fbpx

Como adaptar seu currículo ao recrutamento online

Compartilhe o conteúdo

*Autor convidado

Você já deve ter se questionado sobre como adaptar seu currículo ao recrutamento online.

Uma realidade é que os softwares e a Inteligência Artificial têm sido aliados importantes no processo de recrutamento.

Com a transição para o online, grandes empresas estão utilizando diariamente algoritmos inteligentes com o objetivo de facilitar e agilizar a filtragem de currículos conforme a descrição da vaga. Saiba disso?

E isso tem sido extremamente benéfico para os recrutadores, pois não há mais a necessidade de passar uma tarde inteira fazendo a triagem de currículos, já que existe uma inteligência que cumpre esse papel.

Dessa forma, os profissionais  podem focar em questões mais estratégicas do processo seletivo.

Por isso, trouxemos dicas para que você, como candidato, consiga adaptar seu currículo ao recrutamento online diante desses filtros que são realizados por algoritmos.

Como adaptar seu currículo ao recrutamento online

Com a transição para o online, grandes empresas estão utilizando algoritmos inteligentes com o objetivo de facilitar e agilizar a filtragem de currículos (Foto: Freepik)

1. Aposte na simplicidade

Currículos com artes maravilhosas e design inovador têm sido uma tendência, principalmente para as áreas Criativas e de Comunicação.

Eles são muito efetivos aos olhos dos recrutadores que realizam a triagem de forma manual, pois destacam sua criatividade. Porém, para portais e robôs, este tipo de currículo atrapalha (e muito) na realização da triagem.

Você pode acabar perdendo pontos, ou até mesmo ser desclassificado do processo seletivo, já que pode ser que a Inteligência Artificial não seja capaz de ler o seu currículo por conta desses recursos.

O ideal é tentar identificar quais são os portais que utilizam esse tipo de software e, para estes especificamente, utilizar o bom e velho currículo padrão criado no Word. Não são recomendados currículos criados em PowerPoint ou Photoshop.

Já empresas e portais menores provavelmente utilizarão recrutadores para realização das triagens.

O melhor dos mundos, nesse caso, é você possuir dois tipos de currículos e utilizá-los conforme a necessidade da vaga.

2. Você precisa de palavras-chave

O conceito de SEO e palavras-chave é amplamente utilizado por robôs, afinal, é a partir desses recursos que são capazes de metrificar e ler os currículos dos candidatos.

Portanto, é importante que você possua um currículo muito bem criado e organizado, com todas as palavras-chave mais utilizadas pela sua área de atuação e pertencentes à descrição de vaga em que você está se candidatando.

Faça uma pesquisa da sua área de atuação e realize o mapeamento de todas as palavras-chave principais.

Posteriormente, tente adicioná-las no seu currículo de maneira natural, principalmente nas partes mais importantes como:

  • Título
  • Cargo
  • Descrição de experiências anteriores
  • Habilidades
  • Resumo
palavras chave em currículos

O conceito de SEO e palavras-chave é amplamente utilizado por robôs (Foto: Freepik)

3. Especifique seus conhecimentos

Apesar da tecnologia ser facilitadora no processo de recrutamento, ela ainda não é perfeita. Portanto, tudo precisa ser especificado nos mínimos detalhes para que a inteligência entenda os seus níveis de conhecimentos e habilidades na sua área.

Por exemplo, se você é um desenvolvedor e tem conhecimento em diversas linguagens de programação, precisa especificar seu nível de conhecimento em cada uma delas.

Adicione também conceitos-chave que você pode estar aprendendo de forma autônoma. O autoaprendizado pode ser muito valorizado no primeiro contato com o recrutador.

Diversos cursos online, livros e até mesmo lives do YouTube podem ser adicionados no seu campo de atividades, desde que tenham relação com sua área de atuação.

Utilize de forma inteligente o conceito de palavras-chave, abordando seus conhecimentos, experiências e habilidades, mas sempre detalhando ao máximo.

4. Atualize o seu currículo com mais frequência

Por mais que pareça óbvio, precisamos sempre lembrar disso, pois esse é um dos principais motivos pelos quais candidatos são desclassificados de processos seletivos.

É importante que você mantenha o seu currículo atualizado, no mínimo mensalmente, para que a inteligência artificial consiga entender o seu perfil.

Mas cuidado, caso você possua informações que se contradizem ou são inconsistentes, acabará sendo eliminado do processo seletivo.

5. Utilize o LinkedIn

O LinkedIn é a maior rede profissional do mundo, onde há as principais tendências de empregos. Ter um perfil na plataforma é quase obrigatório para você que está buscando por vagas no mercado de trabalho.

A plataforma é integrada com diversos portais de carreira e poderá te ajudar a se inscrever em processos seletivos e criar um networking genuíno com profissionais da sua área de atuação ou até mesmo seus futuros recrutadores e gestores.

“O LinkedIn abre portas para mim desde a minha época de estágio. Hoje, ele continua abrindo portas mais largas, me trazendo conexões e negócios. Todo candidato precisa estar na plataforma”, recomenda Diego Cidade, da Academia do Universitário.

CEO e fundador da Academia do Universitário, Diego Cidade foi eleito o LinkedIn Top Voice mais novo do mundo, um selo de qualidade da plataforma para os usuários mais influentes.

Se você quer adaptar seu currículo ao recrutamento online, estar no LinkedIn e interagir é fundamental.

*Esse é um artigo criado por um autor convidado e suas opiniões são próprias, e não necessariamente refletem as ideias da empresa.


Sobre o autor

leonardo pimentel

 

Leonardo Pimentel é tecnólogo em Empreendedorismo pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e Administrador em formação na Universidade Estácio de Sá. Atualmente, é estagiário em Recrutamento e Seleção na Academia do Universitário.


Compartilhe o conteúdo

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Georgia disse:

    Olá! Excelente conteúdo AU 🚀

    • Folha Dirigida disse:

      Olá, Georgia! Tudo bem? Que bom que gostou do conteúdo! Caso tenha alguma sugestão do seu interesse, pode entrar em contato conosco também! Abraços, Blog FD!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *