fbpx

Cebraspe: conheça a banca e como funciona

Se você pretende fazer concurso público, provavelmente já ouviu falar no Cebraspe (ou Cespe), mas você conhece a banca e como ela funciona?

Responsável por provas importantes, essa banca é conhecida por ser o terror de muitos candidatos. O motivo principal? Seu famoso método de correção, no qual um erro anula um acerto.

Por isso, é fundamental entender como o Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos) funciona.

Saber quais assuntos a banca costuma cobrar nas principais matérias de concursos públicos também é indicado.

Para ajudar nisso, conversamos com alguns professores, que trouxeram dicas sobre o perfil da banca nas matérias mais comuns.

Atenção, não estão todas as matérias aqui. Reunimos apenas as mais comuns para a maioria dos concursos públicos.

O Cebraspe é conhecido por ser o terror de muitos candidatos

Alguns candidatos temem a banca Cebraspe, já que um das formas de correção é cada questão errada anula uma certa (Foto: Freepik)

Cebraspe ou Cespe?

Antes de compartilhar com você detalhes sobre os conteúdos das disciplinas, é importante trazer uma informação básica sobre essa banca.

Sim, Cebraspe e Cespe é a mesma coisa.

No ano de 2013, o Cespe/UnB mudou seu modelo jurídico e passou a funcionar como uma Organização Social (OS). A partir disso, sua nomenclatura se tornou Cebraspe.

Muitas pessoas que estão no mundo dos concurso públicos há muito tempo ainda têm o costume de se referir à banca como Cespe. Por isso, é interessante que você saiba desse detalhe para não se confundir.

Como funciona a banca Cebraspe?

Em geral são utilizados dois modelos de prova: questões de certo e errado e questões de múltipla escolha.

Nas questões de certo e errado, normalmente, são 120 itens. Em cada item (questão) é apresentada uma assertiva (afirmação) sobre os assuntos do edital e o candidato deve julgá-la como certa ou errada.

Para cada questão em que a resposta do candidato esteja de acordo com o gabarito oficial, o candidato ganha +1 (um ponto). Para cada questão em desacordo com o edital, o candidato ganha -1 (perde um ponto).

Existe também a opção de deixar a questão em branco e ganhar 0 (não ganha e não perde nada).

Mas vale destacar que esse estilo de cobrança não acontece em todas as provas da banca.

Outro tipo de questões são as de múltipla escolha. Nesse caso, o número de questões varia de acordo o concurso. Em cada item são 5 alternativas, em que apenas uma está correta.

Concursos organizados pelo Cebraspe

Se você ainda tem dúvidas sobre a importância de conhecer muito bem o padrão do Cebraspe, confira alguns concursos organizados pela banca nos últimos anos:

  • PRF – 2019 – Policial Rodoviário Federal
  • PF – 2018 – Perito Criminal – Ciências Contábeis
  • Abin – 2018 – Agente de Inteligência
  • MPU – 2018 – Técnico do Ministério Público – Área Administrativa
  • PC-MA – 2018 – Delegado de Polícia
  • STJ – 2018 – Técnico Judiciário – Área Administrativa
  • TCE-MG 2018 – Cientistas da Computação
  • TJ-CE – 2018 – Juiz de Direito
  • PGE-SE – 2017 – Procurador do Estado
  • TRE-TO – 2017 – Analista Judiciário

→ Faça questões e provas anteriores do Cebraspe no Folha Questões!

Língua Portuguesa para o Cebraspe

Segundo a professora da Folha Cursos, Priscila Ferrarotto, todas as questões de Língua Portuguesa da banca Cebraspe são baseadas em textos. Tanto as de interpretação quanto as de gramática.

Como o Cebraspe normalmente trabalha com o modelo de certo ou errado, é muito comum que no mesmo item o candidato deva observar dois aspectos relacionados:

  • O entendimento do texto, em quase todas as questões da prova
  • O aspecto gramatical, às vezes até mesmo em questões de interpretação

Diferente de uma prova que tem quatro ou cinco alternativas, em alguns casos é melhor deixar em branco do que chutar.

Como na banca Cebraspe uma questão errada, que não seja condizente com o gabarito oficial, acaba anulando uma certa, não dá para a pessoa simplesmente chutar, afirma a especialista.

Segundo Priscila Ferrarotto, não é que o critério de chute não possa existir. No entanto, também é preciso ser muito criterioso.

Como são as provas de Língua Portuguesa do Cebraspe?

Nesse contexto, as provas da banca Ceprasbe exigem do candidato muita concentração e atenção. Às vezes, em alguns enunciados, em meio a muitas verdades, a banca constrói uma mentira.

Não entendeu? Explicamos.

Por exemplo, uma questão que diz que a palavra lâmpada tem acento gráfico por ser um substantivo. De fato, lâmpada é uma palavra que é acentuada graficamente, assim como é um substantivo. Ou seja, são duas afirmações verdadeiras.

Mas a forma como foram apresentadas as informações gerou uma ideia falsa, já que o motivo da palavra lâmpada ser acentuada não é por ser um substantivo.

Portanto, foi criada uma relação de causa e efeito, que na maneira como foi construída a frase, não existe.

Então, na hora de julgar um item como esse, a resposta seria que ele está errado. Consequentemente, aí reside a necessidade de ter muita atenção e concentração nos enunciados da prova.

Cebraspe é uma banca difícil em Língua Portuguesa?

De forma geral, o estilo da banca é considerado mais complicado por não haver alternativas. Portanto, não é exatamente a disciplina de Língua Portuguesa que é mais difícil, mas a banca Cebraspe, como funciona no contexto completo.

Para a professora Priscila, independentemente da disciplina, é muito comum que os candidatos relatem dificuldade com esse modelo. Por outro lado, ela já teve alunos que, acostumados a fazerem concursos organizados pelo Cebraspe, preferiam o modelo utilizado.

Em outras palavras, depende muito da base de cada um. Especialmente no que diz respeito à leitura, entendimento e compreensão de texto. Por exemplo:

  • Entender bem as informações implícitas no enunciado
  • Captar bem a relação existente entre as ideias, muitas vezes construída por meio de um conectivo

A habilidade de leitura e interpretação também é importante para outras disciplinas. Afinal, independentemente da matéria, a prova está escrita em Língua Portuguesa.

Por fim, ela aconselha que os candidatos não se baseiem na opinião dos outros. Mas na sua base, preparação e perseverança nos estudos. Tanto na teoria quanto na resolução de questões.

Matemática para o Cebraspe

Segundo o professor da Folha Cursos, Angelo Primo, em Matemática, as questões ficam entre o nível fácil e médio.

Isso porque, na maior parte delas, são pedidos conhecimentos elementares de cada assunto. Porém, em algumas provas especificas, principalmente as provas de nível superior de escolaridade, são pedidos casos bem particulares dos assuntos.

Como são as provas de Matemática do Cebraspe?

Na maior parte das questões do Cebraspe, quanto mais cálculos o candidato faz, mais distante ele está da solução correta.

Em algumas provas nas quais as questões estão na forma de múltipla escolha, cada alternativa pode ser uma resposta para uma das várias perguntas que podem ser feitas sobre a situação problema apresentada, explica o professor.

Por exemplo, a situação problema oferece as medidas de uma forma geométrica e cada uma das alternativas traz uma possível solução para o cálculo da área, como volume, perímetro, entre outras.

Essa é uma forma de verificar por completo o conhecimento do candidato sobre um determinado assunto.

Cebraspe é uma banca difícil em Matemática?

O professor não considera as prova de Matemática mais difíceis do que de outras bancas. O mesmo vale para os itens pedidos no edital, que também aparecem nos de outras organizadoras.

No entanto, quando a prova está no modelo de certo ou errado, é preciso que o candidato tenha uma atenção ainda maior na resolução das questões.

Afinal, a interpretação do enunciado e da solução será muito importante.

Raciocínio Lógico para o Cebraspe

Nas provas de RLM de certo ou errado, o candidato já aplica o Raciocínio Lógico na resolução das questões, afirma o professor Angelo Primo. Afinal, a forma como o enunciado é elaborado já exige isso.

“É muito comum que o item a ser julgado como certo ou errado seja formado por duas ou três partes”, explica. Portanto, para que o item como um todo esteja correto, é necessário que todas as partes sejam verdadeiras.

Enfim, se uma parte é falsa, o item está errado.

Como são as provas de Raciocínio Lógico do Cebraspe?

Justamente devido ao modelo de certo ou errado, o candidato deve ter mais atenção do que nunca, muito mais do que em questões de múltipla escolha.

Como o futuro servidor não tem as alternativas como referência, ele precisa apresentar um sólido conhecimento do tema que está sendo avaliado.

Cebraspe é uma banca difícil em Raciocínio Lógico?

O professor Angelo não considera a prova difícil devido ao conteúdo. Na sua opinião, 90% das questões de RLM de uma prova do Cebraspe estão entre os níveis de dificuldade fácil e médio. Da mesma forma, os itens pedidos são os mesmos de outras bancas.

No entanto, o truque do Cebraspe é colocar no edital Raciocínio Lógico Matemático, em vez de apenas Raciocínio Lógico. Dessa forma, também inclui conteúdos de Matemática. Por exemplo:

  • Princípios de contagem
  • Análise combinatória
  • Probabilidades

Quando o edital pede lógica proposicional, um diferencial aqui é que o conteúdo se mistura ao de Língua Portuguesa.

Também é muito comum que a questão tenha como base uma situação problema. A partir dela são gerados vários itens para serem julgados. Consequentemente, esses itens abordam diversos temas do edital.

Para esses casos, a dica do professor é:

  • Fazer uma triagem inicial. Ou seja, ler todos os itens primeiro
  • Se for o caso, fazer uma nova sequência de resolução, diferente da proposta inicialmente

Por fim, ele sempre frisa para os seus alunos que a dificuldade está na forma que a banca elabora as questões e na interpretação dos enunciados. “Eu diria que o nível de dificuldade nesses quesitos pode chegar a 60%”, complementa Angelo Primo.

Informática para o Cebraspe

Assim como em outras disciplinas, o professor Eduardo Benjamin, da Folha Cursos, recomenda que o candidato tome muito cuidado com o modelo de certo ou errado utilizado pela banca.

Como são as provas de Informática do Cebraspe?

Nos textos das questões, à medida que vai lendo, o candidato tem a sensação de estar relembrando o que aprendeu em aula.

No entanto, ao acreditar no seu conhecimento sobre o que lhe é apresentado, não percebe: no final daquele texto extenso, na última linha é colocado os chamados 2% de erro no conceito.

Enfim, é o suficiente pra conduzir ao erro. Justamente por estar tão embalado pelos 98% de informação correta no início do texto, não percebe que os 2% finais são o suficiente para marcar E no cartão de prova.

Por consequência disso, é muito importante que o candidato resolva questões de concursos anteriores para treinar o seu conhecimento e a mecânica da prova.

Além do mais, estude os tópicos principais de cada assunto do seu edital. Em resumo, o Cebraspe costuma abordar apenas alguns tópicos do conteúdo programático.

Cebraspe é uma banca difícil em Informática?

De antemão, o professor Eduardo considera sim uma banca difícil. “Muito criteriosa, cobra do candidato o conhecimento de conceitos relacionados à disciplina Informática”, define.

Nesse sentido, para responder certas questões, o aluno tem que ter uma cultura de informática. Assim, consegue interpretar e compreender o que está sendo cobrado na prova.

Outro quesito é a banca Cebraspe funcionar de forma multidisciplinar. Em resumo, isso complica mais a vida do candidato.

Eduardo Benjamin lembra de uma questão antiga em que havia imagem de um texto do Word, sobre a funcionalidade de aumentar o tamanho da fonte e depois voltar ao seu tamanho original. Em contrapartida, a banca cobrou uma questão de Matemática sobre percentual.

O Cebraspe é assim. Criterioso, exigente, com textos longos, multidisciplinares e que exigem uma boa base de conhecimento da disciplina. Muito cuidado com a pegadinha do certo e errado e boa prova, alerta os futuros servidores.

Folha Cursos

Direito Administrativo para o Cebraspe

Segundo o professor de Direito Administrativo da Folha Cursos, Igor Daltro, o Cebraspe exige do aluno um bom conhecimento da disciplina. Nesse sentido, é preciso que ele entenda os:

  • Conceitos
  • Jurisprudência
  • Doutrina

Como são as provas de Direito Administrativo do Cebraspe?

Como no caso do Direito Administrativo não há um código ou legislação que concentre seu conteúdo, há muita construção doutrinária. Por consequência, isso dificulta a vida do candidato.

Em resumo, exige capacidade de interpretação, atenção e percepção, bem como direcionamento indicado pelos seus professores.

Já sobre o modelo de certo ou errado da prova, o professor afirma que não aconselha que os candidatos deixem muitas questões em branco, pois isso também pode resultar na eliminação.

Cebraspe é uma banca difícil em Direito Administrativo?

Apesar de muito temida pelos candidatos. Igor Daltro considera que a banca Cebraspe oferece provas de boa qualidade. Ela mescla razoavelmente questões conceituais, com literalidade de lei, atualização jurisprudencial, casos trabalhados, entre outros fatores.

No entanto, ele alerta sobre um grande diferencial nas provas: o grau de profundidade e detalhes. Consequentemente, é exigido do candidato maior raciocínio, conhecimento, muita atenção e percepção.

Não podemos ignorar, no entanto, um perfil diferente de provas de nível médio e nível superior. Há maior concentração de jurisprudência e súmulas nestas, enquanto naquelas as ‘pegadinhas’ tomam conta, acrescenta.

Direito Constitucional para o Cebraspe

O professor Sérgio Alfieri, da Folha Cursos, também destaca o modelo de certo ou errado que a banca usa na maioria das provas.

Nesse sentido, em Direito Constitucional, quando o candidato precisa analisar se um conteúdo está correto ou incorreto, o professor nota que em mais de 70% das provas a questão do certo ou errado é extraída da lei seca.

Ou seja, no caso do Direito Constitucional, do texto seco da própria Constituição.

Como são as provas de Direito Constitucional do Cebraspe?

Com isso, o que ele nota é que o Cebraspe tem maior preferência por questões literais. Em outras palavras, por questões extraídas do texto seco da Constituição em si. Dessa maneira é construída a maior parte dos enunciados da prova.

Também há uma pequena porcentagem de questões doutrinárias. Elas são extraídas dos livros, dos principais doutrinadores do país. Já de jurisprudência, há uma porcentagem menor ainda.

Cebraspe é uma banca difícil em Direito Constitucional?

No entanto, o professor não vê o Cebraspe como uma banca difícil para a disciplina.

“Não há nada que torne Direito Constitucional uma matéria peculiar no Cebraspe”, afirma. “Não acho que seja uma matéria melhor ou pior do que as outras, do que Direito Penal, Direito Administrativo…”

Mas, para que o candidato enxergue a prova como algo não desafiador, é preciso uma preparação correta. Em suma, ter um bom conhecimento:

  • Do texto da Constituição federal
  • Das principais questões doutrinárias
  • De uma ou outra questão jurisprudencial que possa ser eventualmente levantada no concurso

Direito Processual Penal para o Cebraspe

Para o professor Paulo Sumariva, da Folha Cursos, um ponto muito relevante em como funciona a banca Cebraspe é o método de questões de certo ou errado.

Nesse contexto, o candidato precisa estar atento porque não são questões de múltipla escolha. Portanto, uma marcação errada anula uma certa.

Como são as provas de Direito Processual Penal do Cebraspe?

No que diz respeito ao conteúdo, a banca Cebraspe tem a tradição de fazer perguntas atuais sobre Processo Penal.

Nesse sentido, exige do candidato conhecimentos do tema tanto na parte de legislação quanto em jurisprudência.

Cebraspe é uma banca difícil em Direito Processual Penal?

Quando no edital a matéria consta como “Noções de Direito Processual Penal”, a prova costuma ser um pouco mais fácil. Isso acontece em concursos em que não cobram o curso superior em Direito. Por exemplo, na Polícia Federal e na Polícia Rodoviária Federal para o cargo de agente.

Isso mostra que as questões serão globais, sem aprofundamento do conteúdo, acrescenta Paulo Sumariva.

Por outro lado, em concursos em que é cobrada formação jurídica, como no caso da carreira de delegado, o nível da cobrança é diferente.

Inglês para o Cebraspe

Segundo o professor Roberto Witte, da Folha Cursos, as provas de Inglês do Cebraspe são bem elaboradas. Por consequência, suas “questões” precisam ser lidas com muita atenção.

Justamente devido ao modelo de certo ou errado muito utilizado pela banca.

Como são as provas de Inglês do Cebraspe?

Primeiramente, os textos da prova costumam trazer assuntos pertinentes ao órgão que solicitou o concurso. Por exemplo, no caso da PRF, é quase certo que o texto abordará assunto voltado para policiamento ou similar.

Dessa forma, o candidato deve ficar atento a temas que foram destaque nos últimos meses. Também que estão relacionados com a área policial rodoviária.

Geralmente, 80% dessas questões tratam de informações gerais do texto e 20% abordam conhecimento de gramática ou vocabulário. Tanto que, em muitas ocasiões, não é necessário nem ler o texto para respondê-las.

O professor Roberto Witte sugere fazer a prova da seguinte forma:

  1. Ler o título do texto
  2. Passar os olhos sobre o texto e verificar se existe alguma palavra/expressão em negrito, grifada ou lacuna para preencher. Se houver algum desses elementos, é um indício de que haverá alguma questão sobre tais palavras.
  3. Enquanto passa os olhos sobre o texto, o candidato deve observar se, ao longo do texto, há números, siglas, nomes próprios (pessoas, nomes de empresas, etc), países, cidades, estados, nacionalidades, entre outros.
  4. Conforme for encontrando esses elementos, o candidato deve sublinhá-los. Caso sejam mencionados em alguma questão, já fica fácil localizar o número, nome de pessoa, sigla, etc. Assim, encontrar a informação necessária para responder o enunciado.

No entanto, ele também alerta: o Cebraspe não costuma trazer palavras grifadas, negritadas ou lacunas. “Mas por precaução, penso ser a melhor tática passar os olhos sobre o texto antes”, reitera.

Cebraspe é uma banca difícil em inglês?

De antemão, o professor Roberto considera que sim. “Com relação ao nível de dificuldade dos textos, o Cebraspe costuma judiar dos candidatos e apresenta textos difíceis”, afirma.

Em virtude disso, ele recomenda começar a preparação o mais rápido possível. Para os estudos de língua inglesa, ele indica o seguinte passo a passo:

  1. Estude cerca de 15 minutos no início do dia
  2. Revise o que estudou antes de dormir
  3. No dia seguinte, antes de se levantar da cama, revise a matéria do dia anterior por cerca de cinco minutos

Por fim, ele aconselha repetir o processo todos os dias.

Redação para o Cebraspe

Segundo a professora Vivian Barros, as provas de redação do Cebraspe não são complexas, mas exigem muito do candidato. Principalmente no que diz respeito ao conteúdo.

Nesse sentido, para obter uma boa pontuação, o futuro servidor precisa demonstrar para a banca que domina o tema proposto.

De antemão, a melhor forma de fazer isso é trazendo muitas informações, dados e argumentos sobre o assunto para o texto.

Como são as provas de Redação do Cebraspe?

Nesse contexto, é fundamental que o candidato tenha atenção ao desenvolvimento dos tópicos apresentados no enunciado. Para isso, a professora Vivian recomenda que o candidato:

  1. Leia com muita atenção os comandos dos itens ( 1, 2, 3 ou a, b, c).
  2. Identifique se o examinador pede para você conceituar, exemplificar ou analisar algum tema.
  3. Escreva exatamente o que o examinador deseja ler

Cebraspe é uma banca difícil em Redação?

Apesar de não serem difíceis, Vivian afirma que as provas do Cebraspe têm muitas pegadinhas. No entanto, o objetivo do examinador é simples: saber se o candidato consegue se expressar razoavelmente bem em Língua Portuguesa.

Em outras palavras, ele busca a certificação de que a pessoa que fez a prova conhece determinado assunto (relevante para a instituição ou para a função que exercerá) e se expressa de forma lógica.

Expressar-se bem exige, entre outras coisas, redigir com correção gramatical. Ou seja, com atenção às normas gramaticais. Portanto, revise com atenção:

  • As regras de regência
  • Concordância
  • Emprego da crase
  • Principalmente, emprego da vírgula

“A correção gramatical contribuirá para a clareza do texto”, afirma Vivian Barros. “Com essas estratégias, você fará uma excelente prova de redação!”

Agora que você já sabe como funciona a banca Cebraspe, quer começar a praticar? O Folha Questões filtra os exercícios por banca para você!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *