fbpx

Como se preparar para auxiliar e técnico de necropsia da PC-RJ

Compartilhe o conteúdo

O concurso para a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro está chegando e os cargos de técnico e auxiliar de necropsia devem ter grande procura.

O concurso, autorizado pelo governador Wilson Witzel, ofertará 16 vagas para técnico de necropsia e 12 vagas para auxiliar de necropsia. Ao todo, serão 864 vagas em diversas carreiras.

A última seleção para o cargo de técnico de necropsia foi em 2009, com a FGV como banca responsável. Já a última prova para o cargo de auxiliar foi em 2002, com a Faepol como organizadora.

As fases do concurso seleção serão:

1ª fase: provas de conhecimentos, exame psicotécnico, exame médico e prova de capacidade física.

2ª fase: curso de formação profissional, com apuração de frequência, aproveitamento e conceito.

Com isso, os interessados em uma vaga já podem (e devem!) intensificar sua preparação para a prova objetiva e o teste físico.

→ Acompanhe o noticiário completo do concurso PC-RJ 2020

policia civil rj

Polícia Civil do Rio de Janeiro está com previsão de Concurso em 2019 (Foto: Governo do RJ)

O que você vai encontrar nesse post?

O Especialista da FOLHA DIRIGIDA, o professor Alexandre Prado, reuniu informações para tirar todas as suas dúvidas sobre o concurso de auxiliar e técnico de necropsia da PC-RJ. Confira abaixo, fique atento e boa prova!

Quando foi o último concurso para técnico de necropsia da PC-RJ? Como foi a última prova de auxiliar de necropsia da PC-RJ? Posso desempenhar a função relacionada a minha formação superior? Como escolher a lotação como auxiliar e técnico de necropsia?
O que caiu na última prova de técnico de necropsia da PC-RJ? Quanto ganha um auxiliar em necropsia? O edital para técnico e auxiliar permanecerão com as duas matérias? Língua Inglesa pode cair nas provas de auxiliar e técnico de necropsia?
Quanto é o salário de um técnico em necropsia? Qual a idade máxima para prestar concurso Polícia Civil RJ? É possível as provas de auxiliar e técnico de necropsia caírem no mesmo dia? A natureza da dívida pode reprovar no concurso da Polícia Civil RJ?
Quando foi o último concurso para auxiliar de necropsia da PC-RJ? Auxiliar e técnico de necropsia tem porte de arma? Devem cair noções de Direito nas provas de necropsia? Como se preparar para as provas de técnico e auxiliar de necropsia?

Quando foi o último concurso para técnico de necropsia da PC-RJ?

Os últimos editais para a prova de técnico de necropsia foram em 2002 e 2009. E mudanças já foram perceptíveis na estrutura das provas. Portanto, é importante não se prender a um conteúdo específico. Confira o edital de 2009.

O que caiu na última prova de técnico de necropsia da PC-RJ?

Ao todo foram 60 questões, sendo 20 de Língua Portuguesa e 40 de Conhecimentos de Anatomia e Fisiologia Humanas.

O Especialista Alexandre Prado acredita que esse formato deverá ser mantido e servirá de base para o estudo e preparo para a prova de auxiliar também! Baixe a prova de 2009.

Quanto é o salário de um técnico em necropsia?

A remuneração inicial para técnicos é de R$5.277,59.

📝 Saiba o que faz um técnico de necropsia da Polícia Civil-RJ

Quando foi o último concurso para auxiliar de necropsia da PC-RJ?

O último concurso para auxiliar foi em 2002, porém, segundo Alexandre Prado, esse edital não deverá ser utilizado como referência. Isso porque, como se passaram 17 anos, é possível que muita coisa mude na avaliação.

📝 Conheça tudo sobre o cargo de auxiliar de necropsia

Como foi a última prova de auxiliar de necropsia da PC-RJ?

Na última prova para auxiliar de necropsia, foram cobradas 60 questões, destas 30 questões de Noções Básicas de Biologia e Anatomia Humanas, 20 de Língua Portuguesa e 10 de Matemática.

O mínimo de acertos exigido no total da prova na ocasião foi de 30, algo que não deverá ser mantido.

Por isso, ATENÇÃO! Essa configuração certamente será mudada, de acordo com O Especialista.

Utilize a configuração do edital de 2009 de técnico de necropsia caso pretenda estudar para auxiliar. Baixe a prova do concurso de 2002.

Quanto ganha um auxiliar em necropsia?

O salário inicial para auxiliar é R$4.506,27.

Qual a idade máxima para prestar concurso Polícia Civil RJ?

A idade limite para participar é de 65 anos. Se já for servidor, até os 70.

Auxiliar e técnico de necropsia tem porte de arma?

Os cargos de técnico e auxiliar de necropsia permitem o porte de arma.

Posso desempenhar a função relacionada a minha formação superior?

Se você for formado e passar para esses concursos, a sua atribuição será referente ao seu cargo e não a sua formação.

O edital para técnico e auxiliar permanecerão com as duas matérias?

O Especialista acredita que sim. O edital de 2009 manteve o mesmo conteúdo programático na parte especifica do último concurso.

editais verticalizados tecnico e auxiliar necropsia

É possível as provas de auxiliar e técnico de necropsia caírem no mesmo dia?

Vai depender da banca. O Especialista acredita em dias diferentes para que os candidatos possam aplicar para os cargos.

Devem cair noções de Direito nas provas de necropsia?

Não, pois a atribuição do cargo é diferente do de investigador e inspetor, por exemplo.

Como escolher a lotação como auxiliar e técnico de necropsia?

Os melhores avaliados terão vantagem nesse aspecto. Garanta um bom desempenho para isso.

Língua Inglesa pode cair nas provas de auxiliar e técnico de necropsia?

Dificilmente os organizadores costumam incluir alguma disciplina diferente do último concurso. O motivo é o fato de que fazer isso custaria mais na elaboração do concurso e o Rio de Janeiro está em regime de recuperação fiscal

→ 7 dicas para o concurso de técnico de necropsia

A natureza da dívida pode reprovar no concurso da Polícia Civil RJ?

Você deverá apresentar as certidões. Isso significa que sim, dependendo da natureza, poderá reprovar por esse motivo.

Como se preparar para as provas de técnico e auxiliar de necropsia?

Agora que você já sabe como devem ser as provas para técnico e auxiliar de necropsia, é hora de iniciar seus estudos. O professor Alexandre Prado explica algumas dicas para ajudar no processo:

1 – Iniciando o Planejamento

Para começar, Alexandre Prado indica que o candidato faça a análise minuciosa da última prova do concurso.

Essa varredura envolve avaliar questão por questão, cada tema do conteúdo programático e disciplina por disciplina, comparando com o edital correspondente e marcando quais temas mais caíram.

Dessa forma, o interessado perceberá que existem sempre uns 20% a 30% do conteúdo que é certo de cair.

Esses detalhes vão fazer com que você direcione o seu estudo e pegue efetivamente aquele conteúdo de conhecimento essencial para sua prova.

Assinatura Folha Dirigida

2 – Montando o seu horário

Para elaborar o seu horário, você deverá começar preenchendo todos os compromissos fixos que você não pode mudar, como o seu trabalho ou curso.

Assim, os excedentes vagos você utilizará para os seus estudos. Separe no mínimo três horas por dia. Essa carga horária pode ser distribuída ao longo do dia.

Após montar o cronograma, distribua os conteúdos. O tempo de Português deve ser o menor, e o restante para conteúdo específico. Isso porque, na última prova, 80% do conteúdo foi de conhecimento específico.

enlightened Você precisa de uma hora para almoçar? Ou você pode realizar sua refeição de forma saudável e correta com o tempo de 30 minutos?

Com os 30 minutos restantes, utilize para fazer a leitura de algum texto, conteúdo de apostila ou até mesmo assistir a uma videoaula de algum dos temas de técnico de necropsia, recomenda Prado.

enlightened Outra estratégia é começar a dormir meia hora depois e acordar meia hora antes do horário de costume para ter mais tempo disponível de dedicação aos estudos!

Com esses três momentos – acordar mais cedo, tempo de almoço e dormir mais tarde -, você já somou 1h30 de preparação ao longo do dia, destaca o professor.

No restante do tempo, você pode conseguir estudar aproveitando o trajeto que você faz para o trabalho e do trabalho para casa, por exemplo.

3 – Ciclo de disciplinas

Na prova de técnico de necropsia, a mais recente e que vamos pegar aqui como exemplo, temos 20 questões de Português (peso 1) e 40 específicas (peso 2).

O estudo da teoria deve ser 4×1, ou seja, dedicar-se quatro vezes mais à específica do que a Português.

Após cada ciclo de estudos de determinado tema, o candidato deve fazer exercícios sobre o conteúdo estudado, iniciando no fim de semana.

Ao final de cada quatro semanas, deve fazer questões sobre todo o conteúdo estudado anteriormente, reforçando esse aprendizado.

Os resumos são importantes fazer com base em questões resolvidas de cada tema. Ao final de cada ciclo de estudos concluídos, aconselho os simulados temáticos, explica o professor.

4 – Não esqueça do TAF

Outro ponto importante é não esquecer de encaixar na rotina o tempo para preparação do TAF (teste de aptidão física).

A recomendação de Prado é que, mesmo com uma cobrança não tão rigorosa como foi para o cargo de inspetor, o candidato não deve deixar ignorar o treinamento para essa etapa.

Exercícios físicos são essenciais para a saúde além de interferirem diretamente no rendimento na hora do estudo.

→ Como treinar para o TAF de concursos públicos?


Compartilhe o conteúdo

Você pode gostar...

11 Resultados

  1. Priscila disse:

    Tem algum curso preparatório ou material de estudo bom para indicar?

  2. alex disse:

    precisa de algum curso tecnico para a prova de tecnico em necropsia ou apenas o nivel medio completo?

  3. Luan disse:

    Mesmo com ensino fundamental pra auxiliar de necropsia tem a mesma chance que outros candidatos e e muito concorrido pra auxiliar

  4. Antonia Gomes disse:

    Quando será que as inscrições vão começar?
    Não vejo o e edital nem ficha de inscrição.

  5. Marcos disse:

    O auxiliar de necropsia trabalha armado?

    • Folha Dirigida disse:

      Olá, Marcos! Sim! De acordo com a Lei 3586/01, que dispõe sobre a estruturação da Polícia Civil do Rio de Janeiro, a nomenclatura desta carreira é Auxiliar Policial de Necropsia. Por isso, a categoria é policial e trabalha com os mesmos parâmetros das demais classes da Polícia Civil do RJ. Dessa forma, mesmo que atue na área da saúde, por estar trabalhando em um posto de polícia dentro do IML, vai atender o público de forma geral. E, por ser um ambiente policial, que preza pela segurança de todo o IML e dos policiais que lá trabalham, o auxiliar de necropsia trabalha armado sim.
      Se você quiser saber mais sobre esse cargo e o de técnico de necropsia, confira o vídeo no nosso canal do YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=aEzE3mJX7JI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *