeituras, estados e Governo Federal. Possui também muita concorrência por conta da grande oferta de vagas.

As funções têm o papel mais administrativo e de atendimento ao público, de forma geral.

📝Saiba tudo sobre concursos na área Administrativa

⛑ Área Segurança:

São os concursos para as polícias Civil (PC), Militar (PM), Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF), Legislativa da Câmara e Legislativa do Senado, além de Corpo de Bombeiro e Administração Penitenciária.

Os cargos podem ser soldado e oficial da PM ou dos Bombeiros.

Na Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, os cargos policiais são para nível superior, enquanto os da área administrativa exigem nível médio.

Na Administração Penitenciária, os cargos de agente podem exigir nível médio ou superior, dependendo do estado.

📝 Guia de concursos para policial

💰 Área Fiscal:

A área Fiscal está em constante crescimento. A principal responsabilidade é de fiscalização fiscal e arrecadação tributária.

Com as crises orçamentárias e a necessidade de maior arrecadação por parte do governo, trata-se de uma área com muitas oportunidades pela frente.

Os concursos podem ser tanto na esfera municipal, estadual e federal. Os exemplos são os concursos ISS, ICMS e Receita Federal.

🏥 Área da Saúde:

Essa área é específica, normalmente para cargos de ensino superior em Medicina, Enfermagem, Fisioterapia, Farmácia e Nutrição.

Outros são os cargos de carreiras técnicas, como Enfermagem, Raio X, entre outras. Os cargos compreendem podem ser nos municípios e estados, ou ainda federais.

🎓 Área do Magistério:

Para quem tem formação em Educação e vontade de atuar na área pública, existe como opção os colégios municipais e estaduais, as instituições federais de ensino, além de universidades federais e estaduais. 

É uma área que costuma exigir prova de títulos além da escrita para professores. Além do magistério, os concursos costumam acontecer para orientador pedagógico, merendeira, inspetor de alunos, entre outras funções.

🇧🇷 Área Militar:

É a área que compreende as três Forças Armadas – Marinha, Exército e Aeronáutica. A área tem concursos regulares, realizados anualmente. Os concursos podem ser para temporários ou para carreira (efetivos).

Nessa área, você encontrará cargos para todos os níveis e deverá ter uma afinidade com a proposta de carreiras militares.

fd-anual

CAPÍTULO 3 

Por onde começar meu planejamento de estudos?

BLOG cap 3

Agora que você escolheu a sua área, qual o próximo passo? 

É o PLANEJAMENTO. Com o seu foco estabelecido, você deve pensar no seu caminho até o momento da prova.

Dependendo da área escolhida, algumas disciplinas estudadas também podem servir como preparação para concursos semelhantes.

Por exemplo: o cargo de técnico administrativo de uma determinada universidade. Ao estudar para essa função, a matéria também servirá para prestar as provas de outros cargos administrativos.

Nesse sentido, um grande ponto a ser destacado é ter o controle de manter um hábito de estudo das matérias básicas.

As matérias básicas são aquelas comuns à maioria dos concursos, como:

  • Português
  • Raciocínio Lógico
  • Legislação
  • Redação

(as duas últimas dependendo da área escolhida).

Essas são disciplinas que sempre podem ajudar na preparação inicial e básica, mesmo que você mude o seu planejamento no meio do caminho.

cap 3

Se você não sabe como estruturar um planejamento e uma planilha, confira a matéria especial: 9 passos para fazer sua planilha de estudos para concursos.

Um planejamento pede que você estabeleça um plano de ação e crie metas a serem cumpridas. Essas metas devem ser diárias, semanais ou mensais.

A referência de um concurseiro para estudar para alguma prova sempre parte do último edital.

Mesmo que esse documento tenha sido aplicado há muito tempo, além de servir como base para os estudos, o conteúdo programático serve para buscar aulas e materiais de especialistas ou cursos preparatórios.

Lembre-se, a preparação para concursos é construída passo a passo, e não de um dia para o outro.

CAPÍTULO 4 

Como aumentar a concentração nos estudos para concursos?

BLOG cap 4

Mas o que fazer quando não se consegue estudar mesmo depois de montar um planejamento? De acordo com o professor Leonardo Murga, especialista em planejamento de estudos, questionar-se sobre como seguir estudando para concurso faz parte do processo.

Na sua jornada, você encontrará momentos de procrastinação, quando não conseguirá seguir seu planejamento. Essa é a hora de investigar o motivo pelo qual isso está acontecendo.

Para par refletir:

Será que o planejamento que você montou tem metas possíveis com o tempo que você tem para estudar?

Uma dica do professor Murga é fazer um resgate do momento em que iniciou seu planejamento, quando você optou em estudar para concurso. 

📝Qual motivo que fez você escolher um concurso?

Foi a remuneração?

Estabilidade?

O sonho de exercer uma função pública?

Qual desses itens motivou você?

“Quando localizar esse expoente, ele que servirá para que você se mantenha firme nessa jornada”, afirma Leonardo Murga.

Como não procrastinar nos estudos?

Se você tem dificuldade de concentração na hora dos estudos, fique tranquilo, é algo completamente normal.

Pode ser que você esteja cansado ou menos motivado em determinado dia.

Para evitar a procrastinação nos estudos, O Especialista de Folha Dirigida, professor Alexandre Prado, aconselha que você comece montando um quadro semanal.

Não pense nos projetos para o mês ou para o ano. Se você está com dificuldade de executar as suas tarefas, foque no planejamento semanal.

evitar procrastinar

Analise quantas horas você possui por dia para se dedicar de fato ao estudo. Você deve ter, no mínimo, três horas líquidas de estudos diluídas ao longo do dia, dividindo as disciplinas de acordo com a quantidade de questões e o peso de cada uma delas.

cta-questões

Se você tiver dificuldade sobre como separar essas três horas líquidas do seu dia para estudar, não se assuste.

Segundo Alexandre Prado, é um engano nosso achar que não possuímos essa disponibilidade.

Veja abaixo algumas dicas do Especialista para encontrar um tempinho de estudo ao longo do seu dia:

  • Você precisa de uma hora para almoçar ou pode realizar sua refeição de forma saudável e correta com o tempo de 30 minutos? Com os 30 minutos restantes, utilize para fazer a leitura de algum texto, conteúdo de apostila ou até mesmo assistir a uma videoaula.
  • Outra estratégia é começar a dormir meia hora depois e acordar meia hora antes do horário de costume para ter mais tempo disponível de dedicação aos estudos!

Dessa forma, você conseguirá mais tempo para dedicar aos seus estudos. O momento de preparação para concurso necessita dessas estratégias e logísticas.

Afinal, muitas vezes temos rotinas de trabalho ou de estudos que não têm relação com o conteúdo de concurso e precisamos encaixá-lo na nossa rotina.

  • Outra dica importante do professor Alexandre Prado é dividir o seu dia em períodos de 30 minutos, e não 60 minutos como estamos acostumados a fazer.

A metodologia funciona dessa forma: divida o seu dia em 48 partes de 30 minutos e não em 24 partes de uma hora.

Experimente essa estratégia e veja se o seu dia não ficará mais produtivo e você terá maior facilidade em executar as atividades criadas por você para o seu estudo. 

divisão do dia em 30 minutos

Meditação para foco e concentração nos estudos

Para ajudar na concentração nos estudos, a coach Deborah Cal explica que um meio é utilizar a meditação e o relaxamento.

Os estudantes de concurso público costumam ficar bem ansiosos por conta da quantidade de matérias para aprender.

meditação

Estudar à noite não é uma tarefa fácil.

É provável que nesse horário você já esteja cansado, principalmente por ter trabalhado o dia todo ou então já ter estudado no cursinho ou faculdade.

Um conselho de Deborah Cal é que, ao chegar em casa à noite, você mantenha a roupa que utilizou durante o dia e já se direcione para realizar sua tarefa.

Quando tomamos banho e colocamos uma roupa mais confortável para dormir, ficamos mais suscetíveis a postergar a atividade ou não render tanto quanto deveríamos.

Já pensou em estudar com um amigo(a) ou companheiro(a)?

Esse pode ser um fator que pode fazer toda a diferença, desde que seja aplicado da maneira correta.

Você já pensou em estudar com outra pessoa, que pode ser um amigo(a), namorado(a), marido, esposa ou parente?

estudar com amigos

As vantagens podem ser inúmeras nesse caso. Dividir o seu objetivo com alguém pode ajudar você a se policiar para atingir progresso na sua meta. 

Outro ponto é que, se o objetivo das pessoas que estão estudando juntas for o mesmo, a chance de um estimular o outro a se dedicar mais também fará toda a diferença.

Para que essa dinâmica se torne positiva, algumas questões devem ser observadas:

  • O ambiente de estudo é adequado?
  • O grupo formado ou a dupla possuem os mesmos objetivos?

Isso fará com que essa aliança não se transforme em um fracasso e um desencadeador de desmotivação, segundo o professor e psicanalista Marcelino Viana.

Como estudar com amigos para concursos públicos?

CAPÍTULO 5 

Como voltar a estudar para concursos?

BLOG cap 5

Decidiu voltar a estudar para concursos, porém não tem ideia de como realizar esse retorno de forma efetiva?

Para Leonardo Murga, se você ainda não definiu um foco ou escolheu um concurso em potencial, o professor indica que você deve começar pelo básico.

Comece estudando pelas matérias que são comuns a quase todos os concursos:

  • Português
  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo

O professor explica que você deve começar a construir sua bagagem de conhecimento.

Essas disciplinas têm bastante conteúdo. Mesmo que você não tenha batido o martelo na sua área, dê a largada nos estudos.

A coach Deborah Cal fala que se você está retornando o seu estudo depois de um período parado, isso significa que você vem de um período de procrastinação. E essa retomada é difícil.

Com a persistência e a motivação direcionada, você conseguirá estabelecer um hábito de estudo, o que é fundamental no mundo dos concursos públicos.

📝 Guia: 51 dicas para concursos públicos

CAPÍTULO 6 

Como a Folha Dirigida pode te ajudar?

BLOG cap 6

Depois de ler as dicas neste post, é provável que você já tenha parado para pensar na sua área ou concurso de interesse.

Se esse momento não chegou, não se preocupe. Você pode voltar nas nossas matérias e aprender dicas exclusivas para decidir em qual concurso você deve investir.

Confira também o noticiário por região:

Você sabia que além de notícias em tempo real, a Folha Dirigida também disponibiliza conteúdos para sua preparação em concursos públicos?Primeiros passos para fazer concurso publico

 


Compartilhe o conteúdo

Você pode gostar...

1 Resultado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *