Concursos > DNIT

Última Atualização - 21/06/2012

Especialista faz análise das provas aplicadas pela Esaf

Com a confirmação da Escola de Administração Fazendária (Esaf) como organizadora do concurso do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), os candidatos às 1.200 vagas já têm mais um norte para iniciar os estudos. O coordenador-pedagógico da Academia do Concurso Público, Paulo Estrella, fez uma avaliação da instituição. “A Esaf é uma organizadora séria. E isso é ótimo. Preza muito a organização. Em seus concursos quase não há problemas”, informou.

Das oportunidades, 114 são para o cargo de técnico administrativo e 767 para técnico de suporte em infraestrutura de transportes, ambos com exigência de ensino médio (2º grau) e vencimentos de R$2.811,30 e R$3.849, respectivamente, já estando incluso auxílio-alimentação (R$304) e gratificação de desempenho. Para o nível superior, serão 179 vagas para analista de infra-estrutura de transportes (R$8.119,81) e 110 para analista administrativo (R$5.712,21). Aos rendimentos já foram incluído auxílio-alimentação (R$304) e a gratificação.

Para Paulo Estrella, as provas da Esaf possuem um grau de dificuldade elevado. Ele também mencionou algumas das características dos exames aplicados pela organizadora. “Nas disciplinas da área de Exatas, os candidatos precisam realmente estar bem preparados, precisam saber as fórmulas e resolver os cálculos. A dedução não irá ajudar muito”, opinou. “Os enunciados das questões não são complicados, mas a avaliação não é fácil”, destacou.

Estrella recomenda aos candidatos orientar os estudos pelo edital do concurso anterior e resolver o maior número de exercícios de provas aplicadas pelo Esaf em outras seleções, nas disciplinas que constarem no programa. “O candidato pega o edital anterior, vê o que foi cobrado e resolve questões elaboradas pela Esaf para a mesma disciplina. Assim ele terá noção de como a banca trabalha”, explicou.

Em 2009, houve concurso para analista administrativo e 2006 para todos os cargos previstos no concurso em preparação. A organização coube ao Instituto Cetro e à Fundação José Pelúcio Ferreira (FJPF), respectivamente. As seleções foram compostas por prova objetiva, redação (nível médio) ou prova discursiva (superior) e avaliação de títulos (superior). As disciplinas de Língua Portuguesa, Legislação Geral e Legislação do Dnit foram comuns a todos os cargos.

De acordo com o Dnit e Esaf, ainda não há data para a divulgação do edital. No entanto, as regras do concurso devem ser divulgadas em breve. A distribuição das vagas por estado ainda não foi informada.

Comentários

Para publicar comentários, assine ou faça login.

  • Siga a Folha Dirigida nas redes sociais