fbpx

Como aprender a estudar sozinho para concursos

Compartilhe o conteúdo

Você já deve ter se perguntado sobre como aprender a estudar sozinho para concursos, certo? Até porque a preparação deve ir além das salas de aula.

Um fato é que nem todas as pessoas têm recursos para bancar um cursinho ou professor particular. Por isso, muitas vezes precisam se dedicar sozinhas ao sonho de se tornar um futuro servidor.

Delegada da Polícia Civil de São Paulo, Martha Vergine é exemplo de uma pessoa que só percebeu que iria ter sucesso na sua jornada quando se profissionalizasse nos estudos.

O resultado: foi aprovada depois de um ano e oito meses de muita dedicação. O segredo do sucesso é aprender a aprender.

Mas como assim? Calma, vamos explicar!

Como aprender a estudar sozinho para concursos

A maior dificuldade das pessoas ao estudarem sozinhas é a organização (Foto: Freepik)

Como superar a maior dificuldade ao estudar para concursos?

Além de delegada, Martha Vergine é professora em três universidades e na Acadepol, além de mentora de estudos. Diante da sua experiência com os alunos, ela percebeu que a maior dificuldade é a organização.

As principais queixas eram:

  • Como manter o foco
  • Ter disciplina
  • Assistir à aula com eficiência
  • Estudar com eficiência
  • Como responder com segurança na hora da prova

Principais queixas de estudantes

Para superar isso, a chave é ter um comprometimento maior e fazer o que for possível, com as condições que você tem.

Em meio a esse processo, você deve aprender a se blindar para conseguir ter disciplina e se proteger dos comentários de outras pessoas que tentam sabotar você. A autossabotagem também é uma vilã.

Outro ponto é que, se você fizer as coisas do mesmo jeito querendo um resultado diferente, dificilmente vai conseguir alcançar sua meta.

A saúde mental, portanto, é algo que tem que ser trabalhado diariamente. O que está sabotando você? Pare um tempinho e reflita.

Nós não temos controle sobre o que falam da gente, mas temos sobre como reagimos a isso. Aprender a reagir é o que fará a diferença.

Como aprender a estudar sozinho para concursos?

O primeiro aspecto que o estudante tem que ter atenção especial ao estudar sozinho, segundo a professora Martha Vergine, é quanto ao seu emocional.

É preciso entender que, independentemente da crise externa que está acontecendo, como a do Coronavírus atualmente, você não pode travar.

Nós sabemos da realidade, e esse cenário não pode impedir você de continuar no seu projeto, porque quando tudo isso acabar, os concursos vão voltar como uma avalanche, diz Martha.

martha vergine

Segundo Martha Vergine, é necessário ter atenção com o aspecto emocional. (Foto: arquivo pessoal)

Se você paralisar a sua preparação, pode perder chances reais de aprovação. No mundo dos concursos públicos, existem pessoas aventureiras, mas também aquelas que de fato se preparam para o estudo. Essas não vão parar.

E aí vem a questão da concorrência. Normalmente, um concurso tem milhares de inscritos, mas somente uma parcela pequena estará comprometida de verdade com aquele projeto.

E você deve estar com essa minoria.

O segundo aspecto, então, é aprender a lidar com o estresse do lado de fora e se fechar na sua bolha de estudos.

A mente deve estar concentrada na atenção plena do seu objeto.

“É uma bolha. O mundo fica lá fora. A minha concentração tem que estar no meu ponto de atenção, seja na leitura de um livro, em uma videoaula ou live”, explica Martha.

Tudo depende da organização e do planejamento de estudos que, segundo Martha, tem que ser uma sensação prazerosa e não “chata”.

É preciso aprender como estudar para transformar aqueles minutos em horas mais atrativas, leves e sem pressão. Se for difícil, você não irá ter consistência, nem manter aquele estudo no tempo necessário.

O estudo tem que ser leve, divertido. Luta é no ringue, não no concurso. O que traz dor, o seu sistema rejeita.

Curso de Português para concursos

Como fazer a sessão de estudos perfeita?

Martha Vergine afirma que é fundamental que o estudante tenha um espaço específico para os estudos.

Segundo a delegada da PC-SP, isso acontece pois a sua mente faz associações sobre os locais que você utiliza em sua rotina.

O que a sua mente tem associada à sua mesa da cozinha? À confraternização, alimentação, família. E a sua cama? Ao relaxamento, descanso, namoro. Você estabelece uma relação com os ambientes da casa. O seu cérebro inconsciente associa, explica.

No caso dos estudos, pela repetição do dia a dia, o cérebro vai associar que você tem que atingir um modo de atenção plena quando estiver no local para estudar e atingir seu estado de Flow.

Mas o que é Flow? A professora explica com um exemplo:

“Um artista quando está pintando não vê o tempo passar, um esportista quando está jogando, também não. Nós quando estamos estudando, precisamos entrar nesse estado do Flow de não sentir o tempo passar”.

A professora diz que cada dia de estudo é um tijolo que você coloca a mais na ponte que vai posicionar você no futuro que quer viver. Quanto menor for essa ponte, melhor para você, pois vai viver essa realidade antes.

Por isso que cada sessão de estudo tem que ser perfeita, porque só se constrói uma parede perfeita colocando tijolo por tijolo corretamente.

Como você vai ser um candidato com chances reais de aprovação? Fazendo a sessão de estudos perfeita. E o cantinho influencia, pois o seu cérebro entra no modo de estudo na hora que ele chega naquele espaço.

→ Como a neurociência pode ajudar nos estudos?

Como fazer um cronograma de estudos eficiente?

De acordo com Martha Vergine, você deve saber que o método de estudos é o pacote maior na sua preparação. Dentro do método existem várias técnicas. O planejamento é uma delas.

A dica inicial para organizar seu cronograma é saber quanto tempo por dia você tem para estudar. Depois, defina sua meta diária e semanal.

Vergine afirma que é fundamental ter pequenas vitórias ao longo da sua preparação, pois isso deixa você mais motivado. O combustível para a conquista final é a emoção e satisfação diária.

Exemplo: se você só pode duas horas por dia, faça dez semanais.

Pode parecer pouco, mas se é o tempo que você tem disponível, não procure forçar para fazer mais.

Se perceber que está motivado e puder aumentar o período definido para aquele dia, a dica é ir aumentando aos poucos até chegar à sua meta semanal montada lá atrás.

Tá motivada e cumpriu no meio da semana? Isso quer dizer que não precisa estudar mais? Não. A pessoa vai estar tão contente com seu rendimento que vai estourar sua meta semanal e vai se sentir motivada para fazer isso novamente na semana seguinte.

Por isso, é fundamental fazer um planejamento de acordo com sua realidade. A sessão de estudos perfeita é você fazer o melhor que você pode com as condições que você tem naquele dia.

Certamente você vai ter um dia ou outro mais ou menos motivado, sem disposição ou triste. Saber trabalhar o aspecto emocional vai fazer com que você faça a melhor sessão de estudos.

Como fazer um cronograma de estudos

O que não pode faltar em uma semana perfeita?

O principal, segundo Martha Vergine, é saber trabalhar o aspecto emocional. Porque aprender a estudar, saber técnicas, é de certa forma mais fácil. O que não pode faltar é a consciência de que você está trabalhando no seu sonho, não o de outra pessoa.

“Aquele momento, aquelas horas que você vai investir no seu estudo, é um trabalho para você”, afirma a professora.

Mais do que a técnica, é importante que exista a sessão de estudos. Você vai mudar sua vida por conta dos estudos. As pessoas não têm essa rotina. Muitas estudam somente quando têm vontade.

Você não pode ser refém da vontade.

Um ponto indispensável para uma semana de estudos completa é a revisão. A professora afirma que não adianta o aluno pular a matéria se está perdendo o que passou ao não revisar.

A revisão de estudos eficaz

Sem revisão não tem aprovação. Ela é essencial para o plano de estudos.

É preciso entender que só ler livros e assistir aulas não é estudar. A professora Martha aponta as três etapas do estudo para explicar a importância da revisão.

📚 Input ou captação da informação: nessa etapa, você deve tirar a informação do mundo e colocar na sua cabeça. Isso pode ser feito a partir da leitura de livros, apostilas, videoaulas, professores ao vivo.

📝 Processamento: essa é a etapa de quando você processa e aprende a matéria. Nessa fase você constrói o material com as suas palavras para ajudar o seu cérebro a memorizar e fazer as revisões depois de forma mais rápida.

📓 Revisão: o momento de você apreender as matérias, ou seja, ter consciência de que compreendeu tudo que foi estudado.

Três etapas de estudos

Como o estudante faz para se manter concentrado?

Entender como funciona o seu cérebro é importante para manter a concentração durante o estudo. Muitas pessoas acham que têm algum problema por não conseguirem ficar concentradas. Mas isso é algo comum. A questão é voltar para o foco.

A sessão de estudo não tem o mesmo charme que um cinema, que prende a sua atenção. É importante entender que o cérebro vai devagar, que vai lembrar de outra coisa fora.

A concentração está no seu exercício de voltar para o foco. E a prática da volta para a concentração vai aumentar aos poucos, como um músculo. Se o seu cérebro perder a concentração, volta que ele vai aprender.

💡 Dica 1: se você tem muito de ficar lembrando de coisas no meio do estudo, deixa um bloquinho do lado e anota. Dessa forma, seu cérebro não vai mais esquecer a missão.

💡 Dica 2: diminuir os estímulos à sua volta. Não é indicado estudar com fotos, livros, ou diversos outros itens na sua frente que possam trazer estímulos para pensar em outra coisa. Tenha o mínimo de estímulo para roubar a sua atenção.

Qual a melhor técnica de estudos?

Martha Vergine afirma que não existe a melhor técnica de estudos. Somos seres distintos, temos fórmulas distintas, estímulos e formas de aprender diferentes.

Logo, existem várias técnicas que você pode aprender, aplicar, testar, e definir qual é a melhor para você.

A pessoa que está estudando para o concurso público não quer só uma nota em uma prova. O que você quer mesmo é o que vem depois da aprovação: estabilidade, carreira, salário justo e benefícios.

Por isso, uma técnica que você deve passar longe é a de chutes. Segundo a delegada, quem passou com técnica de chute não vai ter vida longa na carreira.

“Hoje nós temos que ser servidores públicos, servir o público, entregar o nosso melhor serviço. Ser servidor público é questão de honra. Aprender a aprender que vai fazer com que você realize o sonho da aprovação”.

Isso porque, lá na frente, se você for aprovado, o conteúdo que você estudou irá aparecer no dia a dia da sua profissão. Se tiver chutado, não vai saber como fazer e servir bem a população.

É preciso ser um super estudante para depois tornar-se um super servidor.

Como continuar depois de uma reprovação?

Nem sempre o concurso dos nossos sonhos acontece com uma grande frequência. Em alguns casos, demoram três, quatro, dez anos para acontecer novamente.

O que fazer caso você não seja aprovado? Segundo Vergine, é preciso entender que, além do sonho, você deve ter outros objetivos prévios semelhantes ao que você quer, para garantir seu sustento e preparação enquanto aguarda pelo concurso principal.

No entanto, você deve escolher um objetivo que faça brilhar os seus olhos também, porque isso é que fará você ter mais concentração, persistência e resiliência ao longo do caminho. Mas, lembre-se:

Você pode ter um objetivo prévio, mas não pode abrir mão do seu sonho. Já que você vai se dedicar, porque não fazer um concurso que você possa te satisfazer, mesmo que não seja o concurso dos sonhos?, indica Martha.

Para isso, reflita sobre esses três tópicos:

  • O que no mundo você faria até de graça?
  • Qual é o assunto que prende a sua atenção?
  • Pesquise por pessoas que já trabalham na carreira que você quer.

Quando você estuda para um concurso não é apenas para uma nota, é para uma carreira.

Mesmo que em um primeiro momento não seja o concurso que você sempre sonhou, é importante ter objetivos que o conectem à isso.

Assinatura Folha Dirigida


Compartilhe o conteúdo

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Ounn😍 Obrigada pelo feedback! Faça seu cantinho, tenho certeza que vai te ajudar muito na sessão de estudo. ❤️📚✅

  2. Fabrícia Dornaes disse:

    Amei a explicação do cantinho de estudos… 💕

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *