fbpx

Como administrar o tempo de prova de concurso?

Você sabe como administrar o tempo de prova de um concurso público?

Aprender o conteúdo é apenas uma etapa para quem está se preparando para uma seleção. Não basta somente ter o conhecimento pedido: é preciso aplicá-lo no tempo determinado para o exame.

Se por um lado muitos candidatos ficam exaustos ao ficar horas sentados, por outro, há quem considere o tempo insuficiente para realizar todas as questões. Aí vem o pensamento: se eu tivesse mais tempo, poderia ter me saído melhor?

Uma realidade é que saber como organizar o tempo de prova é fundamental.

Por isso, o professor e coach do Estratégia Concursos e servidor público do TCE-SP, Ricardo Sampaio, falou sobre como treinar para fazer a prova toda dentro do tempo durante o processo de estudos.

Ter somente o conhecimento do conteúdo não é suficiente: é preciso aplicá-lo dentro do tempo determinado para o exame

Ter somente o conhecimento do conteúdo não é suficiente: é preciso aplicá-lo dentro do tempo determinado para o exame (Foto: Freepik)

Como administrar o tempo de prova?

Ricardo Sampaio divide o processo de aprender a administrar o tempo de prova em três passos:

Realize treinos com provas ou sistemas de questões

Ao colocar em prática os seus conhecimentos, o futuro servidor poderá reconhecer quanto tempo gasta com cada matéria.

Por exemplo: a maior parte das pessoas costuma demorar mais para resolver questões de Raciocínio Lógico do que nas matérias de Direito. Isso acontece com você?

Esse treinamento também ajudará o candidato a traçar a estratégia de focar nas questões que pedem menos tempo.

Ao resolver essas primeiro – em vez das mais complexas – evitará que enunciados simples sejam deixados em branco.

Inicie a prova pelas questões que você tenha maior facilidade

As questões que são mais simples para uma pessoa podem não ser para outra, logo, o autoconhecimento só vem com a prática de exercícios.

A estratégia também impacta na confiança do candidato. Começar a prova se sentindo bem afastará o desânimo e, em consequência, minimizará as chances de um desempenho ruim.

Além disso, também terá mais eficiência na execução e, por consequência, ganhará tempo na prova.

Considere o peso das matérias no edital

Também é importante ter atenção quanto ao peso das disciplinas no edital para escolher qual parte do exame priorizar mais na hora da prova do concurso.

É comum que matérias mais básicas tenham valor menor que as matérias mais específicas, com maior relação com o cargo.

Se sentir que, na hora da prova, o tempo está apertando e que vai precisar deixar questões em branco, escolha as que:

  • Têm menor peso no edital
  • Apresentam maior grau de dificuldade
  • Sejam mais complexas

Como aprender a administrar o tempo de prova

Treinar com exercícios funciona para fazer a prova dentro do tempo? 

Ricardo Sampaio lembra que estudo por exercícios é um dos métodos mais eficientes de aprendizagem, afinal, apresenta 80% de retenção do conteúdo estudado, segundo a pirâmide de William Glasser.

São os exercícios que também que farão com que o estudante saiba como a banca cobra a matéria, o tempo que cada questão leva e a identificação dos seus próprios pontos fracos.

Ainda assim, é necessário estudar a parte teórica e construir materiais de revisão alinhados aos exercícios. O uso de mapas mentais, assim como revisões periódicas, fará com que o conteúdo saia da sua memória de curto para a de longo prazo.

“Dessa forma, você terá o conhecimento em dia e terá menos dúvidas na hora de realização das provas, o que gera uma redução do tempo gasto em cada questão”, conclui o professor.

→ Pratique com mais de 600 mil questões no Folha Questões

Como treinar para fazer a prova no tempo correto durante os estudos?

Assim como os exercícios, os simulados são uma excelente forma de treino durante a preparação para concurso, porque permitem:

  • Analisar o nível de cansaço durante a execução
  • Acostumar-se com a pressão do momento de prova
  • Comparar os seus resultados com os de outras pessoas

Não é difícil encontrar provas anteriores, já que costumam ser disponibilizadas por diversos cursinhos, em ferramentas de questões e até mesmo nos sites das próprias bancas.

Mas uma coisa que o professor repara é que muitos alunos têm o costume de fazer os simulados sem, de fato, simular uma situação de prova.

Vejo muitos concurseiros fazendo só uma matéria no simulado, fazendo o simulado conversando com outras pessoas ou até mesmo pesquisando na internet, afirma Ricardo Sampaio.

O momento de fazer o simulado deve ser sagrado. A ideia é se isolar o máximo possível, com celular desligado, para se aproximar de como seria durante a prova de concurso público.

Outro método que ele considera interessante – para quem tem condições financeiras – é se inscrever para provas de concurso similares a sua.

Assim, o candidato poderá vivenciar situações reais que podem acontecer, como os fiscais estarem conversando, ou uma festa próxima em que dá para ouvir o barulho da sala.

Acostumar-se com essas diversidades é um ótimo treino para atenção e o foco.

Devo treinar fazer a prova no tempo indicado apenas com simulados?

Os simulados são, de fato, a melhor forma de treinar. Mas, se for possível, outra forma interessante pode ser com provas de concursos parecidos. Isso ajudará o candidato a ter:

  • Experiência
  • Tempo de prova
  • Conhecimento

Os erros em questões nessa “prova treino”, por exemplo, ficarão para sempre na cabeça do candidato, de forma que ele passará a ficar muito mais atento a esse tipo de conteúdo.

Outra etapa muito importante no processo de estudos é o treino de questões discursivas, principalmente para evitar dificuldade em escrever sobre o tema escolhido pela banca examinadora.

Ricardo Sampaio recomenda treinar as discursivas pelo menos uma vez na semana, ou de 15 em 15 dias, para futuros servidores que estão estudando há mais tempo.

Para quem está começando a estudar agora, os simulados devem ser introduzidos aos poucos, porque o futuro servidor precisa aprender os conhecimentos antes de testar.

Se durante os simulados percebo que estou demorando muito, como reduzir esse tempo?

O professor compara fazer questões com a prática de um exercício físico. Se você começou a correr há pouco tempo, por exemplo, leva cerca de sete minutos ou mais por quilômetro.

Conforme vai treinando, emagrecendo, ganhando resistência muscular, a tendência é diminuir esse tempo.

O estudo para concursos é muito semelhante. No seu primeiro simulado, é normal você gastar muito tempo pensando nas questões e acabar excedendo o tempo máximo permitido.

Porém, ao decorrer da sua preparação, você fará muitas questões e ganhará velocidade na execução.

Lembre-se: aquilo que não se pode medir, não se pode melhorar. Cronometre o tempo gasto em cada questão e veja a razão de estar demorando tanto. Pode ser simplesmente por falta de conhecimento, algo que será ganho ao longo da sua preparação, aconselha o especialista.

Como administrar o tempo de prova se houver redação?

Ricardo Sampaio considera a redação um divisor de águas nas provas de concurso e o motivo de muitas reprovações.

Em quatro anos de estudo, ele aprendeu que a primeira atividade ao iniciar a prova deve ser ler sobre o que você terá que escrever na discursiva.

Ler o tema de primeira ajudará o cérebro a ativar vários assuntos na sua memória cobrados na parte objetiva, que poderão ser utilizados na redação. Isso também proporcionará confiança e conhecimento.

Ele indica utilizar a seguinte estratégia:

  • Veja o tema da redação
  • Faça questões objetivas que tenha domínio ou considere fáceis
  • Esboce a redação
  • Faça as questões que tiver dúvida ou achou difícil, caso opte por não deixá-las em branco
  • Passe a redação para o caderno de respostas
  • Passe o gabarito da parte objetiva para o caderno de respostas

Quanto tempo da prova usar para a redação?

O tempo para a redação pode variar por causa de fatores como:

  • O estilo de redação cobrado, pois a banca pode cobrar um texto dissertativo, um estudo de caso ou até mesmo parecer técnico.
  • O tempo disponibilizado ao candidato.
  • Cargo pretendido.

Alguns órgãos pedem à banca maior quantidade de provas discursivas para identificar o poder de argumentação e a escrita do candidato.

Em geral, o tempo para a redação não deve passar de uma hora. Se você ainda assim tiver dificuldade de escrever em 60 minutos, tente reduzir a quantidade de tempo que leva na prova objetiva para poder compensar.

Como aprender a administrar o tempo de prova

Quanto tempo usar para cada questão?

O tempo para cada questão pode variar por causa do edital, banca e até mesmo o padrão de questões (certo e errado ou múltipla escolha).

O que Ricardo Sampaio recomenda é realizar as questões certo e errado em, no máximo, um minuto e meio. Para as de múltipla escolha, ele aconselha usar não mais do que três minutos.

“É importante ressaltar que estamos falando de um tempo médio. Questões de Exatas poderão demandar um tempo maior, o que será equilibrado por questões de Informática, Administração e até mesmo Direito”, explica.

Essa metodologia proporciona ao candidato tempo para passar as questões para o caderno de respostas e realizar a redação com calma e atenção.

Dicas práticas para administrar o tempo na hora da prova

Além de todos os rituais e treinos antes da prova, são dicas simples que podem ajudar a não extrapolar o tempo de prova:

  • Leve água para a prova, mas evite tomar muita para não ter que ir ao banheiro. Caso não consiga, vá no máximo uma vez.
  • Alimente-se de comidas leves antes e no momento da prova.
  • Só foque nas questões complexas ou que você tenha muita dúvida depois de fazer as demais e passar para a folha de respostas.
  • Alimentos e Bebidas energéticas devem acompanhar você na prova. Não os consuma imediatamente. Espere a 1ª ou 2ª hora passarem e os consuma a fim de ter mais energia para concluir a prova da mesma maneira que começou e não perder velocidade na execução.

Outra dica importante é, antes da prova, não consumir nada com muito açúcar. O pico de insulina gerado pelo seu corpo poderá causar maior cansaço.

Pode parecer muita coisa para se pensar além de ter que estudar, mas Ricardo Sampaio lembra que a prática leva à perfeição.

“Não tenha medo de errar, nem de começar, tenha medo de ficar parado. Estudar para concursos foi, de longe, a tarefa mais difícil que realizei na minha vida, mas eu te garanto que vale a pena cada sacrifício”, aconselha.

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Todo estudante deve buscar se tornar um bom gestor de tempo de prova. Nada mais triste do que um candidato ser reprovado, mesmo tendo plenas condições de passar, apenas porque se atrapalhou com o tempo…

    Administrar bem o tempo (assim como aprender a fazer boas redações) é algo que se adquire através da prática consistente, “simulando” as condições do dia da prova. Ligue o cronômetro e faça simulados sempre, e não só durante a reta final! E que os seus simulados tenham o mesmo formato dos concursos que você pretende fazer.

    E, se precisar de alguma ajuda, não hesite em entrar em contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *