fbpx

Como as principais bancas cobram Português em concursos?

Português é uma disciplina essencial em concursos, mas você sabe como as principais bancas cobram a matéria nas seleções que organizam?

Cada banca organizadora tem um perfil específico, você já deve saber. Mas, o que talvez você (ainda) não  saiba, é como identificar isso.

Neste post, você encontrará orientações de professores de Língua Portuguesa. Eles identificaram a “marca registrada” de cada banca, quando o assunto é prova de Português.

Confira como as principais bancas cobram Português!

Cada banca tem um perfil específico e saber identificar isso é fundamental para otimizar seus estudos, sabia?

Cada banca tem um perfil específico e saber identificar isso é fundamental para otimizar seus estudos, sabia? (Foto: Pexels)

Língua Portuguesa para concursos do Cebraspe (banca Cespe)

Primeiramente, o professor Alexandre Soares, do curso Alfacon, afirma que o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) prefere mais questões de sintaxe do que morfologia.

Os assuntos preferidos na sintaxe são:

  • Crase
  • Pontuação
  • Orações Subordinadas Adjetivas
  • Regência

O professor indica que o estudante, na hora de montar seu cronograma, tenha atenção com: uso e colocação dos pronomes oblíquos átonos e regras de uso dos pronomes relativos.

Além disso, o professor Marcos Aguiar reforça que o Cebraspe tem como costume pegar a parte de interpretação de texto e envolver uma questão gramatical.

Por exemplo, as questões que pedem para reescrever uma frase. Estas podem exigir a troca ou substituição de um termo por outro, mantendo-se o sentido original do texto com gramática correta.

Isso levando em consideração os conceitos de ortografia, acentuação, emprego da crase, seja para o nível médio ou superior.

módulo português

Qual o padrão do Cebraspe?

O Cebraspe não tem um tipo de questão pontual. Em outras palavras, são questões múltiplas que abordam diferentes conteúdos.

O professor Marcos exemplifica: “Dentro do fenômeno crase, eu vou avaliar tempos verbais também. Vou levar em consideração mais de uma matéria. Não é uma questão tão simples”.

Além disso, outro ponto que Marcos Aguiar destaca é em relação à presença de textos injuntivos na prova dessa banca. São, por exemplo, a bula de um remédio, manual de instruções ou receita de bolo.

Aguiar reforça que esse tipo de texto não cabe interpretação. Ou seja, ele apenas passa uma instrução sobre o funcionamento de determinado elemento ou como produz determinado elemento.

Apesar do antigo Cespe ser o terror de muitos candidatos por conta da questão do “certo e errado”, o professor tranquiliza os estudantes.

Ele afirma que essa prova não é muito tendenciosa em relação ao gabarito. Se você ler com muita atenção, consegue fazer uma boa prova de Português.

Português para o Cebraspe

Leia mais sobre a Semana Português para Concursos:

→ O que cai no básico para concursos
→ Como estudar Português sozinho?

O que mais cai em Português da FCC

A Fundação Carlos Chagas (FCC) tem dois principais pilares, segundo Alexandre Soares. São eles: morfologia e sintaxe.

Nas questões de morfologia é comum que o candidato tenha que reconhecer os tempos e modos verbais. Saber o uso e colocação dos pronomes oblíquos átonos é outro ponto.

Em sintaxe, a principal característica é cobrar questões bem difíceis de concordância verbal.

A FCC é conhecida por ser uma banca em que a diferença entre o conteúdo aplicado para ensino médio e superior é mais agressivo.

Para nível médio, são questões de compreensão textual. O candidato precisa apenas ler o texto e compreender o que está escrito, de maneira mais simples.

No nível superior, essa interpretação de texto fica mais complexa. É preciso que a pessoa leia o texto e sinalize o que não está escrito.

Mas, e a principal característica da FCC? 

Segundo o professor do curso Alfacon, a banca prefere estes assuntos:

  • Reconhecimento dos tempos e modos verbais;
  • Uso e colocação dos pronomes oblíquos átonos;
  • Sintaxe.

Português para a FCC

Como o Instituto AOCP costuma cobrar os conteúdos de Português?

O professor Sidney Martins explica que você deve se preocupar com:

  • Regência
  • Crase
  • Pontuação
  • Colocação pronominal
  • Aspectos relacionados à pontuação, à ortografia e à semântica

Tudo que tiver de gramática o estudante precisa dominar.

As questões de texto do Instituto AOCP são bem tranquilas, pois pedem mais compreensão de texto. Faça uma boa leitura para responder bem.

Marcos Aguiar reforça também que é possível que as questões de interpretação textual representem até 30% dessa prova.

Por isso, identificar o significado das palavras utilizadas ainda nos enunciados é fundamental.

Além disso, Aguiar afirma que o candidato deve ter muita atenção em três tipos de verbos e suas conjugações, modos e tempos verbais. São eles: haver, ser e precaver.

Em um levantamento das provas desta banca, Aguiar observou que um conteúdo que sempre cai nos concursos do Instituto AOCP é sobre conectivos.

Português para o Instituto AOCP

Como encarar uma prova de Português da Vunesp?

Em relação ao perfil da Vunesp, banca que costuma organizar muitos concursos em São Paulo, a prova de Língua Portuguesa segue uma distribuição tradicional em suas questões: 30% interpretação e 70% gramática.

Quem explica é o professor Jean Aquino.

A gramática segue a linha clássica dos assuntos. Mas o professor alerta que, mesmo nas questões gramaticais, há muita menção ao texto. Ou seja, foco máximo na interpretação.

Os principais pontos para dominar na preparação para a Vunesp, de acordo com Jean Aquino, são:

  • Acentuação gráfica
  • Concordâncias Verbal e Nominal
  • Regência
  • Crase
  • Processos de formação vocabular
  • Conjunções
  • Pronomes relativos

O professor aponta que as questões dessa banca em geral são de média dificuldade. Apesar disso, a Vunesp não costuma cobrar teorias muito diferentes do comum do Português.

Se o aluno conhecer bem os assuntos tradicionais e ler os textos com atenção, tem tudo para ter um bom resultado.

Por isso, pratique com muitas questões da Vunesp.

Português para a Vunesp

Português do IBFC para concursos públicos

O Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) costuma ser bem tradicional na forma de cobrança dos seus conteúdos, segundo o professor Alexandre Soares.

Ele explica que essa banca tem o hábito de utilizar muitas questões associadas à norma culta.

Por isso, para encarar a prova do IBFC, é muito importante saber as regras gramaticais. As questões estão ligadas, proporcionalmente, à morfologia e à sintaxe.

Mas, e a principal característica da banca IBFC? Cobrar muitas questões de gramática.

→ Achou que tínhamos esquecido de uma das bancas mais temidas pelos candidatos? Confira as dicas de Português para a FGV nesse post.

Português para o IBFC

Quais são os erros mais comuns dos candidatos e como evitar?

O erro mais comum para qualquer uma dessas bancas, segundo o professor Alexandre Soares, é priorizar a teoria e não a aplicação teórica.

Mas, calma. Isso não quer dizer que você deva pular essa parte.

É indispensável ter conhecimento teórico, mas o segredo para um bom resultado é estudar questões da banca.

Questões de Concurso Público

Onde estudar Português para concursos?

Para aprofundar seu conhecimento sobre como as principais bancas cobram Português, além de fazer muitas questões, o professor Alexandre indica livros de gramática e interpretação de texto.

Alguns exemplos são as obras das quais é autor (Gramática de A a Z – Editora Alfacon, e livro de interpretação textual (Linhas e Entrelinhas) – Editora Alfacon).

Jean Aquino também recomenda que os estudantes tenham acesso a um bom site de questões.

Além disso, outras dicas do professor Jean são:

  • Confiar a preparação a um professor que conheça bem a banca.
  • Ter um bom manual de Português para concursos.
  • Fazer, em média, 50 questões de cada um dos assuntos mais cobrados.

A professora Rachel Ribeiro, também do curso Alfacon, fala mais sobre como as principais bancas cobram Português em concursos:

Confira todas as lives da Semana Português para concursos da Folha Dirigida:

1. Provas para todos os níveis
2. Como começar a estudar do zero
3. Macetes para estudar Português
4. Os principais assuntos da matéria
5. As características das bancas

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *